Venda de caminhões tem queda de 20% no primeiro semestre




Ao contrário dos automóveis, que recuperaram as vendas após a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), o segmento de caminhões ainda não respondeu ao estímulo fiscal do governo federal e fechou o primeiro semestre com queda de 20% ante igual período de 2008, segundo a Fenabrave (federação das concessionárias).

Para o presidente da entidade, Sergio Reze, não é possível comparar os impactos da redução do tributo. ‘O automóvel é uma compra feita por emoção; a do caminhão é uma decisão racional.’

Em dezembro, o governo reduziu o IPI de caminhões de 5% para zero e, nesta semana, manteve o benefício para até o fim do ano.

Flávio Benatti, da Associação Nacional do Transporte de Cargas, diz que no primeiro semestre houve queda de até 40% na carga transportada. ‘O transporte de cargas sente imediatamente o desaquecimento, o que desestimula a ampliação da frota.’

Fonte: Folha Online

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!