MAN Latin America antecipa à imprensa especializada a nova linha Volkbus 2012




A MAN Latin America, vice-líder em vendas de chassis de ônibus no Brasil com mais de 30% do mercado, antecipa à imprensa especializada as novidades da linha Volkbus 2012 que serão destaque na Transpúblico, feira nacional de ônibus que se realizará em São Paulo de 24 a 26 de agosto de 2011.

Pela primeira vez na América do Sul, ônibus da marca Volkswagen recebem motorização MAN, já em montagem no País. Novos motores Cummins complementam a oferta da nova tecnologia Euro 5 aos consumidores, atendendo à entrada em janeiro de 2012 da nova fase do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores, o PROCONVE P7.

“Para atendermos a legislação, bastaria trabalharmos apenas na mudança de motores da linha Volksbus. Fomos além, e desenvolvemos uma linha totalmente renovada, com uma série de evoluções tecnológicas que agregam ainda mais valor a linha Volksbus”, diz Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America.

Sempre pensando na melhor solução para cada tipo de aplicação, do miniônibus ao ônibus rodoviário e articulado, a montadora preserva as características principais da marca Volkswagen Caminhões e Ônibus: robustez, confiabilidade e baixo custo operacional.

A tecnologia MAN, apresentada pela primeira vez na Transpúblico, tem uma longa tradição de sucesso na Europa, onde os chassis de ônibus da marca são sinônimo de eficiência e confiabilidade. A exemplo do que ocorre no Brasil, onde a seleção nacional e mais 17 times de futebol viajam a bordo de modelos Volksbus, na Alemanha os ônibus MAN são o transporte oficial de diversas equipes da Bundesliga, uma das mais importantes ligas esportivas europeias. Agora presentes nos dois lados do oceano Atlântico, os motores MAN seguem surpreendendo os mais exigentes consumidores: os frotistas e usuários dos ônibus urbanos e de fretamento que utilizam essa forma de transporte a caminho do trabalho e do lazer.

Desenvolvimento sob medida

Para cumprir as rígidas exigências do PROCONVE P7, o foco é no desenvolvimento de sistemas de tratamento dos gases de escape. Esses sistemas permitem reduzir significativamente as emissões de poluentes para os veículos com motores de ciclo diesel.

Existem dois tipos de tecnologia disponíveis: o SCR – Selective Catalyst Reduction (Redução Catalítica Seletiva) e o EGR – Exhaust Gas Recirculation (Recirculação de Gases de Exaustão).

Fabricados no Brasil pela MAN Latin America na fábrica da MWM em São Paulo (SP), os motores MAN D08 equipam três dos oito modelos da nova linha e carregam todo o know-how de uma unidade de negócios da MAN focada exclusivamente no desenvolvimento de motores.

Dotados de tecnologia EGR e oferecidos nas versões de quatro e de seis cilindros, os motores MAN D08 foram desenvolvidos especificamente para a aplicação ônibus, o que garante uma série de benefícios como baixo nível de ruído e consumo de combustível, maior intervalo de manutenção e menor emissão de poluentes. Motor de concepção moderna, reconhecido pelo seu alto rendimento, qualidade, durabilidade, além de ser de fácil manutenção.

Além disso, a MAN Latin America contará também com toda a tradição dos motores Cummins ISF e ISL com tecnologia SCR, de quatro e seis cilindros respectivamente. As novidades equiparão os miniônibus, microônibus e também chassis rodoviários e articulados Volksbus.

Testadas em todos os segmentos e aplicações, a MAN Latin America utilizará em cada produto as tecnologias que melhor se adaptam às condições de aplicação e que apresentam o menor consumo de fluidos, seja combustível, lubrificante ou fluido ARLA 32, garantindo desempenho e durabilidade. “As duas opções de tecnologia Euro 5, a SCR e a EGR, estarão disponíveis em nossa nova linha de produtos. São as melhores opções disponíveis no mercado para as aplicações a que se destinam”, garante Cortes.

Conheça os modelos da linha Volksbus 2012

VW 5.150 OD

Com um moderno motor Cummins ISF de 3,8 litros e sistema de pós-tratamento de emissões (SCR) baseado na utilização de ARLA 32 (AdBlue), o modelo é ideal para o transporte escolar, shuttle de empresas de turismo e também em auto escola, como veículo para formação de condutores.

