Van Transit traz motor mais potente




Com uma nova geração apresentada em Hanover (Alemanha), a Ford Transit, ainda na versão atual, acaba de ganhar novo motor e outros aprimoramentos. O novo motor Duratorq 2.2 da Transit tem emissões reduzidas, dentro do padrão Proconve L6, e também ficou mais forte e econômico – são 125 cv (a 3.500 rpm), um ganho de 10 cv, e torque de 35,71 kgfm a 2.000 rpm.

Além disso, a linha já vem com controle de estabilidade, freios com sistema ABS, airbag do motorista e travamento automático das portas. “Com isso, o desempenho da Transit que já era bom ficou ainda melhor, transmitindo agilidade e segurança com lotação parcial ou completa. Ela avança também na economia operacional e reforça as suas vantagens para o frotista”, afirma Marcel Bueno, supervisor de produto da Ford.

Para melhor desempenho, o motor traz turbocompressor de geometria variável que permite atingir o torque máximo em baixas rotações, o que se traduz em respostas rápidas nas acelerações e ultrapassagens. Outra novidade é a adoção do filtro de partículas de diesel no sistema de escapamento, que reduz em até 95% a emissão de material particulado.

banner-blogdocaminhoneiro

“Esse filtro não requer troca periódica e tem um procedimento de regeneração simples e rápido, que pode ser feito em apenas 20 minutos pelo próprio motorista”, diz Bueno. O sistema de alimentação de combustível vem com um novo filtro e bomba de transferência localizada no reservatório, que evita a necessidade de sangria em caso de pane seca.

O novo motor foi projetado para funcionar com diesel de baixo teor de enxofre, o S50 (ou S10, a partir de janeiro de 2013), para evitar danos ao sistema do catalisador. Com peso bruto total de 3.700 kg e capacidade máxima de tração de 5.500 kg, a van Transit está entre as mais robustas do segmento. Ela tem espaço para 14 ocupantes, distribuídos em cinco fileiras. É também a única com cintos de segurança de três pontos e ajuste de altura em todos os bancos.

Fonte: Carpress





coments