Dicas para preservar a vida útil do turbocompressor




Alguns cuidados podem preservar a vida útil do turbocompressor, componente responsável por aproveitar a energia dos gases de escapamento para comprimir o ar que será admitido pelo motor e, assim, aumentar a potência do caminhão. “O turbocompressor trabalha de forma independente do motor, com rotação diferenciada. Por isso, ao dar a partida no veículo é preciso deixá-lo em marcha lenta e somente quando a luz de óleo apagar é recomendado dar rotação ao motor”, afirmou Osvaldo Peres, chefe de oficina da Tietê Veículos. Desta maneira, a lubrificação percorre todo o motor e chega ao turbocompressor, que conta com rotação bem mais alta que o motor.

Ao chegar de uma viagem, é fundamental deixar o caminhão em marcha lenta de um a dois minutos para que a rotação do turbo alcance rotação mínima de trabalho, ou seja, marcha lenta do motor. “Quando o motorista dá carga no motor a rotação se eleva. Caso ocorra o desligamento do motor, a lubrificação do turbo é cortada imediatamente e, consequentemente, esse componente trabalha no seco, sem óleo”, advertiu.

Ele também chama a atenção para a manutenção do turbocompressor. “Por trabalhar em alta rotação é muito sensível às impurezas. É muito importante que o operador utilize o óleo especificado pelo fabricante, bem como faça a troca no período recomendado para garantir óleo de qualidade, sem impurezas e livre de contaminações, mantendo a lubrificação adequada do turbo”, comenta o chefe da oficina. Peres ressalta também que é importante dar atenção especial ao filtro de ar do veículo, pois sua obstrução aumenta a depressão no sistema de alimentação, propiciando a passagem de óleo lubrificante pelo eixo do turbo.

No processo de lavagem do motor é preciso ter cautela. Há componentes nos motores eletrônicos, como os contatos elétricos que trabalham em baixa amperagem, que não podem correr risco de infiltração de água. Já a água fria em partes aquecidas, como o turbocompressor ou o bloco de motor, pode trincar devido ao rápido resfriamento chamado choque térmico.

Fonte: Portal Segs




Deixe sua opinião sobre o assunto!