Teste – Volkswagem Titan 18-310

827




O VW 18.310 Titan Tractor – um caminhão que na visão dos homens de marketing da Volkswagen é o produto que os transportadores queriam e ainda não existia no mercado – é um cavalo-mecânico valente que chegou para fazer o mesmo trabalho dos modelos extrapesados. O veículo traciona uma carreta de três eixos com 28 toneladas de carga com desempenho satisfatório, apesar do maior tempo de viagem e da maior necessidade de mudanças de marchas. No caso das trocas, o motorista tem à sua disposição uma caixa sincronizada, que juntamente com um motor que ganhou alguns cavalos a mais de potência, representam as maiores novidades do modelo na versão 2002.

Ao recebermos a informação de que havia à nossa disposição um cavalo mecânico Volkswagen 18.310 Titan Tractor atrelado a uma carreta de três eixos, com 28 toneladas de pedra, veio logo a suspeita: será que a diferença entre esse caminhão e o VW 40.300 vai muito além da nova denominação, do motor com alguns cavalos a mais e da caixa de marchas ZF com anéis sincronizadores?

Por acaso, até o lastro com brita era igual. Porém, nossa suspeita acabou logo nos primeiros engates de marchas sem nenhum arranhão. Vale destacar que o pedal da embreagem, ainda alto, (com acionamento hidráulico) é mais leve do que o de muitos carros de passeio em atividade. E lá fomos nós seguindo pela rodovia dos Bandeirantes, fugindo da capital paulista em direção ao interior do Estado.

As duas principais mudanças em relação ao modelo anterior se destacam logo nos primeiros quilômetros rodados. Uma delas – a caixa ZF 16S 1650 – tem como característica as marchas próximas uma das outras, engates suaves e recursos que permitem um melhor aproveitamento do conjunto motriz.

O motor Cummins com 8.270 cm3 e 303cv de potência traciona bem o conjunto com 28 toneladas líquidas de carga, sendo que nos aclives, entretanto, até mesmo naqueles de pequena inclinação, é necessário baixar marchas. Onde um modelo com maior potência trafegaria em velocidade de aproximadamente 80 km/hora em 7ª ou 8ª marcha reduzida, o 18.310 sobe a 40km/hora, em 6ª marcha a 1800rpm.

826

Considerando a potência do cavalo-mecânico VW e o peso da carga transportada, o veículo cumpriu com eficiência a tarefa normalmente executada por modelos extrapesados equipados com motores de maior potência. Aliás, a principal missão do VW 18.310 é concorrer no mesmo segmento dos modelos para peso bruto total combinado (PBTC) acima de 41 toneladas.

Nesta disputa pelo cliente de caminhões extrapesados, o 18.310 tem a seu favor o preço de no mínimo R$ 20 mil menor que os seus “concorrentes” e pode tracionar um semi-reboque com capacidade para até 30 paletes.

Cama
Cama

Mas sua cabine – a mesma de muitos anos, com pequenas melhorias – não oferece o mesmo espaço disponível nas boléias dos extrapesados de outras marcas. Em contrapartida, o peso do cavalo chega ser dois mil quilos mais leve.

823

A cabine é bem simples e incorpora um painel que mistura as cores cinza e azul (assim como os bancos e parte do painel lateral das portas), as quais juntamente com um bloco central onde se encontra o tacógrafo eletrônico (parecido com um rádio/CD player) dão ao ambiente um ar de automóvel de passeio.

O volante está de bom tamanho, mas a buzina elétrica é ideal apenas para circuitos urbanos, enquanto as chaves de seta e do limpador/lavador de pára-brisas afixadas na coluna de direção estão posicionadas um pouco a frente do volante de maneira que o motorista tem de movimentar toda a mão para alcançá-las. Seriam acessadas com maior facilidade se fossem reposicionadas em cerca de 1 ou dois centímetros para trás.

825

O cinto de segurança – sem regulagem de altura – também merece ser reposicionado para não causar desconforto ao motorista e ajudante, porque como está a tira passa muito próxima ao pescoço. O painel de instrumentos é básico e incorpora, além do velocímetro e contagiros, marcadores de pressão do freio, do óleo, da temperatura da água do motor e de combustível.

Conclusão: o VW 18.310 Titan Tractor, que chegou na linha 2002 para ocupar o lugar do VW 40.300 é um caminhão novo, superior ao seu antecessor e se traduz em uma opção para quem precisa tracionar uma carreta com três eixos para transportar a carga e volume de um modelo extrapesado, sem pagar, porém, o seu o preço.

822

E como ninguém compra caminhão por impulso…

Ficha Técnica:

18310 

Fonte: Revista O Carreteiro – Edição 329

Inscreva-se




38 comentários em “Teste – Volkswagem Titan 18-310

  • 04/06/2017 em 20:12
    Permalink

    Boa noite estou pensando em comprar um Titan alguém poderia me falar sobre consumo carregado e vazio rodando na castelo?

    Resposta
  • 30/05/2017 em 20:26
    Permalink

    boa noite esto querendo comprar um vw 18 310 e trucar fica bom?

    Resposta
  • 22/03/2017 em 11:36
    Permalink

    quero saber sobre a quantidade de óleo do carte do worker 18.310, esta ficha técnica não mostra no volume de abastecimento, ???????????

    Resposta
  • 19/01/2017 em 16:20
    Permalink

    Possuo um Titan 18310 ano 2004 a 6 anos, comprei com 532 mil kms rodados e hoje está com 892 mil. Sou segundo dono e espero completar 1 milhão de km sem abrir o motor. Nestes 6 anos só fiz uma troca de bicos agora, os bicos injetores tirados tinham data de 2007.
    Manutenção só válvulas de ar e freios.
    Nem embreagem foi trocada nos 350 mil km que rodo com ele.
    Excelente caminhão!
    Já trabalhei em percursos de longa distância, média e hoje trabalho com pequenas distâncias, média de 400 km.

    Resposta
  • 17/01/2017 em 07:46
    Permalink

    onde fica o sensor de temperatura do motor do wv 183310

    Resposta
  • 09/09/2014 em 16:12
    Permalink

    onde encontro o numero do chassi do caminhao tita 18310

    Resposta
    • 09/09/2014 em 16:56
      Permalink

      Em geral fica na longarina direita do chassi, atrás da roda dianteira.

      Resposta
  • 19/01/2014 em 09:01
    Permalink

    Esquenta quando a mangueira que vai do reservatorio de agua ate o motor , sao duas e uma delas esta dobrada . troque fica mixaria e o problema esta resolvido.

    Resposta
    • 30/09/2016 em 19:28
      Permalink

      Caro colega Cori como vc resolveu o problema de aquecimento do seu titan pois o meu também está com o mesmo problema .

      Resposta
  • 22/09/2013 em 12:22
    Permalink

    tenho vw 18310 ele so esquenta na oitava macha na baixada ai tenho que solta o pe e reduzir que ele baixa a temperatura ele nao esquenta na subiba nao oq q pode ser. email eliogasparini@oi.com.br

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!