Sertões Series: Pai e filho conquistam pódio entre os caminhões leves




Após um ano se aventurando entre os pesos-pesados, o multicampeão, Amable Barrasa, está de volta à categoria que o consagrou no mundo do rali cross-country, de caminhões leves. O palco escolhido para o retorno do piloto foi a abertura do Sertões Series, também a primeira prova da equipe Autoliner na temporada 2012. Com três caminhões na disputa, o time do ABC paulista fechou o dia com um 2º e 3º lugar entre os caminhões leves, e um 2º lugar nos caminhões pesados.

Em meio a plantações de café e laranjal, a Autoliner acelerou neste sábado nas duas especiais de 80 quilômetros cada, da primeira etapa do Sertões Series. A equipe, que não competia desde dezembro, na disputa do Rally dos Amigos, ficou de fora das primeiras provas da temporada, retornou com força total, e comemorou o resultado, tendo Amable Barrasa no comando novamente de um Ford F4000, assim como o retorno do piloto Ulysses Marinzeck à equipe.

Apesar de se tratar de uma prova curta, Barrasa, ao lado do navegador César Loureiro terminou com o 2º lugar entre os caminhões leves e aprovou o resultado. “Nosso objetivo foi cumprido, no sentido de testar o equipamento, pois foi um percurso curto, mas travado e com muitos obstáculos. Ou seja, deu para forçarmos o equipamento, e ver se o caminho que estamos tomando é o ideal. A primeira etapa do Series foi proveitosa e positiva”, declarou o piloto que acumula conquistas nas principais competições off-road do país, incluindo um bicampeonato do Rally dos Sertões.

César Loureiro mostrou habilidade, e mesmo sem um equipamento fundamental, conseguiu guiar Amable em meios às trilhas da competição. “Fizemos a prova sem odômetro. Esse equipamento nos fez falta, e prejudicou um pouco. Felizmente a especial cronometrada estava bem ‘bampeada’ (marcada), e assim conseguimos percorrer o trajeto todo sem maiores problemas, o terreno escolhido era excelente”, completou o navegador.

Filho de Amable Barrasa, o jovem Rafael Martinez-Conde, de apenas 24 anos, já vem mostrando desde a última temporada que está no caminho certo, e fechou o dia na 3ª posição entre os caminhões leves, ao lado do navegador José Papacena. “Nosso equipamento está muito bom, aguentou bem as duas especiais. Estava um pouco afoito e enferrujado, a prova estava bastante dura, mas foi a hora de verificarmos nosso entrosamento a bordo do caminhão”, explicou.

Para o experiente navegador, José Papacena, o rali foi muito bem organizado pela Dunas. “A etapa estava muito técnica, gostosa de navegar e pilotar. Fizemos uma etapa redonda, sem maiores problemas, e buscamos verificar todos os itens do caminhão, após quatro meses sem competir”, disse.

Ulysses Marinzeck, segundo lugar entre os caminhões pesados, ao lado do navegador Evandro Bautz, afirmou que a prova exigiu bastante do equipamento. “Tivemos uma prova excelente, mas cansativa para os caminhões grandes. A primeira especial foi de mais cautela, e tivemos um problema de ignição. Na segunda, fizemos uma prova redonda, perfeita. O caminhão se comportou bem, e no geral foi ótimo”, explicou o piloto.

Bautz comemorou o retorno às disputas, e o resultado alcançado pela Autoliner. “Estou feliz com o nosso retorno. Para os caminhões pesados, a prova fez jus a nossa categoria, sendo a nossa primeira disputa do ano, foi ótimo o resultado”, finalizou o navegador.

O Sertões Series reuniu as principais equipes do off-road nacional, e contou pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross-country nas categorias carros e caminhões, sendo também válida pelo Campeonato Paulista de Rally Cross-country, e Paulista de Rally Baja.

Fonte: Assessoria de Imprensa




Deixe sua opinião sobre o assunto!