Caminhões ganham versões futuristas em Berlim




A dianteira é a de um avião, o interior do segundo segmento lembra uma embarcação de lazer, e a traseira… bem, a parte de trás do InnoTruck é o que se poderia chamar de caminhão. Cruzar com esse conjunto numa estrada poderia levar qualquer um a pensar em muita coisa – de um jato sem asas a um veículo militar secreto – antes de associar com transporte de cargas.

Mas ousadia dá o tom no Michelin Challenge Bibendum, que vai até domingo em Berlim. E o InnoTruck é um projeto apresentado na área de Inovação do evento, realizado no antigo aeroporto de Tempelhof. Com design de Luigi Colani e projeto de três professores e três candidatos a PhD da Universidade de Tecnologia de Munique, o protótipo de supercaminhão tem resistência aerodinâmica de carro esportivo, com Cx 0,30. E, avisa o orgulhoso universitário que apresenta o projeto, pode carregar as baterias de até oito carros elétricos, simultaneamente.

Deve demorar muito para você cruzar com um desses na estrada. Para ir se acostumando com o desenho arrojado, dê uma olhada no Glider, caminhão-conceito projetado pela Iveco com inspiração na “metamorfose uma águia que plana conforme mergulha em direção ao solo”. Poesia da empresa do grupo Fiat que se converte em redução do arrasto aerodinâmico, geração e recuperação da energia.

Entre outras inovações, a distância entre caminhão e carga será reduzida, a fim de reduzir a turbulência e o arrasto. E o interior vai tratar o motorista com muito conforto e recursos de segurança e informação.

Fonte: Auto Esporte




Deixe sua opinião sobre o assunto!