Caminhões de resgaste MAN estreiam no Equador

MAN TGS 18.440 4x4 WW de combate a incêndios (1)




A MAN Latin America, por meio de seu importador oficial das marcas Volkswagen e MAN no Equador – a Intrans, acaba de entregar as primeiras unidades resgaste MAN às Forças Armadas do Equador (Comando Conjunto de las Fuerzas Armadas). Duas unidades do modelo MAN TGS 18.440 4×4 WW, importadas da Alemanha, serão responsáveis pelas operações de resgaste especial do governo equatoriano em áreas de difícil acesso e para o combate a incêndios.

Os veículos estão equipados com motor MAN D20 de 10,4 litros com 440 cavalos de força e 1.800 Nm de torque máximo. Além da transmissão automatizada MAN TipMatic de 12 marchas que facilita uma melhor condução e desempenho dos motoristas, os veículos estão equipados com eixos traseiros com redução nos cubos da roda. Esta opção permite um aumento superior no torque do veículo que é proporcionado pelo conjunto trem de força, garantindo assim uma maior aderência dos veículos ao solo, fundamental para as aplicações fora-de-estrada.

MAN TGS 18.440 4x4 WW de combate a incêndios (2)A cabine MAN tem capacidade para carregar até três pessoas e possui comando especial de controle dos jatos d’água internamente, podendo o fogo ser combatido de dentro dos veículos. Os caminhões MAN, que circularão em operações especiais do governo, um ao norte do país e outro mais ao sul do Equador, estão equipados com carroceria espanhola iTurri com capacidade para carregar até dois mil litros de água por viagem.

MAN TGS 18.440 4x4 WW de combate a incêndios (3)“Os veículos foram criteriosamente escolhidos pelo governo do Equador devido a sua robustez e confiabilidade comprovada da marca MAN para este tipo de operação extremamente severa. Estamos muito confiantes no desempenho das novas unidades que circularão por terrenos bastante difíceis, em altitudes elevadas e fortes variações de temperatura”, comenta Ricardo Albuquerque, gerente de Vendas Internacionais da MAN Latin America.

Fonte: MAN Latin America




Deixe sua opinião sobre o assunto!