BH vai ampliar restrições à circulação de caminhões

Fora do Hipercentro, mas em área ainda permitida dentro da Contorno, caminhão descarregava ontem na Rua São Paulo, no Bairro de Lourdes




Fora do Hipercentro, mas em área ainda permitida dentro da Contorno, caminhão descarregava ontem na Rua São Paulo, no Bairro de Lourdes

Belo Horizonte terá novas regras para circulação de caminhões e para operações de carga e descarga, a partir de outubro. Segundo projeto apresentado quarta-feira pela BHTrans, haverá mudanças no horário e na área de restrição do trânsito de veículos com mais de cinco toneladas ou mais de 6,5 metros de comprimento. Atualmente, a circulação desses caminhões é proibida no Hipercentro da capital, das 11h às 20h, nos dias de semana, e das 11h às 15h, aos sábados. Com a nova proposta, não será permitido o trânsito das 6h às 20h, de segunda a sexta-feira, e das 6h às 15h, aos sábados, em toda a área dentro da Avenida do Contorno e também nas principais avenidas de acesso ao Centro.

As alterações prometem mudar a rotina do trânsito em toda a área central de BH e também em importantes corredores, como as avenidas Amazonas, Afonso Pena, dos Andradas, Pedro II, Cristiano Machado, Antônio Carlos, Nossa Senhora do Carmo, Tereza Cristina, Prudente de Morais e Raja Gabaglia. As novidades foram discutidas quarta-feira, durante o Fórum da Mobilidade Urbana, pela BHTrans, por representantes dos comerciantes e lojistas da Região Central e pelas empresas de transporte de carga de Minas. Na reunião, ficou definida a criação de um comitê envolvendo todas as entidades para avaliar os impactos do projeto e o cronograma de aplicação das medidas.

A previsão da BHTrans é de que a ampliação do horário de restrição ao trânsito de caminhões passe a valer no Hipercentro a partir de outubro. Em dezembro, a medida será estendida para a Savassi e, em fevereiro de 2010, para o Bairro de Lourdes. Em abril, as novas regras chegam às imediações da Assembleia Legislativa e ao Barro Preto e, em junho, à área hospitalar e aos corredores de acesso ao Centro da capital. O comitê criado quarta-feira vai discutir a possibilidade de criação de regras menos rígidas em apenas três pontos dentro do perímetro da Avenida do Contorno: parte do Bairro Floresta (nas áreas de ligação com a Avenida dos Andradas); nas proximidades do Mercado Central; e em alguns pontos do Barro Preto (nos núcleos de madeireiras).

De acordo com a empresa que gerencia o trânsito na capital, as novas regras são uma tentativa de reduzir congestionamentos e problemas viários. Segundo estudo apresentado no Fórum da Mobilidade Urbana, a frota de Belo Horizonte dobrou nos últimos 15 anos, chegando à marca de 1,2 milhão de carros em circulação hoje, e a velocidade média dos ônibus é de 9,2km/h no pico da tarde e de 12,6km/h, pela manhã. “A proposta vai contribuir para a fluidez do trânsito. Apostamos numa mudança no perfil da frota de carga, que deve usar mais os pequenos caminhões e as vans. A proposta já foi aprovada pelo prefeito de BH e agora vamos avaliar a necessidade de criar regras específicas para alguns pontos isolados”, explica o diretor-presidente da BHTrans, Ramon Victor Cesar.

Fonte: Uai

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!