Mitsubishi Pajero Sport Flex será o 1º veículo a etanol no Dakar




Em sua 22ª participação no Rally Dakar, a principal e mais perigosa prova fora-de-estrada do mundo, Klever Kolberg terá mais um importante desafio além dos muitos que se apresentarão no percurso de 9.000 quilómetros entre Argentina e Chile, entre os dias 1º e 17 de Janeiro. O piloto da equipe Valtra Dakar Eco Team, que terá como navegador o engenheiro mecânico Giovanni Godoi, será pioneiro ao participar da competição a bordo de um carro – um Mitsubishi Pajero Sports – movido a etanol de cana-de-açúcar, combustível renovável e menos poluente que a gasolina e o diesel.

A meta principal de Kolberg, que tinha decidido não disputar mais o Rally Dakar, é tentar consciencializar o público sobre a importância de atitudes ecologicamente corretas. “O objectivo desse projecto é provocar as pessoas para que elas comecem a pensar o mais rapidamente possível no que elas estão fazendo, pois o Dakar, além de ser uma competição, é uma viagem. Ninguém precisa deixar de viajar para ser sustentável, mas se pode fazer com uma energia limpa, o planeta agradece”, disse.

O investimento feito pela equipe Valtra Dakar Eco Team do ponto de vista logístico para levar etanol para a Argentina e o Chile está sendo um dos pontos cruciais. “Para mim, foi difícil deixar o lado competitivo de lado, porque o dinheiro que estamos investindo para montar toda a logística de etanol na Argentina e no Chile é bem maior do que se usássemos gasolina ou diesel e poderia gastar em uma suspensão melhor ou ir treinar no (Deserto do) Atacama. Claro que, quando der a largada, vai bater aquela vontade de andar no ritmo dos primeiros, como em outras edições. Vai ser difícil, mas tenho certeza que todos que participaram do projecto estão orgulhosos em vê-lo realizado. Neste projecto o que conta é a atitude”, contou.

Klever explica que o Mitsubishi Pajero Sport Flex, com o qual competirá no Dakar, é o mesmo carro que pode ser comprado e que prepará-lo para as adversidades da competição é seu maior desafio. “O carro é o mesmo que se compra na loja, então ao invés de partir de um protótipo, que até seria mais barato, a gente quis partir para este lado. Isso gerou um custo muito maior, pois este carro precisa de peças especiais, o próprio etanol requer alguns itens particulares, nunca utilizados antes neste tipo de competição. Tivemos de trocar o câmbio automático por um câmbio mecânico e, com isso, mexer em toda a programação electrónica do carro. Então foi uma série de dificuldades, que conforme as dificuldades iam aparecendo, as pessoas me falavam: ‘Cara, desiste! Corre com um protótipo. Você vai correr mais e vai gastar menos’, mas tenho certeza que seremos bem sucedidos”, analisou.

Sobre Klever Kolberg: Engenheiro e piloto, Klever Kolberg é o brasileiro que mais vezes participou do Rally Dakar, competição off-road mais difícil e perigosa do mundo, tendo sido um dos pioneiros no país a disputá-la. O piloto criou a primeira equipe brasileira a participar do Dakar e vai competir pela 22ª vez em 2010. Um dos grandes nomes do off-road nacional, Klever começou na prova competindo de moto, entre 1988 e 1996, sagrando-se campeão da categoria Motos Maratona em 1993, ano em que foi o quinto colocado no geral. A partir de 1997 passou a disputar o Dakar entre os carros, obtendo o título vice-campeão na categoria Carros Maratona em 1999 e 2000 e na categoria Carros Diesel em 2002. É autor de três livros sobre o assunto e é comentarista de rali no canal ESPN desde 2007.

Sobre Giovanni Godoi: Engenheiro mecânico com 20 anos de experiência no automobilismo nacional, sendo oito dedicados às competições off-road como engenheiro responsável pelo desenvolvimento dos veículos de competição da Mitsubishi. Em 2003 disputou o Rally dos Sertões, terminando em 17º na geral e terceiro entre os novatos, com o objectivo de entender e vivenciar as exigências a que o carro e a dupla piloto/navegador são submetidos em uma prova deste porte, e em paralelo, testar e desenvolver novos componentes. Esteve no Dakar 2009 com navegador de um caminhão de apoio.

Comandado por Klever Kolberg (piloto) e Giovanni Godoi (navegador) no Rally Dakar 2010, o Valtra Dakar Eco Team é patrocinado por Valtra, BASF, Mitsubishi, Cosan, Unica, Pirelli, Fremax e Magneti Marelli, e apoiado por Artfix, Sparco e Waiver.

Fonte: Auto Sport




Deixe sua opinião sobre o assunto!