Retrospectiva Volvo: começo dos anos 2000 traz tecnologia e inovação




As conquistas da marca durante essa década alavancaram conceitos de performance e segurança.

A linha de modelos de caminhões foi ampliada a partir de 2003. Foi nesse ano que surgiram os semipesados mais economicos do mercado: os Volvo VM. Com os modelos VM 17 e VM 23 chassi rígido, nas versões 4×2 e 6×2, e mais tarde, em 2005, os VM cavalo mecânico 4×2 e rígido 6×4, a linha de semipesados abre uma nova era no transporte nacional. A linha de caminhões pesados também foi inteiramente renovada, com versões mais modernas do FH e FM, com destaque para o FM 8×4, desenvolvido especialmente para segmentos de mineração e construção.

Em 2005, a linha Volvo VM ganhou um novo membro, o VM4x2T. Com um novo design, potenciais e, principalmente conforto, esses veículos se tornaram objeto de desejo e os mais econômicos de sua categoria.

O ano de 2006 trouxe uma renovação na linha FH/FM, com novos motores mais potentes e econômicos e nova transmisssão I-Shift, para 60t. É a linha Total Performance. Em 2006 também foi produzida a última unidade do modelo NH, de cabine “nariguda”. Com isso encerrou-se um ciclo iniciado com os modelos N, NL e NH, em 26 anos de fabricação.

Os próximos destaques viriam em 2008, quando foi lançada a primeira Série Especial da linha VM: o VM 10.000. Este veículo comemorou o número de 10 mil VMs vendidos no Brasil. Um ano depois, foi lançado o VM ECO para celebrar a economia que este caminhão tem no seu segmento e também a preocupação Volvo com o meio ambiente. E, em 2010 surgiu a série especial “Athor”, que participa de programas de test drive nas estradas , como a Caravana da Economia e o Fest Drive VM. O Athor conta com bancos de couro, cor prata still e faixas decorativas reflexivas, 2 tanques com capacidade total de 560 litros e câmbio de 9 marchas com escalonamento constante entre outros itens de série exclusivos.

Lançado também em 2010, o FMX foi projetado especialmente para operações extremas, como construção, mineração e plantações de cana de açúcar. O FMX é o Volvo preparado para enfrentar terrenos difíceis e transportar cargas de 32 a 50 toneladas de PBT (Peso Bruto Total).

Fonte: Blog Volvo Caminhões

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!