Axor 3131 chega com 31,5 toneladas de PBT e câmbio ComfortShift

Mercedes-Benz Axor 3131
O ano de 2014 começa com novidades importantes na linha de caminhões Mercedes-Benz. O novo Axor 3131 com PBT de 31,5 toneladas chega para substituir o 2831, agregando muita robustez para as operações mais severas. O novo modelo já está sendo produzido para os segmentos fora de estrada, madeireiro, canavieiro e contruição civil.

Além da robustez, essa nova versão do Axor traz ainda mais conforto ao motorista, que conta com o câmbio semi automatizado Mercedes Comfortshift.

Seu trem de força é equipado com motor OM 926 LA, agora com 310 cv de potência e 1200 Nm de torque, proporcionando ótimo desempenho, força e economia de combustível. A transmissão MB G211, semi automatizada de 16 marchas, com pedal de embreagem, que proporciona engates rápido e precisos. Para completar, um joystick substitui a tradicional alavanca de câmbio e torna a operação muito mais confortável para o condutor.

O Axor 3131 reafirma sua condição de caminhão resistente e sempre pronto para o trabalho por conta dos eixos Mercedes-Benz HD7 / HL7 com redução nos cubos, além de estar disponível nas versões Plataforma, Basculante e Betoneira.

A versão Plataforma, com distância de entre-eixos de 4800 mm é a mais indicada para os segmentos madeireiro e canavieiro, tendo capacidade de puxar combinações de até 63 toneladas de PBTC. Já a versão Basculante tem entre-eixos mais curto, de 3600 mm, e é equipada com tomada de força original na transmissão. Este veículo é indicado para trabalhos na construção civil e pode ser equipado com básculas para o transporte de areia, pedra e brita, entre outros.

A versão Betoneira, ideal para a instalação de misturadores de concreto, também desempenha ótimo papel no ramo da construção civil. Este veículo também possui entre-eixos de 3600 mm, e é equipado com tomada de força na traseira do motor e escape vertical.

Fonte: Mercedes-Benz

Gostou do conteúdo do Blog?
Colabore! Clique em no botão doar, na barra lateral.
Assim você ajuda o Blog do Caminhoneiro a continuar crescendo.
Obrigado!
Bookmark the permalink.

Deixe sua opinião sobre o assunto!