Iveco Glider estará na Fenatran, em outubro




Inspirado na aerodinâmica dos aviões, o caminhão conceito da Iveco, o Glider, é uma combinação de eficiência energética com versatilidade. Resultado das inovações, experiências e capacidades desenvolvidas por dezoito empresas, o veículo de transporte do futuro da Iveco será mostrado em breve ao público brasileiro: será durante a Fenatran, que acontecerá em São Paulo, SP, de 24 a 28 de outubro.

Giandomenico Fioretti, diretor de inovação e trações alternativas da Iveco e um dos palestrantes do Seminário Veículos do Futuro 2030, promovido pela AutoData Editora na segunda-feira, 5, no WTC, em São Paulo, SP, conta que o veículo foi desenvolvido com foco na eficiência energética, ou seja, sistemas que geram ou recuperam energia.

Um exemplo do que está disponível no Glider, explica seu criador, é o teto montado com fotocélulas que geram até 2 kW, que podem ser utilizados na refrigeração da cabine, por exemplo. A iluminação interna e externa do caminhão ocorre por meio de leds, que possibilitam menor gasto de energia com maior durabilidade ante as lâmpadas halógenas. A curiosidade é que o sistema foi pensado por empresa sem nenhuma experiência anterior no setor automotivo.

Na parte da aerodinâmica o Glider tem entradas de ar frontais que se fecham quando o caminhão está em alta velocidade, facilitando o movimento. Assim como nos carros de Fórmula 1, o Glider também tem um piso plano para melhorar o desempenho. O conjunto de todas as tecnologias usadas no Glider pode gerar até 40% de economia no consumo de combustível e consequente redução de poluentes, calcula o executivo.

Internamente a cabine pode ser totalmente reconfigurada, transformando-se em escritório ou cozinha com uma pequena estrutura que serve como fogão, pia e geladeira. De acordo com Fioretti o painel ocupa o menor espaço possível na cabine, dando espaço, inclusive, para uma mesa desmontável que sai do próprio painel.

Totalmente digital e com funcionamento sensível ao toque, o painel pode ser deslocado e usado como notebook. Diferente dos painéis dos caminhões atuais, alguns comandos como o do pisca-alerta está no volante, que tem a parte central fixa. Para o executivo, soluções simples como esta estão focadas na melhoria da segurança do motorista, essencial no caminhão do futuro.

Fonte: Autodata




Deixe sua opinião sobre o assunto!