Greve dos caminhoneiros deverá ter início antes da Copa

Greve de caminhoneiros - Brasil 2013 (39)

A Coordenação Executiva do Fórum Nacional em Defesa da Lei 12.619/12, a chamada Lei do Descanso dos motoristas profissionais, decidiu na sexta-feira, dia 28, que não vai tolerar modificações na Lei pelo Congresso. Também não vai aceitar a passividade e conivência do Governo, que parece ter ouvidos apenas para os grupos econômicos mal intencionados. A posição foi divulgada na terça-feira com a Carta a Sociedade, distribuída no Congresso Nacional e assinada por várias entidades que representam os caminhoneiros, dentre elas a Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de São Paulo e Paraná, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Terrestres, a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos e a União Nacional dos Caminhoneiros.

A decisão é um basta após inúmeras negociações com Governo e parlamentares que representam setores gananciosos do agronegócio e das embarcadoras, detentoras das cargas. Depois de inúmeras sugestões de alterações e aperfeiçoamentos, as entidades do Fórum em Defesa da Lei 12.619/12, chegaram a conclusão que usaram a boa fé dos trabalhadores e as negociações como cortina de fumaça para revogar a Lei na calada da noite. Para isso, poderosos grupos econômicos, colocaram sua tropa de choque no Parlamento tentando revogar a lei e contam com apoio de forças do próprio Governo, que não querem perder o apoio do agronegócio nas eleições. Os trabalhadores batizaram esse deputados de “Bancada da Morte “ pois caso consigam seu intento vão contribuir para a morte de milhares de brasileiros que circulam nas rodovias, na sua maioria motoristas e passageiros de automóvel, pois quando o caminhão colide muitas vezes provoca a morte de terceiros que nada tem a ver com o setor de transportes.

A Lei 12.619/12 representou a libertação dos escravos-motoristas que não tinham limite de jornada, nem tempo de descanso. Pelo sistema que vigorava antes de junho de 2012, um motorista poderia dirigir 40h sem parar e nenhuma autoridade poderia impedi-lo. Isso levou muitos motoristas a usarem drogas para aguentar jornadas absurdas. Felizmente não é a maioria mas acaba criando um concorrência desleal, entre motoristas que se recusam a usar o chamado rebite e não aceitam viagens absurdas com aqueles que por desespero ou irresponsabilidade aceitam viagens que sabem somente serão cumpridas com excesso de velocidade e sem descanso.

Pela Lei 12.691/12, os motoristas empregados devem respeitar a jornada de 8h, admitindo-se o prolongamento por até 2h extras. Tornou-se obrigatório o descanso de 11h entre jornadas, mesmo que ainda em condições precárias, pois a maioria dos caminhoneiros brasileiros dorme na cabine inóspita de um caminhão, sofrendo com o calor ou frio, insetos, riscos de assalto. Além disso, a Lei 12.619/12 estabelece que o motorista deve descansar 30 min a cada 4h de direção, podendo fracionar esse tempo, por exemplo, parando 15 min a cada 2h de direção, como recomendam os médicos, para recuperar reflexos e condição de dirigir com segurança. Além disso, a lei estabelece que os motoristas tem direito a 1h de parada para refeição. São conquistas comuns aos demais trabalhadores e que contribuem para garantir a segurança de todos os usuários das rodovias.

Os defensores da Lei 12.619/12 estavam dispostos a negociar mas perceberam que as sugestões de mudanças visam praticamente legalizar a escravidão a que são submetidos os motoristas profissionais. Retiram conquistas tantos dos motoristas empregados quanto autônomos. Querem legalizar a exploração em prol dos interesses mesquinhos. Na avaliação dos membros do Forum, ninguém pode alegar que não houve discussão suficiente do tema pois a Lei 12.619/12 é fruto de vários projetos de regulamentação da profissão de motoristas e limites de tempo de direção que foram debatidos por 16 anos no Congresso. Depois de votada e aprovada em plenário foi sancionada pela presidenta Dilma. Os caminhoneiros pedem o apoio á sociedade para que não sejam obrigados a fazer uma greve e sua pauta de revindicações é muito simples, querem que a Lei seja preservada e, depois de dois anos, aperfeiçoada, se for o caso e exigem que o Governo faça cumprir a lei na sua plenitude. Em junho ela completa dois anos que está em vigor.

Na greve anterior, promovida para atender os interesses dos grupos econômicos, os supostos líderes de caminhoneiros anunciavam que a Lei 12.619/12 causaria o caos no setor de transportes, o que nunca ocorreu. O movimento não representava os trabalhadores mas conseguiu, de forma truculenta, bloquear alguns pontos de rodovias importantes dando a falsa impressão á sociedade de que era um movimentos dos caminhoneiros. A maioria dos motoristas desconhecia os objetivos da Lei 12.619/12 e foram iludidos por grupos mal intencionados. O fracasso da greve e a normalização do transporte no Brasil, depois da Lei 12.619/12 vem contribuindo para a redução de acidentes nas estradas. A eventual falta de opção de locais de parada com segurança e conforto necessário, em alguns trechos, é fruto de um sistema perverso em que o motorista ou autônomo ganha tão pouco pelo frete que não consegue pagar por um estacionamento seguro e serviços que necessita nas rodovias.

Acidente-de-caminhãoO motorista de caminhão brasileiro não quer nada de graça o que ele precisa é ser remunerado por seu trabalho ou frete de forma digna para que possa dispor de um mínimo de conforto e segurança nas viagens. Nesse sentido, o SOS Estradas está solidário aos caminhoneiros brasileiros. E sugere que a sociedade fique atenta ao que está acontecendo. É preciso que os parlamentares que não respeitam a vida e querem manter os caminhoneiros em condições análogas a de escravos sejam condenados na urna e enterrados politicamente com sua ganância. Ao mesmo tempo, a sociedade como consumidora precisa valorizar as empresas que trabalham respeitando a Lei 12.619/12, que fazem o transporte socialmente responsável.

