Russos preparam-se para um novo “Dakar”




O Rally Dakar-2012 é 33ª edição da maratona transcontinental mas desafiadora que existe. Pela quarta vez consecutiva que será realizada em Janeiro, na América do Sul. Em 1 de janeiro, participantes vão partir em Mar del Plata (Argentina) e depois de 14 etapas, incluindo o território do Chile, chegarão a meta em 15 de janeiro, na capital do Peru, Lima.

As principais etapas da corrida serão novamente no Deserto de Atacama. O comprimento do percurso, traçado ao longo da costa do Pacífico, é de cerca de 9000 km. Mas, ao contrário do rally anterior, nesta competição as equipes não vão voltar ao ponto de partida e mas vão terminar corridas no outro lado do continente.

A equipe russa “KAMAZ-Master” está se preparando para o próximo arranque desde que voltou do “Dakar-2011”, assinala o líder da equipe, Semion Iakubov.

Quase sem intervalo, começamos a preparar os carros para o “Dakar-2012”. A preparação é a mesma do ano passado. Foi criada uma nova construção do caminhão. Vamos às competições para confirmar a liderança. Os adversários também já estão se preparando ativamente para a maratona. Neste ano a luta será muito mais difícil do que no passado.

Nos próximos dias serão nomeados os tripulantes da “KAMAZ-master”. Esta equipe, fundada há duas décadas na Fábrica de automóveis Kamaz, hoje é a única defendendo a honra da indústria automobilística russa. É o líder permanente do Dakar. E Vladimir Chagin é recordista nas pistas do rally internacional, sete vezes campeão desta corrida de prestígio. Não há outro igual. Em 2010, anunciou que deixava o esporte profissional, explicando que livraria assim o lugar para a juventude. Agora transmite a sua experiência nas universidades russas, demonstrando o veículo de corrida lendário “KAMAZ”, conta a história da equipe, revela os segredos das vitórias árduas.

Neste ano, o “Rei do Dakar”, como apelidado por seus colegas estrangeiros, Vladimir Chagin decidiu intervir em uma nova função. “Serei gerente da equipe. Ajudarei a lutar com os rivais” – disse o corredor russo. – “A carreira esportiva tem que ser terminada em tempo, e para mim esse dia chegou. Mudei para atividade de treinador e deposito grandes esperanças sobre juniores da equipe” – Eduardo Nikolaev e Airat Mardeev. Estão agora a mesma idade que eu quando tinha começado a minha carreira como piloto. “Jovens pilotos da “KAMAZ” irão adicionar intriga para as competições, acredita o porta-voz da equipe, Eric Khairullin.

Os tripulantes jovens devem lutar no mesmo nível que pilotos experientes de outras equipes. É sempre difícil psicologicamente. Podem simplesmente não ter bastante experiência. Mas, no entanto, esperamos que a equipe se apresentará de forma adequada.

Fonte: A Voz da Rússia

Inscreva-se




Deixe sua opinião sobre o assunto!