Transportadores pressionam DNIT para agilizar AET

carreta gigante




Os transportadores de carga que dependem de Autorização Especial de Trânsito (AET) estão realizando um movimento para pressionar o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) a agilizar a expedição dessas licenças. A proposta é que os transportadores e seus despachantes enviem reclamações à Ouvidoria do órgão por e-mail (ouvidoria@dnit.gov.br) ou pelo telefone: 0800-611535.

De acordo com o despachante Siloé Mendes Licenças, de São Paulo, a decisão do DNIT de centralizar em Brasília as emissões de licenças piorou o processo, tendo em vista que a demanda é muito grande e não há pessoal suficiente para realizar a análise. “E os que lá estão demonstram imenso desconhecimento de causa, no que se refere ao transporte de cargas superdimensionadas”, conta.

Ele ressalta que a resolução 11/2004 do órgão, em seu artigo 21, diz que não é obrigatória a solicitação de AETs somente através da internet e, sim, através das UNIT/DNIT com jurisdição sobre a via em cada estado. E ainda que o prazo de liberação de AET é muito grande, 10 dias úteis podendo se estender a outros 10 dias úteis, se for necessário devolver o pedido para correções. “Outra problema é a compensação do pagamento da taxa administrativa, que hoje o Banco do Brasil demora 48 horas para constar como paga”, declara.

De acordo com o despachante, a forma como os transportadores e os despachantes são atendidos pelo órgão não é adequada. Segundo ele, os atendentes “pouco se importam com a situação” enfrentada por quem precisa do serviço.

Fonte: Revista Carga Pesada





3 comentários em “Transportadores pressionam DNIT para agilizar AET

  • 25/09/2013 em 01:16
    Permalink

    Além de cara toda essa documentação tem validade muito curta, dependendo do tipo de transporte (carreta comum, Prancha ou Linha de eixo) e do tipo de escolta solicitados na AET (PRF ou Batedores) a autorização vence e você continua na estrada feito um bobo e tem que pagar novamente todas as taxas.
    Isso é Brasil, que vergonha!!!!!

    Resposta
  • 30/06/2013 em 22:59
    Permalink

    Enfim esta matéria entrou em pauta….
    Em primeiro lugar… AET para cargas “com excesso de largura e altura com menos de 3,2m e 4,7m é simplesmente o FIM DA PICADA, é só para policial sem vergonha tomar dinheiro de motorista.
    É necessária AET federal, AET estadual para cada estado em que o caminhão tem que passar.
    Ai, você tenta fazer por conta a aet, pois ela custa pouco mais de R$16, e os despachantes cobram mais de R$150.. ABSURDO.
    Ai você faz 3 AETs EXATAMENTE IGUAIS, trocando apenas a placa. Ai os caras aceitam uma, recusam a outra, uma vale 1 ano, a outra 2 meses, demora quase 1 mes, ( e a validade é de 2 meses) Ai os atendentes do DNIT não estão nem ai, são extremamente mal educados, e fazem a gente de bobo.

    ISSO DEVERIA ESTAR NA PAUTA DA PARALIZAÇÃO

    Resposta
  • 30/06/2013 em 17:28
    Permalink

    A demora para se conseguir uma licença especial, demonstra que as autoridades competentes estão despreocupadas com o desenvolvimento do país. Isto é o “CUSTO BRASIL”.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!