Com o Stralis NR, Iveco é destaque no Congresso da SAE




Durante o 19º Congresso e Exposição da SAE BRASIL, que acontece a partir de hoje até o dia 7 de outubro no ExpoCenter Norte, SP, a Iveco dá destaque à capacidade de desenvolvimento de sua engenharia brasileira, tendo como exemplo prático o recente lançamento da nova família de caminhões pesados Iveco Stralis NR, totalmente desenvolvida pelos engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produto da Iveco Latin America, instalado em Sete Lagoas, MG, a partir da voz do cliente.

Nos três dias da exposição, a Iveco terá em seu estande um motor movido 100% a etanol, que está em fase de testes, e diversos equipamentos, como a embreagem do novo Iveco Stralis NR, que recebeu patente mundial, o sistema de gerenciamento Frota Fácil, além do Econômetro, que ajuda o motorista a reduzir o consumo de combustível de seu caminhão.

A nova família Iveco Stralis NR composta por três modelos (de 380cv, 410cv e 460cv), será representada na feira pela versão de 410cv. O lançamento da gama Iveco Stralis NR (New Range) demonstra a perfeita integração entre a exigente voz do mercado e a capacidade de desenvolvimento de uma montadora de caminhões. Essa estreita colaboração transformou o cavalo-mecânico Iveco Stralis – que já era reconhecido como um dos melhores da categoria – no modelo mais produtivo e de menor custo operacional do mercado em seu segmento.

“A Iveco queria fazer do cliente um protagonista na criação do novo caminhão”, conta Renato Mastrobuono, diretor de Desenvolvimento de Produto da Iveco. Pesquisas do tipo QFD (Quality Function Deployment) foram feitas pelo Brasil com pequenos e médios frotistas e autônomos, com os concessionários Iveco e com os fabricantes de implementos. No total, foram mais de 2 milhões de quilômetros de testes em todo o País. “Trata-se do maior teste de campo da história da Iveco no Brasil”, diz Mastrobuono.

O trabalho envolveu 110 engenheiros do Centro de Desenvolvimento de Produto da Iveco de Sete Lagoas (MG) e fornecedores. E a nova família nasceu depois de apenas 18 meses de trabalho, em função do sistema de gestão por plataformas de produto da Iveco, que reúne profissionais das áreas de marketing do produto, compras, custos, qualidade, logística, finanças, manufatura, pós-venda e engenharia. “A plataforma tem autonomia e o time trabalha focado, o que aumenta a flexibilidade e a agilidade”, explica o engenheiro Luciano Cafure, gerente da plataforma de veículos pesados da Iveco, responsável pelo projeto NR.

Sistema de embreagem com patente mundial

Os modelos Iveco Stralis de 460cv e 410cv oferecem um inédito sistema de embreagem com esforço de acionamento de 8kg, a metade do exigido por um caminhão normal e mais macio ainda que um automóvel. A façanha é obra do engenheiro Ricardo Coelho, cujo projeto conquistou a primeira patente registrada na matriz italiana da Iveco em nome do Centro de Desenvolvimento de Produto no Brasil.

O menor esforço do pedal foi possível com a adoção de um duplo sistema pneumático para atuar de forma auxiliar ao sistema simples normalmente adotado em todos os caminhões. A embreagem, de marca Sachs e modelo 430mm Heavy Duty, estará exposta no estande da Iveco. “Os visitantes poderão ver de perto esse sistema que, certamente, será uma tendência no segmento de extrapesados. A Iveco saiu na frente”, salienta Mastrobuono.

Alavanca de mudanças de baixo esforço de acionamento

Outro item em exposição na área da Iveco, será a alavanca de mudanças com baixo esforço de acionamento, que também tem recebido elogios dos motoristas pelas estradas brasileiras. A engenharia da Iveco reprojetou todo o sistema de engate e reduziu em 40% o esforço do motorista com a alavanca de transmissão, em sistema duplo H (caixa baixa e caixa alta). Outra vantagem está no servo da transmissão, agora acionado com 75% do curso do pedal de embreagem. “A combinação de todos esses fatores faz do novo Iveco Stralis NR um caminhão muito mais fácil e gostoso de guiar”, diz Cafure.

