Mack – O bulldog trabalhador

Um dos primeiros caminhões fabricados no mundo, o Mack tornou-se símbolo de resistência e durabilidade e era o mais indicado para trabalhos pesados em ambientes severos.




Produzidos nos Estados Unidos desde o começo do século passado, os caminhões Mack ganharam fama no mundo inteiro por sua força e robustez. Foram utilizados na I e na II Guerra Mundial e também na “reconstrução” dos EUA depois da crise de 1929, sempre empregados em operações severas de trabalho.

Durante a I Guerra, quando foi utilizado pelo exército inglês, o modelo AC recebeu o apelido de Bulldog, dada a sua semelhança com o focinho do cachorro e por ser usado para abastecer as frentes de batalha com armas e mantimentos, como um cão fiel. Uma estatueta de cachorro foi adotada, a partir de então, como símbolo da marca.

No Brasil, principalmente nas décadas de 40 e 50, sempre que um trabalho exigia um veículo superpesado, com muita potência, a solução era importá-lo, pois os veículos montados no País naquela época não ofereciam tanta força. Os caminhões mais potentes e robustos do mercado eram os Mack; só depois surgiriam os FNM e os Scania.

Um anúncio de 1946 pregava suas qualidades: “Há 46 anos que os caminhões Mack vêm sendo fabricados com este objetivo em mente: executar dia a dia trabalhos duros, exigentes. Quando se precisa acima de tudo de robustez e confiança… aí tem os Mack para provê-las!” Ainda hoje, os caminhões são anunciados como “os mais duráveis e confiáveis do mundo” e, pelo seu tamanho, são conhecidos como Big Mack, numa alusão ao sanduíche.

O Mack que ilustra esta reportagem é um cavalo-trator série B, ano 1952, 6×4, com capacidade de 40t. Pertence, desde 1967, à empresa de terraplenagem e pavimentação Gabriel & Filhos, de Londrina, que o utilizou em trabalhos pesados, principalmente carregando seus tratores de esteiras, até 1998. Foi então reformado e atualmente “descansa” no barracão da empresa, saindo apenas para participar de exposições ou eventos de veículos antigos. Seu motor original, um V-8 à gasolina, foi substituído por um Cummins diesel de 400 HP, mas o câmbio e os diferenciais foram preservados.

Diesel nas veias

A foto de 1987 mostra o Mack da Gabriel & Filhos em pleno trabalho. Essa imagem foi reproduzida na antiga logomarca da empresa de terraplenagem, pois impressiona pela força que o caminhão transmite. O garoto que observa a cena é Fernando Iasbek, que, junto com o pai Jorge Gabriel Iasbek, administra a Gabriel & Filhos.

Mais de cem anos de Mack

A fábrica Mack Trucks foi fundada em 1900, em Nova York, EUA, pelos irmãos Jack e Gus Mack, para produzir caminhões, ônibus, carros de incêndio, motores navais e equipa­mentos ferroviários. Seu primeiro veículo foi um ônibus, o primeiro do mundo, depois transformado em caminhão. Em 1990, a francesa Renault assumiu o controle acionário da empresa, que, dez anos depois, passou para a sueca Volvo. Atualmente, a fábrica produz os caminhões Mack Granite e as séries CL e MR. Em 1946, anunciava seus veículos ressaltando sua robustez, como nas páginas reproduzidas ao lado, das edições da Seleções do Reader’s Digest de agosto e outubro daquele ano.

Fonte: Revista Carga Pesado – Edição 127

Inscreva-se




2 comentários em “Mack – O bulldog trabalhador

  • 20/04/2014 em 14:17
    Permalink

    ESTE CAMINHÃO TINHA K VIM PRA O BRASIL ELI EUM GRANDE CAMINHÃO EU GOSTO DE VE KUANTAS COISAS BOAS NOS TEM EM VARIOS PAIS DO MUNDO LA TEM COISAS BOAS ESTE DOS UNS CAMINHOSES BONS EU SOU UM MOTORISTA TENHO VARIAS ESPERIENCIAS COM CAMINHOES ADORO CAMINHOES PESADOS

    Resposta
  • 11/12/2009 em 22:58
    Permalink

    TRABALHO COM MINIATURAS DE AVIÕES,NAVIOS,BARCOS,ÔNIBUS E CAMINHÕES TAMBEM. ESTOU DEIXANDO MEU INDEREÇO CASO TENHA INTERESSE EM ADIQUIRIR UMA MINIATURA DESSE BELO CAMINHÃO!
    OBS: SO TRABALHO SOB ENCOMENDA.
    UM GRANDE ABRAÇO E MUINTO OBRIGADO!!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!