Volkswagen busca título de marcas e pilotos na etapa final




A Fórmula Truck disputa neste domingo, em Brasília, a décima e última etapa da temporada, que tem liderança da Volkswagen nos dois campeonatos. No de marcas, a equipe lidera com 361 pontos. Entre os pilotos, Felipe Giaffone é o primeiro colocado, com 161.

Para se sagrar tricampeão da categoria, o paulista precisa de pelo menos um quarto lugar para não ter que se preocupar com seu adversário direto na luta pelo título, que está 17 pontos atrás. A pontuação máxima de um piloto em um GP da Truck é 32 pontos.

“Assim como nas duas vezes que cheguei a Brasília com chances de ser campeão, a decisão vai ser eletrizante. Apesar de minha vantagem na tabela de pontos, a disputa será bem acirrada, porque a Truck está cada vez mais equilibrada”, diz Giaffone. “Por isso mesmo, neste ambiente tão competitivo, é muito gratificante disputar pela terceira vez em quatro anos o título da Truck, em uma temporada que está sendo ótimo para a Volkswagen: subi no pódio em oito das nove etapas”, completa o paulista.

De fato, não é apenas o líder do campeonato de pilotos que vem se destacando em 2010 com o caminhão Volkswagen Constellation. A liderança no campeonato de marcas é apontada como outro indicativo da forte competitividade do time, como explica Renato Martins, piloto e chefe da equipe Volkswagen na Truck.

“Nossa vantagem para a segunda colocada no campeonato de marcas é de 53 pontos. É uma margem bastante confortável, mas teremos que continuar trabalhando forte para ser competitivos em Brasília e terminar com os quatro caminhões andando nas primeiras colocações. Vamos lutar bastante para trazer este título de marcas e o de pilotos com o Felipe (Giaffone)”, afirma Martins.

Segundo o também piloto da equipe Volkswagen, Valmir Benavides, a pista de Brasília representará um grande desafio para o time neste final de semana. “Sabemos que este é o circuito de maior média horária da temporada e, por ter um traçado bem simples, com apenas quatro curvas (em anel externo), a tendência é de que outros adversários consigam embolar ainda mais a briga pelas primeiras posições”, diz Benavides.

A única mulher a competir na categoria, a piloto Débora Rodrigues, aposta na boa confiabilidade e resistência do caminhão Volkswagen Constellation para que o time conquiste em Brasília mais dois títulos. “Esta é uma prova bem desgastante, principalmente se fizer o calor esperado para esta época do ano na Capital Federal”, explica Débora.

Fonte: F1Mania




Deixe sua opinião sobre o assunto!