Redução do IPVA fará empresas aumentarem frota no estado do Mato Grosso do Sul




No decreto nº 12.853, assinado hoje (26), reduzindo a base de cálculo do IPVA para 2010, o governador André Puccinelli concedeu um benefício que fará empresários trazerem de vota a Mato Grosso do Sul veículos até então registrados – e contribuindo – em outros estados. A alíquota vai ser reduzida em 50% para os veículos automotores acrescentados à frota preexistente, pertencente a empresas domiciliadas no Estado.

Empresários de transportes de cargas asseguram que, nesse setor, serão reincorporados de imediato cerca de 500 caminhões às suas frotas em Mato Grosso do Sul. Conforme o governador, esse incremento compensa a eventual perda de receita com o benefício concedido. “A perda é muito pequena, ante a excelente perspectiva de futuro”, destacou André.

O empresário Cláudio Cavol, presidente da Três Américas Logística e Transporte e membro do sindicato das transportadoras, explica que devido a uma lei mais rígida, médios e grandes frotistas iam para outros estados, onde tinham incentivos. A situação deve mudar, com a competitividade proporcionada pela redução do imposto. “Isso foi acontecendo com o passar dos anos, uma parte forte da nossa frota de caminhões cuja sede da transportadora é aqui acabavam indo para outros estados. Essa medida do governador veio em muito boa hora e agora esses caminhões devem retornar ‘à casa do pai’”, prevê.

Segundo Cavol, são muitos os casos de empresas que, mesmo sediadas qui, emplacavam seus veículos fora, por questões fiscais. “E com a redução agora, todas vão voltar, o que deve gerar um acréscimo muito grande de emplacamento de veículos, e, evidentemente, na receita do Estado”. O empresário informou durante a cerimônia de assinatura do decreto, que o setor se comprometeu com o governo em trazer de volta em torno de 500 caminhões, de imediato. “Para o emplacamento de 2010 esses caminhões já terão migrado para cá”.

A redução de 50% é válida para frota com no mínimo 30 veículos e requer que o contribuinte mantenha o bem na base de dados de Mato Grosso do Sul por um período mínimo de três anos. Conforme o decreto assinado hoje, para se beneficiar do desconto relativo ao exercício de 2010, o interessado deve protocolar pedido de autorização especifica na Superintendência de Administração Tributária da Secretaria de Fazenda até o dia 10 de dezembro.

Apoio ao setor produtivo

O beneficio tributário, associado aos anunciados investimentos rodoviários, trazem otimismo ao setor de transporte de cargas. As intervenções programadas pelo governo para melhoria das estradas fazem os transportadores acreditarem em otimização do negócio e benefício para os empresários e os consumidores. “Através do secretário Edson Giroto [Obras Públicas e Transportes] nós estamos sabendo que vem um investimento forte para as estradas em 2010, tanto do governo federal quanto do Estado”, comenta o empresário Cavol. “Isso é bom porque nos dá menos despesa de manutenção, nos dá mais rapidez no transporte, e diminui muito o preço das mercadorias comercializadas no nosso estado, porque de 60% a 70% das mercadorias são transportadas por caminhão”.

Fonte: MS Notícias




Deixe sua opinião sobre o assunto!