Iveco Frota Fácil

Outro equipamento que estará em exposição no estande da Iveco é o Iveco Frota Fácil, inédito gerenciador de frota com telemetria aberta e livre. O produto permite o monitoramento do caminhão, análises sobre consumo, velocidade, frenagem e do desempenho do motorista, informações necessárias para que o operador tenha total apuração dos custos operacionais.

Uma ferramenta de fácil utilização, o Iveco Frota Fácil, disponível até o final do ano como opcional em todas as versões do Iveco Stralis NR, oferece um kit que contempla módulo eletrônico embarcado, sistema de transmissão de dados com antenas integradas de localização GPS e de comunicação celular GPRS, entre outros. Desenvolvido no Brasil, o produto possui garantia original Iveco. O Frota Fácil é de grande ajuda para os médios e grandes frotistas que querem flexibilidade na escolha das prestadoras de serviço de rastreamento.

Freio motor CEB, mais potente da categoria dos extrapesados

O Iveco Stralis NR vem equipado com válvula do tipo “borboleta” no sistema de exaustão combinado com o exclusivo freio de descompressão Iveco Turbo Brake (ITB). Esse sistema de freio motor é chamado CEB (Combined Engine Brake) e estará exposto na área exclusiva da marca no 19º Congresso e Exposição da SAE BRASIL. Com ele, a potência de frenagem dos novos pesados da Iveco aumentou em 20%, de 347cv para 415cv, dando aos modelos 460NR e 410NR o mais potente freio motor de suas categorias. “Maior potência de frenagem é hoje um importante fator de competitividade, especialmente para os transportadores com atuação em áreas de topografia acidentada”, explica o engenheiro Luciano Cafure.

Motor movido 100% a etanol

Outro grande destaque do estande da Iveco é o motor Iveco-FPT Cursor 8 E-100, projeto em desenvolvimento pela FPT – FiatPowertrain Technologies. O propulsor, com turbo intercooler, conta com seis cilindros em linha, quatro válvulas em cada, e gera potência e torque máximos de 320 cv ou 243 kW a 2.000 rpm e 1.300 Nm a 1.600 rpm, respectivamente.

O desenvolvimento desse motor implicou um grande desafio: transformar um motor diesel em um propulsor 100% etanol. Isso envolveu a aplicação dos sistemas de ignição e injeção indireta Otto em motores de origem Diesel, sendo necessária a modificação do cabeçote para instalação desses sistemas. A FPT realizou, ainda, um trabalho de adequação de componentes para resistir às características químicas do etanol, bem como para efetuar uma calibração específica e conferir durabilidade e confiabilidade ao propulsor. Tudo isso resulta em um grande ganho ambiental e em sustentabilidade, com o uso de uma fonte de combustível 100% renovável. Esse tipo de motor poderá equipar os caminhões Iveco que atuam em operações no setor canavieiro e sucroalcooleiro.

“Econômetro”

A Iveco traz à exposição da SAE 2010 o “Econômetro”, instrumento que indica o consumo instantâneo e a pressão do turbo – uma novidade no segmento de cavalos-mecânicos até 45 ton de PBT (Peso Bruto Total). Se a pressão for excessiva, o consumo sobe. Assim, o motorista pode controlar sua condução, otimizando a economia de combustível.

O “Econômetro” é um aliado do motorista para que ele aproveite ainda mais todas as vantagens dos baixos consumos de combustível oferecidos pelos motores Iveco-FPT Cursor 8, que equipa o modelo Iveco Cursor, e do Iveco-FPT Cursor 13, utilizados no Stralis NR. O equipamento, instalado nos paineis dos dois pesados, já sai como item de série para todas as versões das respectivas gamas.

Fonte: A Crítica de Campo Grande

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!