Volvo mostra veículo mais bem equipado do Brasil

E não se trata de um carro, e sim de um caminhão. O novo Volvo FH com todos os seus opcionais. Segue o texto do UOL Carros.

O veículo mais bem equipado produzido no Brasil não é um sedã sofisticado. Muito menos um ostensivo utilitário esportivo. Cabe a um caminhão este título. A nova linha de pesados F da marca sueca Volvo oferece uma parafernália de dispositivos tecnológicos raros no mercado de comerciais e só encontrados em marcas de automóveis de luxo. Obviamente, como sempre ocorre com caminhões, cada conteúdo fica ao gosto do freguês. O “pacote tecnológico” completo da linha F adiciona cerca R$ 50 mil ao preço do caminhão — que, dependendo da configuração, pode passar de R$ 500 mil.

Volvo aposta em alta tecnologia e requinte em sua nova linha de caminhões pesados




Volvo aposta em alta tecnologia e requinte em sua nova linha de caminhões pesados

A lista de equipamentos se traduz em uma “sopa de letrinhas” que serve para valorizar os dispositivos da linha F e que podem começar com o ACC (Active Cruise Control), que trabalha em conjunto com a caixa de câmbio automatizada I-Shift. É uma espécie de controle de cruzeiro inteligente, já aplicado pela marca no sedã S80 e no crossover XC60. Quando acionado, um radar passa a monitorar o veículo à frente para manter constante a distância, medida em segundos. Caso haja uma aproximação, o sistema reduz e freia o caminhão. Quando há pista livre, o caminhão retoma a velocidade programada. No caso da iminência de uma colisão, o ACC é capaz até de parar o caminhão automaticamente.

No alfabeto de itens da Volvo, tem ainda o LKS (Lane Keeping System). Como o próprio nome diz, trata-se de um sistema que monitora a faixa de rodagem na qual o caminhão trafega. Ou seja, caso o veículo mude de faixa, o equipamento dispara um aviso sonoro. Um instrumento para minimizar uma eventual desatenção do condutor e até mesmo casos de sonolência do motorista ao volante. O equipamento integra o que a marca sueca chama de DAS, o detector de nível de atenção do motorista, um dispositivo que é acionado automaticamente quando quem está ao volante apresenta um estilo de condução fora do convencional.

Já o LCS (Lane Change Support), definido pela montadora como sensor de ponto cego, é um radar que monitora a presença de algum veículo ou objeto na lateral direita do caminhão — no ponto onde é mais difícil o condutor observar a presença de outros veículos, mesmo pelo espelho. O alerta do LCS é disparado através de um display luminoso instalado na coluna dianteira direita da cabine. O dispositivo só funciona com o veículo a uma velocidade superior a 35 km/h e com a seta acionada. Há ainda um kit batizado de ADR, voltado para o transporte de substâncias perigosas, que inclui chaves gerais extras, chicotes com mangueiras de plástico enrugado, conexões elétricas seladas, entre outros.

Siglas mais comuns também aparecem no caminhão tecnológico da Volvo, como o ESP, ou o controle eletrônico de estabilidade. O sistema, que já é aplicado em larga escala em automóveis de passeio na Europa mas ainda é exclusivo de modelos mais caros e requintados no Brasil, também dá as caras na linha FH. O dispositivo, porém, está vinculado como opcional ao ABS e EBD dos freios a disco. Do mesmo jeito, os airbags sempre recebem cintos com pré-tensionadores. E os faróis de xênon estão vinculados a lavadores de farol e à suspensão pneumática — que nivela a altura do veículo. A suspensão pneumática agora está disponível também para os modelos na configuração 6X2 e com entre eixos de 3 metros, 3,20 m, 3,40 m e 3,70 m.

Os faróis de xênon são opcionais, mas a nova linha FH teve no conjunto óptico sua alteração externa mais perceptível. Os faróis em duas seções trazem lentes de policarbonato para as luzes principais e lentes de vidro para os faróis auxiliares. As setas indicadoras de direção incorporaram LEDs e o modelo ainda pode ser equipado — também como opcional — com o farol autodirecional, que funciona com o caminhão em uma velocidade de até 40 km/h.

Por mais tecnologia e conforto que tenha, não dá para recorrer ao lugar-comum que é comparar um caminhão como o Volvo FH a um carro de passeio. Pode-se, no entanto, recorrer a outra imagem, com bastante propriedade: tem a mobilidade de um elefante em loja de louças. Para conduzir um caminhão que pode tracionar 78 toneladas por ruas e até em estradas largas é preciso ter plena consciência da enorme potência e o poder destrutivo de uma curva malfeita ou um espaço mal calculado. Essa pujança, juntamente com o preço salgadíssimo desse gênero de veículo, é que torna os equipamentos eletrônicos de controle dinâmico tão benvindos. Câmbio I-Shift, direção levíssima, banco com suspensão individual, sistemas de controle de distância, de alerta de mudança de faixa e de ponto cego, ABS, ESP... Todos eles suavizam a vida do operador - motorista é coisa de veículo leve - e deixam o FH mais capacitado para se misturar aos frágeis automóveis que o cercam.
Por mais tecnologia e conforto que tenha, não dá para recorrer ao lugar-comum que é comparar um caminhão como o Volvo FH a um carro de passeio. Pode-se, no entanto, recorrer a outra imagem, com bastante propriedade: tem a mobilidade de um elefante em loja de louças. Para conduzir um caminhão que pode tracionar 78 toneladas por ruas e até em estradas largas é preciso ter plena consciência da enorme potência e o poder destrutivo de uma curva malfeita ou um espaço mal calculado.

Por dentro, os bancos foram remodelados e as camas passaram de 70 cm para 76 cm de largura. O modelo ainda conta com seis novas luzes de leitura internas, espelhos retrovisores redesenhados e com desembaçadores. Os modelos FM 11 litros e 13 litros têm novo quadro de instrumentos e o painel foi redesenhado, com novos porta-objetos, tomadas de 12 e 24 V e rede de objetos. Além disso, a Volvo lançou a cabine Globetrotter XL, 14 cm mais alta que a Globetrotter convencional. Afinal, não basta ser mais equipado, o visual também precisa sustentar a imagem de imponência.

(por Eduardo Rocha e Fernando Miragaya)

Inscreva-se




Um comentário em “Volvo mostra veículo mais bem equipado do Brasil

Deixe sua opinião sobre o assunto!