Iveco aumenta sua família caminhões no Brasil com o novo Vertis

30-IVECOVERTIS-004-01-E




Iveco Vertis

Entre todas as novidades apresentadas na Fenatran, a Iveco mostrou uma que era mesmo uma surpresa. Com o novo Vertis, a empresa deu início à primeira família de caminhões da marca desenvolvida no Brasil.

O caminhão médio foi idealizado pelos engenheiros do CDP (Centro de Desenvolvimento de Produto) da Iveco, localizado no complexo industrial de Sete Lagoas (MG), com a colaboração da plataforma mundial de caminhões médios da marca.

O projeto de um caminhão bem brasileiro teve início em 2007. Após investimentos de R$ 53 milhões e 250 mil horas de desenvolvimento, que envolveu cerca de 150 pessoas, o novo caminhão estava pronto.

O modelo vai atuar na faixa de 9 e 13 toneladas de peso bruto total. Como todo caminhão médio, suas principais áreas de atuação são a coleta e distribuição urbana e interurbana, as aplicações de baú, carga seca e carga refrigerada, em perímetros de cerca de 300 quilômetros, Segundo o presidente da Iveco no Brasil, Marco Mazzu, com o lançamento do Vertis a marca passa a atuar em todos os segmentos de caminhões entre 3,5 e 74 toneladas no País. “Agora vamos disputar o mercado por inteiro”, diz.

O Iveco Vertis chega equipado com o motor Iveco-FPT de quatro cilindros e 3,9 litros, com quatro válvulas por cilindro e injeção eletrônica Bosch commom-rail de alta pressão. Ele desenvolve 160 cavalos ou 180 cavalos de potência, dependendo da configuração, com torque elevado de 520 Nm e 560 Nm, respectivamente.

O modelo sai de fábrica com uma transmissão ZF S5420 de cinco velocidades, com trocas de marcha feitas via cabo, o que torna a vida do motorista mais suave. Para melhorar ainda mais as condições do caminhoneiro, o Vertis introduz uma novidade no segmento de médios, a embreagem servoassistida, que reduz o esforço na hora de trocar as marchas.

Origem

O nome surgiu da palavra “vértice”, que vem de sua raiz etimológica latina, “vertex”, e significa “topo”, “cume”, noções que simbolicamente podem ser associadas com a ideia de realização e conquista.

Apesar de a produção massiva do caminhão ainda não ter começado e de sua chegada à concessionária de Ribeirão Preto estar prevista somente para 2010, a fábrica destaca que o Vertis é um caminhão robusto, de manutenção baixa e que tem bons níveis de consumo de combustível.

Mas tudo isso só será possível avaliar quando o caminhão chegar de fato ao mercado. Enquanto isso, acreditamos no que foi falado.

Fonte: Jornal A Cidade

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!