Rodotrens são restringidos em SP




Preocupados com a segurança dos motoristas que diariamente circulam pelas rodovias Anchieta e Imigrantes, em São Paulo, a NTC&Logística e o Sindisan (Sindicato das empresas de transporte comercial de carga do litoral paulista) solicitaram a proibição do tráfego dos rodotrens com mais de 26m30 e foram atendidos.

A medida foi apresentada ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo), que decidiu suspender a concessão de AET (Autorizações Especiais de Tráfego) para veículos com mais de 26m30 de comprimento. Segundo o órgão, as companhias que já possuem autorizações serão chamadas para o cancelamento das mesmas. Nas outras rodovias, com trajetos menos sinuosos, o tráfego de tais veículos segue inalterado

“Discordamos da utilização deste tipo de veículo com quase 30 metros, principalmente por se tratar de estradas que possuem curvas muito sinuosas o que torna o tráfego muito perigoso. Por isso decidimos levar o assunto ao DER”, relatou Marcelo Marques da Rocha, assessor da presidência e de portos e logística da NTC&Logística e presidente do Sindisan.

Para Neuto G. Reis, diretor técnico executivo da NTC&Logística, “a circulação de veículos muito compridos em rodovias de curvas fechadas como a Anchieta aumenta risco de invasão da faixa adjacente ou do acostamento. Entendemos que o comprimento máximo de 26m30 dá mais segurança aos outros usuários das rodovias em questão e facilita as ultrapassagens”.

De acordo com as entidades, a proibição tem apoio da Ecovias, concessionária responsável pelas rodovias.

Fonte: Sindbru

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!