Um Piquet caminhoneiro?

Nelson Piquet [pai] e Geraldo Piquet [filho]




Pai e filho

Quando se vê o sobrenome Piquet, logo vem à mente os três títulos mundiais de Fórmula 1 da lenda Nelson Piquet e as desventuras do jovem Nelsinho na equipe Renault, que o dispensou oficialmente no começo desta semana. No entanto, tem um outro membro da família que acelera forte… só que dentro de um caminhão.

Geraldo Piquet, irmão mais velho de Nelsinho, é o atual vice-campeão de Fórmula Truck e compete na equipe ABF/Mercedes-Benz. Apesar de ser o único que conduz um bruto numa família habituada às glórias dos fórmulas, o piloto não se mostra insatisfeito em ser a ovelha negra: “Eu estou na Truck porque gosto.”

Apesar de ter começado no automobilismo antes do irmão, Geraldo revela que não pretendia seguir a carreira de piloto, diferentemente de Nelsinho: “Não era minha profissão. Hoje sou profissional por um acaso, não era meu objetivo de vida. Já no caso do Nelsinho a intenção era essa.”

O vice-campeão de Truck conta que não acontece troca de informações ou conselhos entre ele e o irmão mais novo, mas sim uma curiosidade sobre o que acontece na principal categoria do automobilismo. “O que a gente fala é mais eu perguntar como é la dentro da Fórmula 1, que é o berço de tudo. É mais curiosidade para saber como o time trabalha, a relação e o tratamento dentro da equipe, e por aí vai. E na Truck, quando ele [Nelsinho] vem assistir as corridas aqui eu explico para ele tudo.”

Geraldo tem como companheiro de time o tetracampeão da categoria, Wellington Cirino, que tirou o título que estava em suas mãos na última prova do ano passado. Mesmo com o crescimento do rival, Piquet não dá bola para o “inimigo interno”: “Não vou ficar me preocupando com os outros, já tenho bastante problema eu mesmo. Então é concentrar, fazer a minha corrida, e aí os pontos são consequência do resultado”, afirmou.

Cirino fez uma prova incrível na última etapa do campeonato, disputada no circuito de Interlagos, e com o 2º lugar que conquistou na prova subiu para a quinta posição na classificação geral, apenas cinco pontos atrás do companheiro. Na categoria desde 2003, Geraldo Piquet ocupa a quarta posição com 69 pontos, o mesmo número do paulista Roberval Andrade. No entanto, o piloto da ABF fica atrás por ter uma vitória a menos que o adversário.

Depois de todo esse tempo conduzindo um caminhão, o filho mais velho de Nelson Piquet parece não carregar a mínima vontade de dirigir um fórmula: “[A Truck] É uma grande categoria, a prova é um show danado, o ambiente é bom… então acho que como piloto aqui eu me realizo.”

Fonte: Notícias Yahoo!




Deixe sua opinião sobre o assunto!