Mercado de caminhões se mantém aquecido




O aumento de 40% nos pedidos de veículos comerciais proporcionou um incremento significativo nos negócios do Grupo MAN no primeiro trimestre. De acordo com informações da companhia, no período, as receitas totais atingiram a cifra de 3.7 bilhões de euros, um avanço de 19% com relação ao mesmo período do ano passado.

O negócio de veículos comerciais na Europa cresceu 35%, para dois bilhões de euros. Segundo a marca, houve um aumento de 91% em vendas unitárias de caminhões, quando comparado com o trimestre do ano anterior. Na América Latina, a MAN aumentou sua receita em 20% para 0.9 bilhão de euros, o que é mais uma alta histórica para esta divisão.

No Brasil, a divisão de veículos comerciais leves está sob a liderança do companhia alemã, com o modelo Constellation, com participação de 37,6%, seguido do Atego da Mercedes-Benz, que possui 27,8% da fatia. Recentemente, a Ford lançou a nova linha Cargo, com a qual pretende ampliar seu market share de 23,9% para 25%.

De acordo com a Anfavea (Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores), no primeiro trimestre deste ano, o mercado nacional absorveu 13,79 mil unidades ante 9,59 mil veículos., totalizando um crescimento de 43%.

Segundo a entidade, o desempenho deve superar os números do ano passado pois haverá grande demanda para atender a renovação de frota em razão das novas normas de emissões e as obras de infraestrutura que a Copa do Mundo necessitará.

Fonte: WebTranspo

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!