Rodovia – Muito movimento e pouca pista

3310




Trecho da rodovia BR 364 no Mato Grosso, entre Cuiabá e Sorriso, com grande movimento de bitrens que transportam safras de soja, milho e algodão, além de biodiesel e combustível, tem pista simples e sem acostamento para atender com segurança e eficiência o movimento da região.

Rota de bitrens que transportam soja, milho e algodão, a BR 364 tem sido motivo de reclamação dos transportadores e embarcadores que atuam em Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso/MT e outros municípios produtores da região. As composições que saem da região normalmente têm como destino os Portos de Paranaguá, no litoral paranaense, ou Santos, em São Paulo.

Wilson Kirst, empresário da região, dono de um posto de serviço com bandeira BR, em Lucas do Rio Verde, e proprietário de uma frota de 12 bitrens tanque, com os quais tem como principal atividade abastecer as fazendas produtoras da região, diz que as rodovias da região estão um caos e sem acostamento.

Sua reclamação faz mais sentido quando se trafega pela BR 364, no trecho entre Cuiabá e a cidade onde ele está estabelecido. Como a região tem uma alta produtividade, com quatro picos da safra (duas de plantio e duas de colheitas), o tráfego de bitrens é intenso nos dois sentidos, alto para uma estrada de pista simples e sem acostamento (JG).

Fonte: Revista O Carreteiro




Deixe sua opinião sobre o assunto!