Fim da carta-frete aquece mercado financeiro




Com o fim do pagamento dos fretes rodoviários por meio da carta-frete, bancos e administradoras de meios eletrônicos de pagamento estão se movimentando para desenvolver produtos e fazer parcerias voltadas para atender este mercado. Até outubro, obrigatoriamente, todo o fluxo de pagamento de frete a motoristas de caminhão terá que ser pelo sistema financeiro formal.

Atualmente, apenas o Bradesco atua na área, com um cartão pré-pago com bandeira Visa, instrumento usado pelas transportadoras para fazer o pagamento dos carreteiros autônomos. Com a exigência da formalização, o Banco do Brasil será um novo participante desse segmento, além do BicBanco – que se prepara para atuar na área.

De acordo com estimativas do governo federal, apenas R$ 16 bilhões são destinados a pagamento do transporte rodoviário anualmente no País. Entretanto, segundo estimativas da consultoria Deloitte, trata-se de um mercado que movimenta cerca de R$ 60 bilhões por ano. Ou seja, R$ 44 bilhões transitam na informalidade.

De olho neste mercado, o BB lançará no segundo semestre um cartão pré-pago para o segmento. Ao que tudo indica, o cartão terá a marca Visa, já que a bandeira é a única com rede de aceitação de alcance nacional e que tem um produto voltado para o segmento de transportes, o Visa Cargo.

Segundo Mário Casasanta Pereira Netto, gerente executivo da diretoria de cartões do BB, a meta é, a princípio, atender a própria base, já que a instituição financeira tem em carteira cerca de 40 mil empresas que trabalham com transporte de carga rodoviária, sem contar os próprios carreteiros que já são correntistas da instituição e não há como identificar um a um dentro de universo de 50 milhões de contas, diz Casasanta.

Fonte: Revista O Carreteiro




Um comentário em “Fim da carta-frete aquece mercado financeiro

  • 14/12/2011 em 10:02
    Permalink

    Acabou a maldita carta frete e entrou o maldito cartão,quando o peão vai abastecer o óleo é mais caro e quando vç quer sacar dinheiro vem a mensagem OPERAÇÃO NÃO PERMITIDA…me corrijam se eu estiver enganado (mudou alguma coisa?)

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!