Caminhoneiro vira refém de bandidos, é amarrado e agredido

O caminhoneiro Itamar Donin, 37 anos, foi assaltado, feito refém e agredido por dois bandidos armados. O assalto começou no final da tarde de ontem (16), por volta das 17 horas, quando a vítima parou em um posto de gasolina na cidade de Pedro Gomes, que fica a cerca de 296 quilômetros de Campo Grande.

Donin é funcionário de uma empresa que transporta farelo de soja e voltava de Rondonópolis, para onde foi levar um carregamento, a Paulotina, no Paraná. Assim que ele parou o caminhão no posto, outro semelhante estacionou ao lado e o primeiro bandido, armado com um revólver calibre 38, anunciou o assalto, mandando o caminhoneiro entrar novamente no veículo. A vítima foi obrigada a deitar na cama da cabine enquanto o primeiro criminoso assumia a direção e outro, também armado, entrava pela porta do passageiro. Eles seguiram com Donin pela BR-163 até pararem o caminhão perto da rodovia.

O caminhoneiro foi obrigado a descer do veículo e manter a cabeça baixa. Ele contou a polícia que um carro pequeno chegou com mais quatro criminosos e saiu junto com o caminhão. Apenas um dos integrantes da quadrilha permaneceu com Donin, que foi levado para o outro lado da pista até um matagal, onde teve mãos e pés amarrados.

Em vários momentos, a vítima notou que o criminoso falava ao celular e informava a situação no cativeiro. Um motociclista chegou a parar perto do local em que bandido e refém estavam. Donin levou uma coronhada do criminoso e ameaçado de morte caso gritasse e o homem que havia parado no local chegasse até eles.

O refém foi alimentado com bolachas e água, sendo que ficou no local durante toda a noite até que na madrugada de hoje, outro veículo de passeio parou no local e levou o bandido que estava com Donin. Depois que o carro foi embora ele conseguiu, ainda amarrado, chegar ao acostamento e foi salvo por um caminhoneiro que passava pelo local, podendo assim, procurar a polícia.

Fonte: Jornal Dia Dia




Deixe sua opinião sobre o assunto!