Todo dia é Dia do Motorista




O motorista brasileiro está entre as categorias profissionais que mais sofrem com a desvalorização e a vivência de condições adversas de trabalho. Má remuneração, pouco cuidado com a saúde, falta de capacitação profissional, falta de respeito por parte de players da cadeia de suprimentos, legislação capenga e falta de regulamentação da profissão são apenas alguns dos itens que estão fazendo com que toda uma categoria profissional esteja em colapso.

A atratividade da profissão está em baixa, muitos clãs de motoristas que trazem o legado do volante de geração em geração estão tendo a corrente interrompida, com os jovens em busca de outras carreiras. Este lado difícil da profissão é tema eterno dos debates, do noticiário e do conteúdo que orbita o transporte de cargas brasileiro.

A criação do Estatuto do Motorista, missão do senador gaúcho Paulo Paim (PT), que está correndo o Brasil para angariar informações e sugestões para o texto final do que será a consolidação das leis que regerão o setor, é um lampejo de esperança para as relações entre profissionais, autônomos, transportadoras, embarcadores e operadores logísticos.

A falta de regras no setor faz com que o motorista seja, quase que obrigatoriamente, personagem de histórias de descaso, acidentes, falta de segurança, perda de vidas nas rodovias e tantos outros fatos tristes que acontecem todos os dias no Brasil.

Leis para ajudar o motorista profissional a ter melhores condições de trabalho e remuneração são urgentes e, em alguns casos, têm vindo em boa hora, como é o caso do o fim da carta frete e a obrigatoriedade de pagamento dos fretes por meio de depósito em conta corrente ou em cartão eletrônico em nome do caminhoneiro.

Caminhos como este, que permitem que os autônomos possam comprovar renda e utilizar créditos e financiamentos para renovar seus caminhões, são um exemplo de que o transporte rodoviário em nosso País ainda está em um estágio muito atrasado, mas há pessoas e instituições preocupadas com este cenário.

Soluções de treinamento são essenciais, como é o caso da empresa de Guarulhos que oferece tecnologia de ponta em simuladores para ensinar e capacitar os motoristas, com objetivos claros de diminuir os acidentes, melhorar a colocação profissional e otimizar o uso da máquina, com a direção econômica.

Todo dia é Dia do Motorista. A imagem de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, carregando o Menino Jesus tem a nobreza da categoria que representa.

Fonte: Portal Transporte Brasil

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!