Empresas têm 53% dos veículos do RNTRC e autônomos quase 46%




A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) registrou 489.387 transportadores de carga para terceiros no País. E uma frota de 1.329.390 caminhões no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC), iniciado em 2009 e finalizado em 31 de dezembro de 2010. As empresas representam apenas 14,55% dos registros, mas detêm 53,28% dos veículos. Os autônomos, por sua vez, respondem por 85,4% dos registros e possuem 45,95% dos caminhões (ver tabela).

Segundo o RNTRC, a idade média da frota dos autônomos é de 18,9 anos, enquanto os das empresas de transporte têm 8,5 anos e os das cooperativas, 14,4 anos. A idade média de toda a frota é de 13,3 anos.

Estima-se que boa parte dos transportadores, principalmente autônomos, não tenha feito o registro. E a ANTT alerta que quem for flagrado pela fiscalização da agência ou da Polícia Rodoviária Federal dirigindo sem o registro atualizado será autuado. Os valores das infrações variam de R$ 550 a R$ 5.000.

Além disso, segundo a agência, a contratação de um transportador rodoviário de cargas sem inscrição no RNTRC ou com inscrição suspensa ou cancelada também sujeita o embarcador contratante ao pagamento de multas.

A maior parte dos caminhões registrados está na categoria de “caminhão simples de 8 a 29 toneladas”: são 460.973 do total. Na sequência vem os “semirreboques”, que totalizam 371.676. Na categoria “caminhão trator”, foram registrados 303.053 veículos e, como bitrens, 1.970.

Fonte: Revista Carga Pesada




Deixe sua opinião sobre o assunto!