Materiais recicláveis nos caminhões Ford




Em mais uma ação voltada para a sustentabilidade, a Ford amplia o uso de matérias naturais e recicláveis em seus veículos e desenvolve um material ecológico, o polipropileno, reciclado com fibra de sisal.

A Ford foi a primeira empresa a investir na espuma de soja, a qual poderia ser formulada para atender aos rigorosos quesitos da aplicação automotiva. A espuma de soja é 24% mais renovável que a espuma derivada do petróleo. Esse biomaterial ajudou a Ford a reduzir seu consumo anual de petróleo em mais de 1.360 toneladas e as emissões de dióxido de carbono em mais de 6.800 toneladas. Além disso, o material diminui 67% as emissões de compostos orgânicos voláteis.

Sendo a pioneira em provar que a espuma de soja poderia ser formulada para atender os rigorosos requisitos da aplicação automotiva, junto com o fornecedor Lear, recebeu diversos prêmios com essa tecnologia e continua a pesquisar o uso de outras fontes para a produção de espumas, como óleo de babaçu, canola e girassol, em mercados de todo o mundo onde esses materiais são disponíveis com custo competitivo.

Nos Estados Unidos, todos os veículos da Ford na América do norte já utilizam espuma de soja nos bancos e 75% aplicam o mesmo material no apoio de cabeça, em veículos como Ford Fusion.

No Brasil a Ford utiliza garrafas PET recicladas na forração de teto, produção de carpetes, caixas de roda e mantas de produção acústica do motor de todos os seus veículos fabricados localmente. Recentemente, em parceria com a Lear Corporation, desenvolveu um novo material ecológico, o polipropileno reciclado com fibra de sisal, utilizado em painéis internos. Além de mais leve, o material possui alta resistência, é reciclável e já é utilizado no painel do novo caminhão cargo.

Nos últimos anos a Ford se dedicou a aumentar o uso de materiais reciclados e renováveis em seus veículos, proporcionando benefícios ao meio ambiente, sem deixar de atender os requisitos de desempenho e durabilidade.

O compromisso da Ford de reduzir, reutilizar e reciclar faz parte da estratégia global mais ampla para realizar sua pegada ambiental, ao mesmo tempo em que acelera o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a economia de combustível em seus veículos.

Fonte: Editora Na Boléia

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!