Pesados freiam melhor nos EUA




Desde o início de agosto, todos os veículos comerciais comercializados nos Estados Unidos, com peso bruto superior a 31.750 kg, devem parar totalmente em 76 metros em uma freada a 60 km/h. A nova condição foi normatizada pelo NHTSA (National Highway Traffic Safety Association), órgão governamental que estudo e propõe novas leis de segurança nas autoestradas daquele país. A nova lei reduziu o espaço de frenagem em 30%. Antes, os caminhões, ônibus, carretas e tratores com três eixos equipado com freio a ar tinham que efetuar a frenagem em 108 metros.

A nova regra nasceu após estudo monitorado pelo órgão que apontou que a maioria dos acidentes nos Estados Unidos tem o envolvimento de carretas articuladas. A nova exigência pôs as empresas em busca de novas soluções e o Grupo BorgWarner designou o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da TMD Friction do Brasil (Indaiatuba – SP) e outra unidade sua nos Estados Unidos, para atenderem o grande desafio. Em parceria com a Arvin Meritor, a empresa desenvolveu materiais denominados “High Friction” (alto atrito) capaz de efetuara a frenagem no espaço estabelecido.

Os novos produtos estão sendo exportados para a Arvin Meritor dos Estados Unidos desde o mês de junho passado. Com a nova norma, a NHTSA projeta que cerca de 200 mortes e 300 lesões graves serão evitadas anualmente, além de prejuízos materiais calculados em US$ 170 milhões.

Fonte: Tranpoonline

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!