Carga pesada reduz vida útil de rodovias




O excesso de carga transportado nas rodovias gaúchas reduz em até 25% a vida útil das estradas. Essa é uma das conclusões de estudos realizados pelo Laboratório de Sistemas de Transportes da Ufrgs, apresentados ontem durante um debate no Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do RS (Setcergs).

A União e o Estado tencionam aumentar o número de balanças fixas.

O engenheiro João Fortini Albano, professor da Faculdade de Engenharia da Ufrgs, avaliou que a deterioração precoce da malha rodoviária do país se deve à fiscalização deficiente do peso transportado por caminhões. Os estudos realizados pelo laboratório apontaram que a ausência de pesagem se reflete em um aumento de 33% no custo de manutenção das rodovias.

O presidente do Setcergs, José Carlos Silvano, declarou que a evolução de recursos à disposição do sistema de transporte de cargas deve ser utilizada para respeitar a legislação da área.

Fonte: WebTranspo




Deixe sua opinião sobre o assunto!