Ford Cargo 816 supera VW Delivery 8.160

CARGO-816




Pelo segundo mês consecutivo, o caminhão leve Ford Cargo 816 emplaca mais que o leve VW Delivery 8.160. Em julho, a diferença foi de apenas uma unidade a favor da Ford (694 vs. 693). No mês de agosto, a diferença aumento. Foram emplacados 678 Ford Cargo 816 contra 555 do VW.

Se continuar nesse ritmo, as vendas acumuladas do Carguinho vão superar as do seu principal oponente.
Nos emplacamentos de janeiro a agosto deste ano, a vantagem ainda é do VW Delivery 8.160, com 4 809 unidades (22,07% de participação no segmento de leves), contra 4 667 modelos do Ford Cargo 816 (21,47%).

Ford Cargo 816

Sucessor do Cargo 815, um dos caminhões leves preferidos no transporte urbano de cargas, o novo caminhão da Ford destaca-se pela economia. “Ele é reconhecido pela resistência, versatilidade e eficiência operacional. Agora, com o modelo 816, ampliamos suas vantagens de potência e conforto, com o diferencial de ter a maior garantia, fator importantíssimo neste segmento”, diz Pedro de Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

O modelo tem peso bruto total de 8.160 kg, capacidade máxima de tração de 11.000 kg e conta com três opções de distância entre-eixos (3.300, 3.900 e 4.300 mm), que facilitam a adequação a diferentes aplicações.

Força e economia

O Ford Cargo 816 ganhou mais força e se tornou o caminhão mais potente da categoria com o motor Cummins Euro 5 ISBe 4.5, de 160 cv. Tem também uma curva de torque ampla, que chega mais rápido à força máxima, de 550 Nm, e a mantém numa faixa maior de rotação, entre 1.100 e 2.000 rpm.

Além disso, ficou entre 5% a 7% mais econômico no consumo de diesel em comparação com o modelo anterior. Outras vantagens são os intervalos maiores de troca de óleo e a durabilidade ampliada de componentes, com reflexo positivo na vida útil do motor.

O Cargo 816 está mais robusto, com a introdução do novo material LNE 60. Ele dá mais resistência e durabilidade ao chassi do caminhão e permite seu uso em condições mais severas, tanto na cidade como no campo, e com os mais diferentes tipos de carrocerias.O câmbio de cinco marchas e os freios com válvula sensível à carga no eixo traseiro, de concepção robusta, contribuem para o desempenho eficiente do caminhão.

Redução de emissões

O Novo Cargo 816 incorpora a tecnologia SCR (sigla em inglês para Redução Catalítica Seletiva) de pós-tratamento dos gases de escape que reduz em até 80% a emissão de poluentes. O sistema injeta o aditivo Arla 32 no catalisador para neutralizar as emissões de hidróxidos de nitrogênio e material particulado.

Nesse processo, o aditivo – composto por 32,5% de ureia dissolvida em água – reage com os óxidos de nitrogênio da combustão, transformando-os em nitrogênio e vapor de água. O Cargo 816 traz um reservatório com capacidade de 25 litros de Arla 32 e um sistema avançado de proteção e diagnóstico do motor no painel.

Conforto na cabine

Na cabine, o novo painel do Ford Cargo 816 privilegia a ergonomia e o conforto para o motorista, com desenho que facilita o acesso aos comandos e a visibilidade. Ele é produzido com um novo material, leve, resistente e reciclável, desenvolvido e patenteado pela Ford: polipropileno reforçado com fibra de sisal. Além disso é revestido em vinil de toque suave, que amplia a sensação de conforto e qualidade.

“O conforto é um item importante de produtividade, principalmente para os motoristas que trabalham com entrega urbana. O Cargo 816 evoluiu também nesse aspecto, contribuindo para o melhor resultado operacional do frotista”, completa Pedro de Aquino.

Fonte: Revista Transporte Mundial




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *