Foton Motor chega ao Brasil




Montadora chinesa Foton Motor Group é a uma das maiores fabricantes de veículos comerciais do mundo. Em seus 13 anos de existência no distrito de Changping, em Beijing, a empresa já produziu e vendeu mais de 3 milhões de veículos, sendo que, em um ano chegou a comercializar 650 mil unidades. Atualmente, oferece uma vasta linha de produtos, que abrange caminhões (semileves, leves, médios e pesados), ônibus, veículos utilitários, picapes e automóveis de passeio.

A Foton investe em alta tecnologia em pesquisas e no desenvolvimento de seus produtos, em busca de soluções inovadoras cada vez mais eficientes para atender as normas de controle de gases poluentes ao meio ambiente. E prepara-se para se instalar no mercado brasileiro de caminhões leves, passam a importar seus veículos que serão lançados oficialmente na Fenatran 2011. Com uma cota de 100 caminhões para a venda, serão comercializados em dez pontos de revendas no país, a montadora planeja construir uma fábrica no Brasil a partir de 2015.

“A empresa chinesa tem como meta vender no primeiro ano no Brasil 5 mil caminhões”, diz Luiz Carlos Mendonça de Barros, presidente da Foton Aumark do Brasil, empresa distribuidora dos veículos no País.

Os caminhões leves Aumark chegam ao Brasil em três modelos de 3;5;6 e 9 toneladas. Desenvolvidos para oferecer diferentes necessidades, ao mesmo tempo, qualidades, potência, segurança, conforto e economia de combustível de 20% a 30%, podendo trazer lucratividade para os transportadores e frotistas. Um dos pontos fortes da linha Aumark é o seu motor Cummins, uma parceira desde 2007. Além, da caixa ZF e sistema de alimentação eletrônica Common Rail feita pela Bosch. Com design de quatro válvulas, aliado à transmissão, faz com que o veículo seja mais econômico e menor ruído.

“Vamos trazer um veículo completo com ar condicionado e freio ABS de série” diz Barros.
Os motores da linha Aumark já estão adequados ao Euro V com a tecnologia SCR (Redução Catalítica Seletiva) um sistema de tratamento de emissão de gases, para atender a nova legislação brasileira que entra em vigor em 2012. Esta linha é produzida na China e conta com a parceria da montadora inglesa Lotus, Mercedes-Benz, AVL e Cummins. Compactos e mais leves, com manutenção mais simples, os motores contam com bloco mais resistente, cárter termoplástico, tampa de válvula e conjunto de engrenagens traseiro, que resultam em menor ruído e vibrações. Apresenta também, válvula de exaustão, que garante maior torque em baixa velocidade, oferecendo melhor desempenho dos modelos nas subidas.

Modelos

A versão semileve Aumark de 3,5 toneladas, com tração 4X2, tem 4,8 metros de comprimento de 1,82 metros de largura. O motor Cummins ISF 2.8, com sistema de injeção eletrônico Common Rail Bosch, tem potência de mais de 108,7 cv a 3800 rpm e caixa de mudanças ZF 400, com over drive (o motor trabalha em menor rotação), aumentando a vida útil. Vem equipado com o sistema de tratamento de emissões EGR (sigla em inglês para recirculação dos gases de exaustão) que precisa de catalisador para filtrar os gases poluentes. Tecnologia que atende as normas do Euro IV, e diminui o consumo de combustível.

Já a versão leve de 6 toneladas é equipado com motor Cummins ISF 3.8, com 143 cv de potência a 2600 rpm. Com o chassi mais alto da categoria, com 1,8 metro de distância do chão e com o sistema de tratamento de emissões SCR (Redução Catalítica Seletiva), adequados as normas do Euro V.

O Aumark leve de 9 toneladas tem seu chassi de 8,3 metros de cumprimento, 2,3 metros de altura e 2,1 metros de largura. Com motor Cummins ISF 3.8 litros desenvolve uma potência de 170 cv a 2600 rpm. Possui a mesma tecnologia SCR.

Acessórios

Com estilo arrojado e inovador os caminhões leves, possuem carroceria com linhas suaves e fluidas. A empresa apostou em estudos sobre segurança e criou aplicativos como o para-brisa frontal curvado que ajuda a reduzir com eficiência as áreas de ponto cego do veículo. Outra inovação tecnológica são os faróis de cristal em formato diferenciado, três vezes mais fortes que os modelos convencionais.

Os chassis dos modelos foram feitos em aço de alta qualidade, desenvolvido pela Lotus. Sua estrutura com a viga longitudinal estampadas simultaneamente no molde atende os requisitos de total segurança, inclusive quando o veículo está em alta velocidade e com a carga máxima.

O sistema de amortecimento também utiliza tecnologia Lotus e absorve melhor a vibração externa. Outro item importante é o uso de molas auxiliares na parte de trás do veículo oferece maior capacidade e previne tombamentos laterais. Os modelos contam com freios a disco e a tambor, que garante eficiência total de frenagem. O painel de instrumentos possui detalhes de acabamento em madeira.

Fonte: Na Boléia




Deixe sua opinião sobre o assunto!