Nova geração Iveco Trakker: o mais resistente off-road vem com mais força e com transmissão automatizada




A Iveco dá mais um passo na introdução de sua nova geração de produtos, a Ecoline, com a nova gama Iveco Trakker, o único caminhão pesado fora-de-estrada do mercado genuinamente nascido off-road. Base do caminhão vencedor do rali Dakar 2012 (a mais difícil e exigente competição automobilística do mundo), o novo Iveco Trakker será apresentado durante a Agrishow, a maior feira agrícola da América Latina, que abre seus portões dia 30 de abril em Ribeirão Preto (SP).

O primeiro veículo da nova linha é o Iveco Trakker 6×4, que chega muito mais potente, com 440 e 480cv, e é mais econômico que a versão anterior. Grandes novidades para o modelo incluem transmissão automatizada, novas opções de entre-eixos e a cabine leito. O novo modelo, agora de aplicação mais versátil, com baixo custo operacional e grande disponibilidade de utilização, é ideal para operações na indústria da cana, madeira e construção.

Reunindo excepcional robustez em termos de chassi (construído com aço especial FeE490) e trem de força (motor, transmissão, eixos), fatores determinantes na vitória histórica do modelo no rali Dakar 2012, o novo Iveco Trakker chega ao mercado brasileiro muito mais confortável para o motorista. O novo interior tem painel mais moderno, mais ergonômico. Há uma nova versão cabine leito opcional e uma ampla lista de opcionais (como ar-condicionado) que aumentam a qualidade de vida a bordo e a facilidade de condução do modelo.

“Este caminhão é uma máquina profissional, para trabalhar ininterruptamente sob as mais exaustivas condições de carga, relevo e clima”, diz Davi Lunardi, diretor da gama de pesados da Iveco América Latina, lembrando que a Iveco já vendeu mais de 70 mil unidades do Trakker no mundo. “Nossos clientes brasileiros elogiam principalmente a confiabilidade do produto, que retorna em disponibilidade de utilização, isto é, o caminhão não pára”.

No desenvolvimento da nova geração de caminhões Ecoline da Iveco os modelos foram testados por mais de cinco milhões de quilômetros. “Os novos modelos, incluído o Trakker, são os melhores caminhões Iveco já produzidos no Brasil”, comenta o diretor. “A nova geração Iveco Trakker é um exemplo de resistência e durabilidade, como o modelo provou no rali Dakar 2012, por exemplo.”

Veículo fundamental nas grandes obras de infraestrutura e em operações agrícolas de grande porte e mineração, os pesados fora-de-estrada vem ampliando sua importância dentro do mercado brasileiro de caminhões. Dentro deste segmento, o Iveco Trakker vem gradativamente aumentando sua participação. Lançado no Brasil em 2008, o modelo hoje representa 7,5% das vendas do segmento. “Com a nova geração vamos continuar crescendo”, prevê Lunardi.

Mais força e economia, conforto e versatilidade

A força é um dos mais importantes requisitos de um veículo fora-de-estrada, e nesse quesito o novo Iveco Trakker 6×4 está bem servido. O motor Iveco-FPT cursor 13 com tecnologia SCR, adequado à normativa Proconve P7, vem com novas potências. Passaram de 380cv e 420cv para 440cv e 480cv, e no processo tiveram grande aumento de torque: 2.100Nm (+16%) e 2.250Nm (+18%), respectivamente, plano entre 1.000 e 1.450 rpm. A força se exprime também no freio motor, com 415cv a 2.400 rpm (que pode chegar a 975cv com “intarder” – opcional, a maior potência de frenagem da categoria).

A plena utilização dessa forma é possível devido à transmissão ZF de 16 marchas, manual ou automatizada (na versão Eurotronic), com acionamento por teclas no painel. Com software “inteligente”, a caixa escolhe a marcha certa para cada situação, sem escalonamento. É possível sair de terceira para quinta, sem a passagem pela quarta marcha, uma vantagem em terrenos de relevo irregular ou pontuados por aclives. O software garante que o motor funcione sempre na faixa econômica, reduz o desgaste da embreagem e melhora o nível de ruído. Há três opções de redução do eixo traseiro e assim o cliente pode adequar o produto à exata necessidade de sua aplicação.

A preocupação em oferecer uma ampla gama de configurações do Iveco Trakker deu origem a duas novidades no projeto do modelo dentro da geração Ecoline. Uma delas é a oferta de uma nova versão de entre-eixos de 3.200mm para o modelo cavalo mecânico (com ela pode-se otimizar composições como rodotrem, por exemplo). O cavalo mecânico pode também ser encomendado com entre-eixos de 3.500mm. Já a versão plataforma tem entre-eixos de 3.500 e 4.500mm (no final do ano chega uma versão com 4.800mm). Outra novidade é a versão cabine leito, inédita para o Iveco Trakker no Brasil e que amplia o leque de aplicações do modelo, além de fazer dele um caminhão mais confortável.

O conforto foi outra prioridade do projeto. O sistema de engate da transmissão manual foi revisado e agora é do tipo “single H”, mais fácil de usar. O painel é novo, moderno e ergonômico. Os bancos do passageiro e motorista tem suspensão pneumática e as forrações são de material lavável, apropriado para as operações fora-de-estrada. O caminhão vem com um espelho retrovisor angular no lado direito, para facilitar manobras, além dos retrovisores laterais externos bipartidos. De série os equipamentos incluem climatizador, ar-condicionado, vidros com acionamento elétrico e rádio CD-player, entre outros.

Nascido para o OFF-ROAD

Diferente de outros caminhões à venda no segmento, derivados de modelos estradeiros, o Iveco Trakker é um produto que nasceu off-road, projetado para o trabalho em condições de exigência extrema. Seu chassi é feito em aço especial, com longarinas de perfil mais alto e 10 mm de espessura. Com isso, o novo Iveco Trakker 6×4 tem carga útil de 35.500kg e PBT técnico de 41.000 kg, tem capacidade máxima de tração (CMT) de 132 toneladas, chegando, em condições excepcionais de operação, a 176 toneladas (a maior da categoria).

A capacidade de carga na suspensão traseira é de 32 toneladas, o que resulta em durabilidade do conjunto. O eixo traseiro tem bloqueio longitudinal e transversal e redução nos cubos, combinado com a suspensão tipo “cantilever”, com molas semi-elípticas de simples estágio e barra estabilizadora. O eixo dianteiro tem capacidade de 9 toneladas, resultando em resistência, estabilidade e segurança na operação. Outros pontos de força são o melhor ângulo de ataque da categoria (26º), um protetor frontal inferior especial para terrenos acidentados com grande incidência de pedras e poeira.

O modelo traz para-choque dianteiro tri-partido, feito em aço, ideal para as difíceis condições fora-de-estrada, resultando em menor custo operacional. A suspensão da cabine é de 4 pontos, com molas helicoidais que absorvem os impactos e garantem conforto para o motorista e durabilidade ao conjunto. O caminhão tem filtro de ar “heavy duty” com filtro secundário para maior segurança durante a manutenção do sistema de admissão de ar, componente imprescindível para veículos que operam em minas e em construções pesadas. O cano de escape vertical é opcional. Os pneus de série são 11R22, mas com pneus 325/95 R24 (opcionais) o modelo pode ser usado também na mineração.

Essas são características que fazem do novo Iveco Trakker 6×4 um veículo de excepcional robustez e elevada disponibilidade de utilização, isto é, menor tempo entre paradas técnicas de manutenção, maior tempo útil de uso do produto. O resultado é alta produtividade.

Fonte: Portal SEGS




Deixe sua opinião sobre o assunto!