Mercedes anuncia parceiros em Minas para fabricar caminhões




Depois de interromper a produção de carros e anunciar a primeira remodelação completa de uma fábrica de automóveis para outra de caminhões, a Mercedes-Benz divulgou, em Wöerth, Alemanha, o nome de três fornecedores em Minas Gerais.

O projeto tenta reaproveitar a fábrica de Juiz de Fora (MG) para buscar a liderança do crescente mercado brasileiro de caminhões. A produção começará em janeiro.

A direção brasileira da marca anunciou acordos com a Maxion (que montará o chassi), a Randon (que fornecerá kits periféricos do motor) e a Seeber (que entregará peças de plástico).

As três farão partes do projeto para produção em Minas de dois caminhões: o Accelo (caminhão leve para volumes entre 7 e 9 toneladas), hoje montado em São Bernardo do Campo (SP), e o Actros (caminhão pesado), hoje montado na Alemanha.

Em 2010, a Mercedes-Benz decidiu encerrar, pela segunda vez, a produção de automóveis em Minas Gerais, unidade onde estava concentrada a estratégia de montagem de carros de luxo no Brasil.

Para aproveitar uma unidade industrial de 176 mil metros quadrados de área construída, o grupo decidiu remodelar a fábrica inteira.

O plano vai consumir 200 milhões de euros para a montagem de 15 mil caminhões por ano.

Fonte: Jornal de Floripa

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!