Indústria automobilistíca apresenta queda recorde no primeiro semestre




O desempenho da indústria de veículos automotores (automóveis, ônibus e caminhões) no primeiro semestre deste ano foi o pior desde o segundo semestre de 1998, segundo o IBGE. De janeiro a junho, a produção do setor caiu 23,6%, em relação a igual período em 2008, exercendo a principal contribuição negativa sobre a pesquisa industrial mensal.

No segundo semestre de 1998, a queda havia sido de 28,3%. Na comparação entre os períodos de janeiro a junho, no entanto, o dado deste ano marca o pior desempenho desde o início da série histórica, em 1991 – quando o instituto começou a medir o desempenho da indústria brasileira por setores.

Ao longo deste ano, no entanto, o panorama da indústria automotiva começa a mudar. Em relação a dezembro, a indústria de veículos automotores acumula alta de 69%, que ainda não reverte a queda observada desde o início da crise.

– A crise atingiu de forma mais dura a indústria, diante dos impactos da redução do crédito. Essa retração não chega a surpreender, se avaliarmos os dados dos principais países, que também mostram queda – observou Isabella Nunes, gerente do IBGE e responsável pela pesquisa mensal sobre a indústria.

Fonte: Diário Catarinense

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!