Frota velha tira caminhões da estrada

Veículos com mais de 20 anos têm dificuldade para conseguir cargas e escoar produção agropecuária do País




Não bastassem as dificuldades da profissão, com os riscos de assalto e de acidentes devido as más condições das rodovias, motoristas autônomos, donos de caminhões com mais de 20 anos de fabricação, sofrem para conseguir fretes. Os veículos velhos formam a maior parte da frota brasileira que transporta cargas agropecuárias. Estimativas da ABEPL (Associação Brasileira de Empresas e Profissionais de Logística) apontam que mais de 70% do escoamento agrícola nacional é feito por rodovia, através de caminhões.

Dados da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) indicam que a quantidade de motoristas autônomos no Brasil se aproxima dos 820 mil, sendo que a região Sudeste concentra quase a metade. O tempo médio de fabricação desses veículos, que ainda rodam pelas estradas do Brasil – mesmo sem as mínimias condições – é de 21,7 anos, aponta a ANTT. Os condutores reclamam que os caminhões velhos pouco conseguem competir com os mais novos na hora de disputar os fretes devido aos riscos da carga não chegar ao destino final.

O presidente da Fenacam (Federação Nacional dos Caminhoneiros), Diumar Bueno, explica que veículos antigos pagam mais não somente pela manutenção, quase que mensal, mas também pela exigência do mercado, que seleciona. “O ideal seria renovar a frota de caminhões nacional. Entretanto, juros subsidiados e pagamentos em longo prazo não são o suficiente para resolver o problema do envelhecimento da nossa frota”.
Bueno afirma que é preciso retirar esses veículos de circulação, pois os condutores que adquirem veículos novos vendem os antigos a quem não pode comprar caminhões novos. Esses veículos, portanto, continuam em circulação. “Dirigir um caminhão velho significa risco permanente ao usuário e prejuízo ao meio ambiente”, acrescenta Bueno.

Fonte: Notícias Agrícolas

Inscreva-se




4 comentários em “Frota velha tira caminhões da estrada

  • 20/09/2010 em 18:00
    Permalink

    gostaria de ver uma reportagem real das nossas estradas do norte do pais para que voceis nos mostre como nossos caminhoes sao fortes e os motoristas verdadeiros artistas ,quando quebram em lugares sem recursos , verdadeiras historias ,sofrimento ,satisfacao e licao de vida

    Resposta
  • 27/10/2009 em 17:29
    Permalink

    adorei as fotos,muito bom ver esses modelos antigos… espero mais postagens. abçs

    Resposta
  • 21/08/2009 em 20:15
    Permalink

    nosso presidente de fenacam deve saber q os incentivos p renovaçao da frota brasileira so funciona como lavagem de dinheiro p grandes empresas,onde compram caminhoes com grande carencia alem de juros muito inferiores aos cobrados a autonomos,com isso tudo gera depreciaçao no frete numa concorrencia desleal aos q dependem desse meio como forma de subsistencia

    Resposta
    • 21/08/2009 em 20:21
      Permalink

      Realmente no Brasil, país que tanto amo, somente os ricos tem facilidades.. Pobre só se f***.

      Hehe

      Abraço

      Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!