Novo Ford Cargo 2842

extra-pesado5div
A Ford Caminhões mostrou pela primeira vez, em São Paulo, um novo caminhão para o segmento de extra-pesados, com capacidade de até 56 toneladas. Nesta apresentação prévia, realizada simultaneamente com a Ford Otosan na Turquia, onde o modelo também será produzido, foi mostrado o primeiro protótipo deste inédito caminhão do tipo cavalo-mecânico.

Com esse caminhão a Ford passará a competir numa faixa de mercado nova para a marca, a de extra-pesados, o segmento de maior crescimento do mercado brasileiro. O novo extra-pesado complementa a linha de veículos comerciais da Ford, reconhecida como uma das mais completas do Brasil.

O novo produto foi criado e desenvolvido em conjunto pelos times de design e engenharia da Ford do Brasil e da Turquia. O objetivo foi oferecer uma plataforma global que terá a melhor configuração e custo-benefício do segmento, aliando conforto na cabine, desempenho, economia, robustez e tecnologia avançada.

“O anúncio simultâneo nos dois países mostra o comprometimento atual e futuro da marca no setor de veículos comerciais. Este será um dos principais lançamentos do ano e representa um significativo avanço na estratégia de globalização dos veículos comerciais da marca”, diz Steven Armstrong, presidente da Ford Brasil.

A operação de veículos comerciais é estratégica para a Ford América do Sul. Essa iniciativa está alinhada com a proposta Go Further da Ford, de ir além para oferecer soluções mais eficientes.

A Ford Caminhões tem tradição no fornecimento de veículos robustos, confiáveis e com o melhor custo-benefício do mercado. O novo Ford Cargo extra-pesado foi projetado da mesma forma, para atender as necessidades desse segmento que tem registrado uma grande expansão nos últimos anos.

O novo Ford Cargo extra-pesado é um caminhão global com excelente configuração e custo-benefício no segmento, em sintonia com as necessidades do mercado. “É um veículo resistente, confiável e acessível, com padrão de qualidade global. Vai oferecer também alto desempenho e conforto, com ótima dirigibilidade e economia operacional”, afirma Oswaldo Jardim, diretor de Operações de Caminhões da Ford América do Sul.

extra-pesado7divO seu desenvolvimento conjunto com a operação de caminhões da Ford na Europa permitiu uma estreita parceria entre as engenharias da Ford no Brasil e na Turquia, em sintonia com a Ford Motor Company mundial. Phil Collareno, diretor da linha de Veículos Comerciais Globais da Ford, destacou a importância do lançamento em um depoimento gravado para a apresentação no Brasil.

“O Cargo extra-pesado é um caminhão de classe mundial desenvolvido pelos melhores engenheiros que temos no Brasil, trabalhando junto com o time europeu. Este produto tem como base a fantástica linha Cargo e amplia a sua capacidade para até 56 toneladas, com um motor econômico, excepcional conforto e silêncio. Sei que, quando tiverem a oportunidade de ver esse produto, vocês estarão tão entusiasmados quanto eu.”

Os caminhões Ford são reconhecidos pela resistência, confiabilidade, custo-benefício e contam com um dos melhores índices de satisfação dos clientes. “A Ford foi a primeira a produzir caminhões no Brasil e utilizou toda a sua experiência na região para desenvolver o novo modelo”, diz Antônio de Lucca, engenheiro-chefe de Caminhões da Ford América do Sul.

O extra-pesado Ford vem com um novo conjunto motriz desenvolvido especialmente para proporcionar máxima eficiência operacional, não só em consumo de combustível, mas também em performance e capacidade de carga, com a tradicional confiabilidade dos caminhões Ford.

O veículo foi extensamente testado no Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista, o único na América Latina equipado com laboratórios e pistas para o desenvolvimento de caminhões. Rodou também milhares de quilômetros nas estradas da América do Sul, simulando o uso normal do produto nas suas diversas aplicações.

“Além disso, conta com ótimo espaço na cabine, que foi redesenhada para atender as necessidades dos consumidores nessa aplicação, com características superiores de conforto, isolamento acústico, suspensão e precisão dos comandos”, explica De Lucca.

A cabine do modelo é uma das mais confortáveis do mercado. Seu projeto segue as linhas modernas do novo Cargo e usa a linguagem de design Kinetic da Ford para unir funcionalidade, ergonomia e eficiência aerodinâmica. A criação do seu design externo foi liderada pelo Estúdio de Design da América do Sul, com sede em Camaçari, na Bahia.

