Falta de caminhões para transportar a soja prejudica a safra em MT

fila de espera - feneme e scania




Em Mato Grosso, o excesso de chuva tem complicado a vida dos agricultores. Quando o tempo abre, falta caminhão para transportar a soja até os armazéns.

Nuvens carregadas encobrem as plantações. A ameaça de chuva é constante e pressiona o ritmo dos trabalhos no campo.

Na fazenda da família Ferri, em Campo Verde, os próprios donos comandam as colheitadeiras. Mais da metade dos 1.140 hectares de soja ainda não foi colhida e a preocupação aumenta a cada dia, conforme a produtividade da lavoura é prejudicada. “A gente está vendo a safra se perder, uma safra de frustrações, de grandes expectativas, todo mundo achava que seria uma supersafra”, diz o agricultor Fernando Ferri.

Um pouco mais de 60% da safra de soja já foi colhida, em Mato Grosso. É preciso correr, só que nos últimos dias tem faltado caminhão para transportar a soja recém-colhida. Como os grãos estão saindo muito úmidos do campo, o tempo para secá-los nos armazéns chega a ficar até três, quatro vezes maior e a fila de espera para descarregar a produção também aumenta.

A demora tem efeito cascata. Se o caminhão custa a voltar para a fazenda, as colheitadeiras têm que pisar no freio.

Para não ter que interromper os trabalhos, o jeito foi encontrar espaço para despejar os grãos na base do improviso. Debaixo de uma lona estão guardadas hoje aproximadamente 1,5 mil sacas de soja, o equivalente a 90 toneladas na fazenda dos Ferri. “Esse aqui é o retrato do desespero, da falta de estrutura do produtor matogrossense. A gente tem que se sujeitar a esta situação, que não é vantagem para ninguém”.

Fonte: Globo Rural




8 comentários em “Falta de caminhões para transportar a soja prejudica a safra em MT

  • 10/03/2014 em 07:46
    Permalink

    ENGRAÇADO, ESTAMOS COM DUAS CARRETAS NO MT E NÃO TEM FRETE, ESTÁ TUDO SUSPENSO!
    OUTRO DETALHE É QUE O FRETE TEM BAIXADO. AO MENOS AQUI PARA O RIO GRANDE.DO SUL.

    Resposta
  • 09/03/2014 em 17:42
    Permalink

    se for perguntar para os fazendeiros… há reclamação.. se for perguntar para os motoristas, há outro tipo de reclamação.. a concessionária está feliz: Ela vende para os dois, que não se entendem, e resolvem comprar mais, pois caminhão no Brasil, é depósito. Logo, por não nos entendermos, somos todos trouxas e otários. O Brasil, só aumenta seu próprio custo.
    Campanha:
    Não pegue frete de retorno, e não seja silo !!!
    Fazenda não paga ?? manda ela comprar caminhão !
    Transportadora não paga diária ? Manda comprar caminhão pra ela!
    Salário de motorista não aumenta ? Faça o possível, para pular fora e arranje outro patrão ! aplique a regra de mercado! tá faltando? aumenta o preço!

    …e nunca, nunca pegue frete de retorno.. só dá prejuízo.

    Resposta
  • 08/03/2014 em 23:53
    Permalink

    me chamaram de anarquista por não ficar na fazenda, porque a transportadora contratada só pagava por saco, e com as chuvas como iria ganhar para as despesas, não podemos ir ate o mt para férias, só a trabalho e tem de ser com boa remuneração.precisamos tirar os intermediários do negócio, isto sim iria funcionar.

    Resposta
  • 08/03/2014 em 09:01
    Permalink

    Durante muito tempo fizeram caminhoneiros de de Palhaços,aproveitaram o Máximo,agora aguentem ou comprem seus próprios caminhões,gostariamos ver,se os produtores de Grãos tivessem que pagar R$3,4,5 mil Reais de prestações em um caminhão,achassem normal ficar na fila,até 20 dias para descarregar uma carga.Aprontaram,agora aguentem as consequências,temos amigos caminhoneiros que preferem deixar o caminhão parado durante a Soja no MT,ou arrumar outro tipo de Frete.

    Resposta
  • 07/03/2014 em 21:54
    Permalink

    Verdade fez o laço agora eles mesmo estão se enforcando, se pensasse na situação adversa não ia estar desse jeito, tem que pedir conselho a os caminhoneiro quando chove eles fazem o que?….. reduz a velocidade! no começo estava faltando era caminhoneiro qualificado hoje já esta faltando é caminhão não esta dando pra entender não viu, a resposta pela falta de qualificação é que em um mês vc qualifica o peão e a falta de caminhão é só fazer mas armazém e escoar a os pouco.o resto é ajoelha e agradecer a deus pelo que ele nós concedeu sem pedir nada em troca, as vezes pedimos o que já temos .

    Resposta
  • 07/03/2014 em 19:37
    Permalink

    A soja tem que ser secada, para ser armazenada, isto custa um tempo. O negocio é complicado. Logo mais vão achar um meio de resolver a coisa.
    Gente morrendo de sede, e gente morrendo afogada.

    Resposta
  • 07/03/2014 em 18:45
    Permalink

    Concordo com o Luiz, fazem caminhão de armazém e seguram o caminhão na fila até não dar mais. Depois reclamam falta de caminhão, na verdade o interesse deles é ter muito caminhão mesmo para manter o frete baixo.

    Resposta
  • 07/03/2014 em 18:31
    Permalink

    falta não e que não tem armazem para descarrega ai os caminhoes não volta para a lavora é mole.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!