Características como eixo traseiro de rodado simples e alavanca de troca de marchas no painel, o colocam como potencial concorrente ao segmento hoje atendido por Vans porém com maior capacidade de passageiros (em média 30%), maior conforto e segurança.

Entre os aspectos que auxiliarão na produtividade do condutor, o modelo apresenta ainda novas propostas para o aumento do conforto do motorista, com a redução do esforço no acionamento das marchas e aspectos ergonômicos que visam reduzir a fadiga no dia-a-dia de trabalho.

VW 8.160 OD

Ideal para aplicações fretamento e urbana de média densidade, com carrocerias que podem chegar a 8 metros de comprimento, o modelo conta com motor Cummins e sistema de pós-tratamento de emissões (SCR) baseado na utilização de ARLA 32 (AdBlue).

Além do novo motor Cummins ISF de 3,8 litros, o novo lançamento oferece ainda caixa de transmissão ZF 5S 420 com alavanca de transmissão posicionada diretamente sobre a transmissão, o que garante maior durabilidade e maior conforto aos motoristas.

O modelo conta ainda com posicionamento de cockpit desenvolvido para o motorista que exerce também a função de cobrador, além de melhorias em durabilidade e conforto, o que torna o veículo extremamente competitivo no segmento de microônibus.

VW 9.160 OD / VW 9.160 OD Plus

Reconhecidamente a melhor opção do segmento, o modelo incorpora uma série de inovações. O novo motor Cummins ISF de 3,8 litros e sistema de pós-tratamento de emissões (SCR) baseado na utilização de ARLA 32 (AdBlue), aliado a caixa de transmissão ZF 5S 420 de 5 marchas e as duas opções de eixo traseiro garantem ao veículo atributos como robustez, durabilidade e flexibilidade.

O novo sistema de troca de marchas por cabos garante ao veículo maior precisão nos engates, menor esforço nas trocas de marchas e consequentemente maior ergonomia e conforto ao motorista.

O painel de instrumentos é totalmente novo e com layout mais agradável, o que proporciona maior harmonia com o painel desenvolvido pelos encarroçadores. Além disso, incorpora uma série de itens que suportam o motorista durante a operação.

O modelo 9.160 OD conta com entre eixo de 3900 mm, eixo traseiro Dana e PBT de 8.500 kg. Na versão Plus o veículo conta com entre eixo de 4300 mm, eixo traseiro Meritor e PBT de 9.200 kg.

VW 15.190 OD

Ideal para o transporte urbano em linhas distribuidoras, operando como midibus ou fretamento de curtas e médias distâncias, o Volksbus 15.190 OD passa a contar com um novo conjunto powertrain com excelente compromisso entre desempenho e custo operacional.

Equipado com motor MAN D08 de 4 cilindros, o motor apresenta moderna tecnologia afim de garantir a conformidade com o Proconve P7. Desenvolvido exclusivamente para a aplicação ônibus, o motor é equipado com dois estágios de sobrealimentação (2 turbocompressores), sistema de injeção Common Rail e tecnologia EGR, afim de oferecer excelente desempenho mesmo em baixas rotações.

Além da motorização, o modelo incoropora nova embreagem com 395 mm de diâmetro e caixa de transmissão ZF 6S 1010 de 6 velocidades com servo assistência e transmissão por cabos, o que garante maior conforto e durabilidade de todo o conjunto.

Novas funcionalidades eletrônicas foram incorporadas ao veículo e o novo painel de instrumentos proporciona uma série de itens afim de suportar o motorista durante a operação.

VW 17.230 OD

Desenvolvido para suportar as severas operações do transporte urbano e também como excelente solução ao serviço de fretamento, o novo Volksbus 17.230 OD alia a tecnologia de um motor MAN aplicado com sucesso em diversos lugares no mundo, a robustez e a confiabilidade já reconhecidos do modelo.

O motor MAN D08 de 4 cilindros com dois estágios de sobrealimentação (2 turbocompressores) e sistema de injeção Common Rail garantem torque e potência compatíveis com a operação. Com polia adicional de série e pacote de arrefecimento reposicionado, facilita o trabalho do encarroçador na instalação de carrocerias equipadas com ar condicionado.

Para atendimento do Proconve P7, o motor está equipado com tecnologia EGR, que garante melhor aproveitamento do espaço do chassi, já que não exige a instalação de tanque adicional, além de não interferir no encarroçamento do veículo.

