Por uma frota mais nova




Foto: Werner Keifer

Quarenta e cinco por cento, quase metade, portanto, da frota brasileira de caminhões têm mais de 20 anos de uso. Isso significa que cerca de 600 mil veículos já estão na idade de se aposentar, sendo que 270 mil deles estão rodando há mais de 30 anos.

Os problemas de uma frota com idade avançada são conhecidos: caminhões velhos poluem mais, estão mais propensos a estragar na rua, provocando congestionamentos, e a se envolver em acidentes. Para completar o quadro negativo, eles prejudicam uma logística mais eficiente e geram mais gastos com consumo de combustível e manutenção. Estudos indicam que os caminhões novos emitem entre 80% e 90% menos poluentes do que aqueles fabricados até 1993.

De todos os caminhões em circulação no Brasil, 53% foram fabricados antes desse ano. Tal panorama estimulou a Confederação Nacional dos Transportes a desenvolver o RenovAR – Plano Nacional de Renovação de Frota de Caminhões. Ele prevê a melhoria do acesso ao crédito, especialmente para os caminhoneiros autônomos, e a retirada de circulação dos veículos antigos com a destinação correta da sucata e de outros materiais para a reciclagem. Segundo a entidade, os autônomos representam 62% do total da frota de 1,3 milhão de caminhões no Brasil. Eles são proprietários de 88% dos veículos com mais de 30 anos e enfrentam dificuldades em comprar um caminhão novo. O RenovAR defende que sejam retirados de circulação todos os veículos com mais de 30 anos.

Fonte: Jornal do Comércio




4 comentários em “Por uma frota mais nova

  • 17/12/2013 em 03:24
    Permalink

    E quanto a nós, que amamos veículos antigos? Não poderemos mais curtir nossos veículos? Tenho um Chevette 74 e um 1113 75 que mantenho em perfeitas condições seguindo até hoje as revisões do manual. Não quero veículo mais novo, porque não gosto. Até hoje tem aviões com mas de 50 anos que voam pelo mundo todo desde que estejam com a manutenção em dia. Nem todo mundo quer andar de carro novo. Então vão tirar os cavalos e carroças das ruas também? Onde está a liberdade de escolha? Acho que deve ser cobrado uma manutenção de boa qualidade para todos os veículos, mas privar os amantes de caminhões e carros antigos do direito de circularem é um crime a liberdade individual. Nos Estados Unidos, os veículos são bem mais baratos, mas você pode ver carros e caminhões de todas as idades andando lado a lado, porque lá é o pais da liberdade. Que se faça como na aviação. Controle a manutenção te TODOS os veículos, NOVOS E VELHOS e exija um certificado de aprovação para TODOS. NINGUÉM QUER SUCATA ANDANDO POR AÍ. Mas, que seja respeitada a vontade de cada um. Neste blog mesmo, há exemplos de caminhões antigos que estão em ótimo estado de conservação. O que será destes proprietários que AMAM SEUS CAMINHÕES E CARROS ANTIGOS É QUEREM TER O DIREITO DE ANDAR COM ELES ONDE QUISEREM?

    Resposta
  • 06/10/2010 em 01:00
    Permalink

    tudo inventao para meter a mao no bolso do trabalhador fazer o que naum e irmaos caminhoneiros eles achao que no preços que estao pagando o frete hoje e o preço do oleo da pra pagar prestaçao de carro novo e

    Resposta
  • 04/10/2010 em 23:24
    Permalink

    que dó cara! eu nao mandaria meu truck velho pra sucata nem fudendo fazia um galpao so pra deixar ele la dentro hahaha

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!