“Este é o primeiro desenvolvimento verdadeiramente global da Ford em caminhões. Isso traz bastante orgulho para o time da América do Sul, que assim mostra a sua excelência também em veículos pesados”, diz João Marcos Ramos, chefe de Design da Ford América do Sul.

extra-pesado8divSegundo ele, o cliente hoje espera não só evolução técnica, mas também um produto moderno, que represente a imagem da sua empresa. “O caminhão é a empresa dele. Com a linguagem Kinetic, o novo Cargo entrega essa modernidade e mostra que podemos aplicar elementos de design fantásticos em um caminhão pesado”, afirma.

A Ford já produziu mais de dois milhões de veículos comerciais na América do Sul, em mais de cinco décadas de operação. Na década de 80, com a linha Cargo, trouxe o primeiro caminhão mundial ao Brasil. Em 2011 lançou o Novo Cargo, com uma proposta de design inovadora e versões cabine leito.

“Fomos os pioneiros, conhecemos bem as estradas e os clientes da nossa região. Por isso, dizemos que a gente tem estrada”, destaca Oswaldo Jardim.

A Fábrica de Caminhões Ford em São Bernardo do Campo, SP, é uma das mais produtivas e competitivas do segmento. Ela opera em turno único, com um ritmo de produção atual de 166 caminhões por dia.

Seu processo de montagem se caracteriza pela flexibilidade para a produção de diferentes modelos e conta com o Mod Center, instalação que facilita o fornecimento de veículos customizados. A linha de montagem está totalmente pronta para a produção do novo modelo, que será iniciada em breve.

A linha Ford Cargo conta hoje com 12 modelos, nos segmentos de leves (6 a 10 t), médios 4×2 (11 a 20 t), médios 6×2 (23 a 27 t), pesados 6×4 (27 a 31 t) e cavalos-mecânicos até 46 t.

Com o lançamento do modelo extra-pesado, a marca entra no segmento que tem apresentado o maior crescimento no mercado e em 2012 foi responsável por 24,6% das vendas (33.700 unidades). Em 2009 ele tinha 20,9% (22.500 unidades), chegando em 2011 a 23% (39.600 unidades).

A categoria é quase totalmente formada por cavalos-mecânicos, usados com carreta, enquanto os modelos com carroceria rígida representam apenas 5% das vendas. O seu crescimento foi impulsionado pelas mudanças no perfil logístico, principalmente de produtos agrícolas, com o uso de carretas para ligação com os centros de distribuição e depois veículos menores para trafegar nas cidades.

Com o lançamento do Novo Cargo, em 2011, a Ford registrou um grande avanço nas vendas do cavalo-mecânico Cargo 1933, com capacidade de 46 toneladas. Sua participação no segmento evoluiu de 8,2% em 2010 para 18,7% em 2012.

A Ford está entre as três marcas líderes de vendas de caminhões na América do Sul. Em 2012, ela teve uma participação de 21,1% no Brasil, considerando o mercado competitivo até 46 toneladas.

Outra vantagem dos caminhões Ford é a rede de venda e pós-venda com 140 distribuidores exclusivos no Brasil. Ela foi amplamente renovada e investe continuamente em treinamento e instalações para aprimorar o atendimento, com serviços que incluem, por exemplo, dormitório para motoristas e socorro mecânico 24 horas.

Fonte: Marazzi

Gostou do conteúdo do Blog?
Colabore! Clique em no botão doar, na barra lateral.
Assim você ajuda o Blog do Caminhoneiro a continuar crescendo.
Obrigado!
Bookmark the permalink.

42 Comments

  1. Ghyma kallykratz

    A concorrencia que se cuide…o caminhão é belíssimo!!!

  2. Mais uma vez a Ford surpreende… os carros já são excelentes e os caminhões estão no mesmo caminho !!!

  3. Curti! Acho que vai fazer sucesso.

  4. Li e reli e não achei a informação que eu queria !! Quero saber que motor vai ter e que tipo de cambio olhar foto não interessa !

    • motor FTP de 420cv no caso da foto…. o mesmo fabricante do motor IVECO…

    • Jose de souza menezes

      Julio ate aonde sei, é que o motor será ivecco isto na turquia, mas no Brasil claro que vai ser um motor Cummins ISl ou ISM e cambio ITA, 16S, mas com certeza será automatico, este caminhão esta sendo projetado a muito anos, portanto vai ser um grande sucesso nas estradas brasileiras

  5. Gustavo Brito

    Esse caminhão ficou show, espero que tenha motor pq ñ adianta nada beleza,,,
    Ele ficou parecido com uma locomotiva///
    espero que a Ford venda ele nas três configurações 4×2, 6×2 e 6×4,,,,
    e também tomara que ele tenha a opção de cabina alta, igual ao que tem na europa, pq esse teto que tah nele é o msmo do das cabines do Cargo 1933///
    Pelo que andei lendo ele vira ao Brasil com o motor da FPT 10,3 ltrs/// bem que poderia ter uma potencia mais elevada,, para entrar na briga com as grandesssss… Imagina um maquinário desses com um motorzão de 500cv///
    To até vendo esse cargo 42 4×2 engatodo numa carreta cegonha, ia ficar lindoo