O modelo ainda incoropora embreagem de maior diâmetro, com 395 mm de diâmetro, e caixa de transmissão ZF 6S 1010 de 6 velocidades com servo assistência e transmissão por cabos, o que garante maior conforto e durabilidade de todo o conjunto.

O modelo será oferecido também na versão V-Tronic, equipado com transmissão automatizada, com todos os atributos relacionados a custos operacionais já reconhecidos pelo mercado.

O Novo painel de instrumentos e as novas funcionalidades eletrônicas também foram incorporadas ao modelo. Através da ferramenta de diagnóstico VCO é possível a parametrização de algumas funções do motor, o que garante a otimização da operação para cada tipo de aplicação.

VW 17.280 OT

Ideal para as aplicações de fretamento e rodoviário de curta distância, bem como aplicações urbanas com alta demanda de passageiros, seja para aplicação com piso normal ou mesmo piso baixo (Low Entry), o Volksbus 17.280 OT vem agora equipado com novo conjunto powertrain para atendimento a todos os tipos de aplicação.

O motor MAN D08 com 6,7 litros, 6 cilindros e 280 cavalos de potência conta com tecnologia de recirculação de gases de exaustão (EGR). Assim como no modelo 4 cilindros, o modelo conta com dois estágios de sobrealimentação (2 turbocompressores) e sistema de injeção Common Rail, que garantem excelente desempenho mesmo em baixas rotações.

A nova transmissão mecânica ZF 6S 1010 de 6 velocidades com servo assistência e transmissão por cabos, garante maior conforto ao motorista e maior durabilidade a todo o conjunto. Oferecemos também a caixa de transmissão automática ZF 6HP 502C e o modelo na versão V-Tronic, equipado com transmissão automatizada e com todos os atributos já reconhecidos pelo mercado.

Ideal para carrocerias de até 13,2 metros o modelo é oferecido com entre eixo de 6.000 mm na versão urbana (Piso Alto ou Piso Baixo) ou entre eixo de 3.000 mm para a aplicação fretamento, o que permite a instalação de bagageiro passante.

VW 18.330 OT

Aproveitando toda a sinergia de desenvolvimento entre a MAN Latin America e a Cummins, a opção rodoviária vem equipada com motor Cummins ISL de 8,9 litros e 330 cavalos de potência, que trabalha com tecnologia SCR e utiliza ARLA 32 (AdBlue) para atender os limites de emissões do PROCONVE P7.

Conta com caixa de transmissão Eaton FSBO 9406 AE com servo assistência, o que garante facilidade nas trocas de marchas e maior conforto ao motorista.

O modelo apresenta ainda retarder Voith VR 123 como opção, o que garante maior durabilidade ao sistema de freios e maior segurança em aplicações com alta exigência do sistema de freios.

O desenvolvimento de diversos outros componentes do trem de força focados no aumento de durabilidade, como cardan e eixo diferencial, fazem desse modelo um dos mais robustos da categoria.

A eletrônica embarcada, marca dessa nova linha, está presente em diversos aspectos do desenvolvimento. O design do novo painel beneficia a egonomia e os novos indicadores permitem o controle mais eficiente das funções do veículo. De forma mais discreta, novas funcionalidades auxiliam na forma adequada de condução e controle.

O condutor foi beneficiado com a implementação de itens como mudança de marchas por cabos e transmissão servo-assistida, para o conforto e redução de fadiga em condições de operação.

VW 26.330 OTA

Com um protótipo apresentado à imprensa especializada em novembro de 2010 durante a feira Fetransrio no Rio de Janeiro (RJ), o Volksbus articulado apresenta não só as inovações tecnológicas comuns a todos os veículos da linha, mas inaugura um novo nicho de atuação para os chassis da marca.

Dotado de uma articulação leve, eficiente e de manutenção reduzida, com 18,6 metros de comprimento, o produto é uma solução de relação custo-benefício diferenciada, e acentuada produtividade, especialmente graças ao novo motor Cummins ISL de 8,9 litros. A nova transmissão ZF Ecolife permite a programação de condições de rota de acordo com a aplicação, garantindo a previsibilidade da condução do veículo e aumento da durabilidade dos componentes.

Os detalhes construtivos e os intensos estudos de engenharia realizados oferecem a robustez necessária para aplicações de alto volume, como as dos corredores troncais e sistemas BRT.

