FORD é a marca do ano em caminhões semileves com o F-350




A Ford foi a Marca do Ano em Caminhões Semileves e ficou também com o troféu de Caminhão Semileve do Ano na entrega do Prêmio Lótus, da Editora Frota, um dos mais importantes da indústria brasileira de veículos comerciais. Eleito com base no desempenho de vendas no atacado os dois prêmios foram conquistados pela liderança de vendas do Ford F-350, que somou 3.059 unidades em 2010 e obteve uma participação de 35% no segmento de 2,5 a 6 toneladas.

O F-350 faz parte da Série F Ford – a linha de veículos mais vendida do mundo – e teve um crescimento de cerca de 27% em 2010 em comparação com o ano anterior. Desde que a categoria de caminhões semileves foi introduzida no Prêmio Lótus, em 2002, a Série F é a maior vencedora, com sete troféus de Caminhão do Ano. E também deu à Ford seis troféus de Marca do Ano nas dez edições já realizadas.

Com peso bruto total de 4.500 kg, o F-350 é veículo ideal para aplicações como transporte de produtos hortifrutigrangeiros, animais, coleta de leite, distribuição urbana, resgate e ambulância. Também é o preferido pelas empresas elétricas e de telefonia para a manutenção de redes com cesto aéreo. Ele é equipado com motor Cummins 3.9, com potência de 120 cv e torque máximo de 45 kgfm, adequado ao padrão de emissões Euro 3.

“O Ford F-350 reúne características únicas no mercado. É um caminhão leve, ágil e versátil, que une a tradicional robustez da Série F com economia operacional. Como todo o caminhão Ford, oferece excelente custo-benefício e conquistou clientes fiéis”, diz Pedro de Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

Na versão cabine dupla, o Ford F-350 é o único da categoria com capacidade para transportar seis pessoas e equipamentos de trabalho. Por isso, nessa configuração também é muito procurado por clientes das regiões rurais, onde a aplicação de veículos de uso misto é grande. Sua cabine do tipo convencional, moderna e ampla, proporciona conforto, fácil acesso e bom isolamento térmico e acústico, enquanto o chassi tipo escada, com longarinas retas, facilita o encarroçamento.

Fonte: Cross Brasil




Deixe sua opinião sobre o assunto!