    • Gustavo Brito

      Bem que ele poderia ter um motor de uns 12 ou 13 litros///
      Cambio automatizado pelo jeito ele vai ter msmooo
      Acho tbmm que as potencias dos Cargo cavalo-mecânico que temos por aqui vai aumentar tbmm, pq ele tava testando um com uma insignia de 4036 (q deve ser pelo mesno 360cv)….
      Imagina um Carguinho com 360cv 4×2,,, ia ser chiq hiennn…..

  6. Esse cargo vai vim com cambio automatizado e cabine teto alto?

  7. Esse povo aqui é louco, esse é fácil o caminhão mais feio que já vi! Horrível!

  8. materia de comforto ta oooooo kd a cama o motorista tem que troca de roupa la fora nao da para fica em pékkkkkk

    • Gustavo Brito

      Se a Ford trazer a mesma cabine q vende na Europa ele vai ter um interior bem alto sim com 1.945mm ou 1,94 metros de altura interna. e por ela estar posicionada mais alta acima do chassi, creio que o túnel do motor deva ser baixo não muito mais que 15 centímetros

  9. wilson josé gerent

    espero que este vem com um motor forte 420 seria mto bom. tava na hora.

  10. marçio de lima barbosa maçedo

    muito bom espero p isso a muito tempo meu sonho era ver varios desses nas ruas acho q agora vou realizao…

  11. ta longe da ford competi com caminhoes pesados , falo porque ja trabalhei com ford, pra começo de conversa , caminhao que cambio igual da ford, como vai competi com um cambio ishift, da volvo, um caminhao volvo vc fica em pé dentro da gabine, e o ford, scania vc dirige o dia todo e nao cansa, consumo de combustivel, hj a mao de obra ja nao ta facil pra quem tem frota , ual caminhao um profissional prefere trabalha, volvo , scania, ou ford, pra vc fazer ideia a vw, lançou o 370 e so atrapalha por ai em bitrem …ja trabalhei em scania, hj trabalho no volvo 520, nao tem como discutir.

  12. VALDENI MARCHETTI

    A FORD ESTA A 30 ANOS NO MERCADO DE CAMINHÃO NO BRASIL E SÓ AGORA ACORDARÃO. EU TRABALHO HA 6 ANOS COM FORD CARGO 4031 E NÃO SUPORTO MAIS CAMINHÃO TÃO RUIM.

  13. ademilton ferreira da silva

    ja era de ser esperado esse bruto ai para o brasil um paiz competitivo no ramo de caminhoes parabens ford
    ademilton de sao paulo sp

  14. DEMOROU MAS CHEGOU… COMO DE SEMPRE A FORD DEMORA, MAS QUANDO FAZ UM LANÇAMENTO ELA BOTA PRA QUEBRAR, EXEMPLO ESTE CAVALO 2842 QUE FICOU MUITO LINDO. EM TODOS OS SEGMENTOS TANTO NOS AUTOMOVEIS QUANTO NOS CAMINHOES ELA ESTA COLOCANDO SEUS CONCORRENTES NO CHINELO. ROGERIO SIMPLICIO DA SILVA, ANAPOLIS -GO. 62 8536-0109

  15. leandro poko loko

    esse mais uma vez ficou shwol …

  16. como é esse caminhão por dentro q só mostra por fora

  17. Gustavo Brito

    Ficou bonito, espero q tenha motor… Pq senão vai ser o Constellation da Ford…
    E bem q a Ford poderia trazer pra cá o 460 tbm, eles tinha q ter um pouco mais de consideração para com o mercado Brasileiro de caminhões, um mercado q esta a todo vapor e em faze de crescimento. A cabine do Cargão na Europa é bem mais alta q essa q a Ford apresentou aqui, espero q ela seja vendida aqui tbm. Essa cabuine q estão apresentando aqui é a mesma do Cargo 1933, ela apenas foi colocada um pouco acima do chassi.

  18. tera motor ftp de 10.3 litros 420 cv e 194 mkgf de torque, só para comparação o inter 9800 tem motor de 11 litros 416 cv e 204 mkgf de torque

  19. Osmar Tellos

    Se for para comprar um Ford Cargo com motor FPT (IVECO), prefiro comprar um caminhão IVECO…
    O motor deveria ser CUMMINS.