18 anos de sucesso

A MAN Latin America entrou no mercado de ônibus em 1993 com o lançamento do modelo VW 16.180 CO. O chassi chegou no momento em que o mercado pedia por alternativas no segmento de ônibus e não marcou apenas o nascimento da Linha Volksbus, mas também de um atendimento diferenciado feito na garagem do frotista.

Logo em seguida, a marca ingressou no mercado de micro ônibus, com o modelo VW 8.140 CO. De lá pra cá, a linha não parou de crescer e recebeu inúmeros atributos tecnológicos como, por exemplo, a versão V-Tronic dos modelos urbanos 17.230 EOD e 17.260 EOT. Com toda essa tecnologia e a credibilidade depositada pelos clientes, os ônibus Volkswagen praticamente dobraram sua participação de mercado entre os anos de 1997 e 2010.

De janeiro a junho deste ano, foram emplacados 5.415 chassis Volkswagen, o que representa uma participação de 33,3% de mercado e um aumento de 54% no volume de vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2010, a marca se manteve na vice-liderança brasileira com 7.523 chassis emplacados e uma participação de 26,5% de mercado.

Em caminhões, a participação da MAN Latin America no mercado brasileiro é ainda melhor. A marca é lider em vendas no Brasil há oito anos consecutivos. Até junho, já foram emplacados 25.220 caminhões Volkswagen, com uma participação 30,6% de mercado. O número representa um incremento de 25% nas vendas em relação ao período entre janeiro e junho do ano passado. A montadora fechou o ano de 2010 com 45.318 caminhões emplacados e 29,1% de participação no mercado.

Veículos mais eficientes, ar mais limpo

O PROCONVE, criado em 1986 pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), tem como objetivo a redução dos níveis de emissão de poluentes por veículos automotores visando o atendimento aos padrões de qualidade do ar, especialmente nos centros urbanos. Além disso, promove o desenvolvimento tecnológico da engenharia automobilística nacional.

Durante seus seis primeiros anos, o programa controlou apenas a emissão de fumaça de caminhões e ônibus, chamada de Fase 1. Em 1994, passou a vigorar a Fase 2 com um controle que exigia limites máximos de emissão de poluentes para veículos de passeio, carga e passageiros. A indústria teve que adequar 80% de sua produção à norma vigente e os 20% restantes em 1996.

As Fases 3 e 4 foram implantadas nos anos seguintes, sendo a última em 2006. Nesse período, uma das principais mudanças foi à redução de limites de emissão de poluentes de 64,3% entre a Fase 2 e a Fase 4. É importante ressaltar que o PROCONVE se baseia na conhecida norma Euro, responsável pela regulamentação de emissões na Europa.

Na Fase 5, equivalente a Euro 3, os motores mecânicos e eletrônicos atingiram os limites exigidos de emissões de poluentes. A Fase 6, que equivaleria a Euro 4, não foi implantada em 2009 devido ao atraso na especificação do óleo diesel adequado, e sua publicação ocorreu somente em novembro de 2007.

Um acordo bilateral firmado entre a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e o Governo Federal alterou o prazo para as montadoras e as refinarias se adequarem às novas exigências. O tempo de desenvolvimento, homologação e produção de motores a diesel varia entre 36 a 54 meses.

O CONAMA, em conjunto com o IBAMA, decidiu então criar uma nova fase do PROCONVE, o P7, equivalente ao Euro 5, e que entra em vigor em 1º de janeiro de 2012. Significa um salto de qualidade no controle de emissão de poluentes e que trará muitos benefícios para todos os envolvidos, principalmente ao meio ambiente.

O PROCONVE P7 também exige a redução de 60% nas emissões de óxidos de nitrogênio (NOx), que contribuem para a formação das chuvas ácidas e o smog (fumaça, em inglês) + fog (névoa ou neblina). Alguns deles, como o dióxido de azoto, podem causar irritações nos pulmões e diminuir a resistência às infecções respiratórias como a gripe. A população mais suscetível de sofrer com esses poluentes são as crianças e os doentes com asma, enfisema, bronquite crónicas ou outras doenças respiratórias.

Além das reduções de Material Particulado (MP) e Óxidos de Nitrogênio (NOx), o PROCONVE P7 exige a redução de 18,5% nas emissões de monóxido de carbono (CO).

Fonte: Man Latin America

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!