Balanças flagraram mais de 675 mil veículos acima do peso em 2010




Cerca de 9,6 milhões de caminhões e ônibus passaram pelos PPVs (Postos de Pesagem de Veículos) nas rodovias do Brasil durante o ano de 2010. Deste número, 8,8 milhões de veículos foram avaliados pelas balanças de precisão, e foi registrado que mais de 7% (676.239) levavam carga acima dos limites permitidos pelo Código de Trânsito Brasileiro. Os registros consideram os dados dos 70 postos que operaram durante o ano passado.

Em 2009, quando havia 52 postos em operação, passaram nas balanças de precisão cerca de 5,4 milhões de veículos e destes, 8,5% transportavam excesso de peso.

Ao todo, os Postos de Pesagem de Veículos operam com 41 equipamentos fixos e 29 móveis. Os Postos com equipamentos fixos funcionam com balanças seletivas, que pesam o veículo a uma velocidade de 60 km/hora e balança de precisão lenta. Quando as primeiras indicam algum excesso, o veículo vai para as balanças lentas para calcular o peso preciso das cargas.

De acordo com a lei, em alguns casos, o DNIT efetua o transbordo e/ou remanejamento da carga excessiva. Em 2010, isto ocorreu com 244.941 veículos. O remanejamento faz a distribuição adequada da carga dentro do veículo, eliminando o excesso em algum eixo. Já com o transbordo, parte da carga é transferida para outro veículo.

Fonte: Portal Transporta Brasil




Um comentário em “Balanças flagraram mais de 675 mil veículos acima do peso em 2010

  • 29/05/2012 em 18:59
    Permalink

    Novamente venho a escrever sobre este tema. Sim existe o excesso de carga na maioria dos caminhões. Por vários motivos, mas o principal é a ganancia de empresários e alguns autônomos. Como sou forçado a reconhecer, autônomos não podem ser responsabilizados de todo,ou, pegam a carga ou não carregam mais na empresa. Sendo assim, deveria o governo penalizar com multas estratosféricas a empresa que embarcar cargas acima do peso de cada veículo; e ponto final. Daria fim a este abuso de imediato, lógico que com penalidades maiores aos funcionários corruptos que, neste país se proliferam aos montes em órgãos públicos. Haja visto o numero de policiais federais, estaduais e até mesmo os famosos( amarelinhos, marronzinhos, vermelhinhos) guardas municipais, pegos em flagrante por meio de reportagens a pedir bolinha para liberar,ou, até mesmo ocasionando fatos ( quebra de lacre, sinaleira) para criar motivo de achaque.

    PS. Parece que deram fim aos CARDIAIS NO PARANÁ, se verdade foi um bom exemplo de como se eliminar um bando de pássaros chupins.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!