  20. KKKK ESPERE PRA VER,ESTOU AGURDANDO EO PREÇO DELE ESPERO QUE ELES TEM UM BOM SENSSO PRA ENTRAR PRA COMPENTIR,FICOU SHOW O EXTERIOR DELE VAMOS VER O INTERIOR.

  21. Edmilson almeida

    E um caminhao esquisito parece mais o predador !!! Espero que tenha opcao de teto alto, e em relacao a motor,se for motor iveco, e melhor comprar um IVECO mesmo. a IVECO esta inovando o stralis com o novo modelo HI-WAY ,motores 440,480 e 560 com precos competitivos

  22. cloves tocantis todas as marcas novas
    som boas agora qual a marca é menhor

  23. Jorge Valenzuela

    Espero que a Ford coloque nele o motor Cummins ISM. Nada contra o FPT(IVECO), mas se for para comprar um cavalo com motor IVECO, compro um STRALIS.

  24. olá,tanto elogios mas ninguem pergunta sobre valores,

  25. espero que o nosso seja igual ao que tem no youtube no campo de provas de tatui pois esse para-lama e motor iveco que aparece nas fotos não gostei…Oswaldo jardin da ford disse que teria alma e coração ford e para nos e cummins e não fiat. o modelo turco não gostei mas o do vídeo e muito bonito.

  26. Boa tarde, hoje dia 04 de agosto de 2013, eu vi um ford cargo 2842, cavalo mecânico branco, 6×2 estacionado no pátio da disbrava ford, aqui em Palmas-TO, Sem dúvida é um belo caminhão,

  27. Antonio Jose Cardoso

    Eu moro em Camboriu S.C.e no dia 01de agosto de 2013.
    tive o prazer de ser convidado pela Universal Caminhoes Distribuidor Ford de Itajai.
    para pilotar esse bruto 2842, sem comentario,shou de bola,vamos ver se da pra fechar negocio,abraco a todos,valeu vendedor Mauricio.

  28. bom pessoal, “beleza não poe mesa”, acho que se a ford não conseguiu nestes anos todos, ser lider de mercado em nenhum segmento.. dificilmente conseguirá competir com Scania e Volvo nos extrapesados.Economia de combustivel, valor de revenda, robustez do trem de força são as caracteristicas principais neste setor e convenhamos, Ford cargo nenhum tem estas caracteristicas, não tenho nada contra a marca, mas querer competir com Volvo e Scania!?? vão ter que remar muito ainda…

  29. acho q esse povo fala demais vamos esperar acontecer e o motor FTP ,é de 420 é do iveco é 415 e ford sempre teve bons caminhões só faltava um bom lugar para o motora e um motor competitivo agora chegou a hora ford sempre foi um caminhão de baixa manutenção q é a parte mais importante de um caminhão bom é só olhar nas beiras das estradas o tanto d cabine levantada e não é ford rsrsrs

  30. hoje 27/08/2013 pilotei um 2842 e muito bom e bonito e melhor que pilotar um carro pequeno

  31. fabio herrmann

    show de caminhão

  32. tem gente comentando aqui que é uma comédia, não tem conhecimento algum.vejam bem se o motor tivesse 500hp não seria 2842 e sim 2850, a fiat pwoertrain tem motores de ate 1100hp,a ford optou por um motor muito econõmico,potente,e silencioso,que cumprem bem a proposta a qual eles foram criados,se querem qeimar dinheiro comprem um man que é beberrão, digo porque conheço muito de caminhão.

  33. Décio Sarrafo

    A minha frota de Cargo é toda com motor Cummins. Agora que eu ia comprar um cavalo pesado da Ford, mudaram de motor. Vou comprar Scania…

  34. quanto tempo de garantia terá esse carro, qual o consumo medio com peso de balança ( 32 ton).

  35. SE FORD QUIZER ME FORNECER UM PRA USAR PUXANDO BI-TREM, PRA PAGAR ADAEM 48X SEM JUROS E SEM ENTRADA. O CARA QUE TOPA USAR SOU EU

  36. josemauriciopires

    motor 420 e tudo de bom e tudo que nos estradeiros queremos

  37. Ponto pra Ford que traz a caixa automatizada de série.

  38. Demes de Aguiar Panta

    ACHEI O O EXTRA-PESADO DA FORD MUITO BONITO. NÃO CONSIGO ENTENDER O POR QUÊ DA FORD, UMA INDÚSTRIA TÃO TRADICIONAL E QUE ESTÁ NO MERCADO DE AUTOMÓVEIS A QUASE UM SÉCULO, NÃO PRODUZIR SEUS PRÓPRIOS MOTORES,COMO É CASO DA MERCEDES, SCANIA E VOLVO.

Deixe sua opinião sobre o assunto!