Precisamos ter pelos motoristas profissionais o mesmo respeito que exigimos ao meio ambiente e valorizar as empresas que respeitam a lei e provam que é possível ter lucro respeitando o ser humano. Garantir condições dignas aos motoristas profissionais e remuneração compatível com a importância do seu trabalho é interesse de toda a sociedade. Não adianta querer julgar e chamar de assassino o caminhoneiro que mata vários passageiros num automóvel. Existem os irresponsáveis, como em qualquer coletividade, mas a maioria é vítima da fadiga, da escravidão a que são submetidos. Imagine trabalhar semanas longe da família e dormir pouco e dentro de uma cabine minúscula todos os dias? Viajar diariamente, transportando dezenas de toneladas pelas estradas precárias do Brasil? Perder as datas importantes, o aniversário da esposa, a apresentação na escola do filho. Estar distante quando a mãe ou pai está doente? Viver pressionado para entregar o mais rápido possível, com hora determinada de chegada e risco de perder parte da sua remuneração quando não consegue cumprir horário pela precariedade das estradas?

O produto que chega nas prateleiras das lojas, nas gôndolas dos supermercados brasileiros, na maioria dos casos, vem manchado de sangue da vida dos que ficaram na pista. E os caminhoneiros, ao anunciarem a possível greve, estão dando mais um grito de socorro, pedindo a sociedade, “Não me deixem matar nem morrer”. O papel da sociedade é apoiar que a lei seja mantida e aplicada. É só isso que eles pedem. E caso os abutres do parlamento a revoguem quando os caminhoneiros cruzarem os braços será em defesa da preservação da vida de todos que circulam nas rodovias. Será uma greve sem precedentes na história, sem revindicações econômicas apenas humanas. Não se trata de um movimento para atender os interesses dos caminhoneiros mas em prol de todos que circulam nas estradas. É isso que é fundamental entender. Basta de Escravidão sobre Rodas.

Fonte: Portal Estradas

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários

  1. maria benedita de souza disse:

    espero que os caminhoneiros façam a sua parte essa paralização está passando da hora

  2. Ricardo disse:

    CADE OS F.D.P. REPRESENTANTES DOS QUE FORAM ROUBADO, PERDERAM SEUS CAMINHÕES, PERDERAM SUAS CARGAS. CADE O SINDICATO QUE COMBATE A VIOLÊNCIA NA ESTRADA. PRA ISSO NÃO APARECE DESGRAÇADO NENHUM. PRIMEIRO MANDA ESSA CORJA DE SINDICALISTA CONSTRUIR PONTOS DE PARADA (SEM QUE COBREM NADA) PARA OS MOTORISTAS PARAREM COM SEGURANÇA, DEPOIS VENHAM CONVOCAR GREVE PARA REIVINDICAR ALGUMA COISA. ESSA CORJA SO FICA ATRÁS DA MESA E NÃO FAZ P. NENHUMA

  3. Gelson Linck disse:

    KKKKKKKKKK…. Mais uma matéria totalmente parcial!

    1. Gelson Linck disse:

      A Lei é boa, porém, precisa de ajustes com urgência! Mas, a grande maioria dos caminhoneiros pensa em fazer greve porque não é respeitado por ninguém, porque os custos estão cada vez mais altos e porque os fretes estão cada vez mais baixos e não por causa de alguma alteração na Lei. Ficar 11 horas parado num posto de combustível só vai fazer o motorista ganhar menos ainda no final do mês… e isso ninguém quer! Vocês acham que vão enganar quem com essa matéria?

      1. Hernandes disse:

        fica vc traz de um volante das 4:30 da manha até as 11:00 horas da noite pra vc v que 11 horas no posto vai passa rápido rápido tem que por horário mesmo tem horário pra tudo nesse mundo por pro caminhoneiro não

      2. juliano disse:

        advogado do sindicato das empresas DETECTED…
        Vai ter que melhorar a tua lábia meu compadre.

    2. Betoferradura disse:

      Apoiado

      1. Betoferradura disse:

        Gelson Linck tem meu apoio, essa lei é para VAGABUNDOS, MALANDROS E TODA SORTE DE FOLGADOS…

  4. André MAchado disse:

    É importante dizer que as grandes cargas horárias de trabalho e o uso de rebites, etc são devido a pressão dos baixissimos fretes e grande carga de custo, eu enviei um email a direção da ANTT questionando qual a politica que regulamenta o preço dos fretes, considerando tantos encargos que são cobrados, até hoje não me responderam, isso porque não tem resposta, os governos criam impostos, regras, taxas aqui e ali, cumpra- se e pronto… não sabendo se é condizente com a realidade do transporte, simplesmente criam e cobram e acabou…..

  5. Lag disse:

    MATÉRIA COMPRADA, SENSACIONALISTA, ESTA GREVE NÃO TERÁ APOIO NENHUM, NAO EXISTE AUTÔNOMO QUE NAO CONCORDE COM AJUSTES NA LEI, NAO EXISTE FUNCIONÁRIO QUE ACEITA FICAR 11 HORAS PARADO NA BEIRA DA ESTRADA. ALGUM DIA ALGUÉM FOI BENEFICIADO POR ALGUÉM DE ALGUM SINDICATO??? BANDO DE PALHAÇOS QUE PRETENDEM ARMAR O CIRCO USANDO O NOME DOS MOTORISTAS.

  6. fabio dombrowicz disse:

    Gostaria mt de saber como é que fica, a lei no caso de um motorista que dirige 800 km e ainda fica descarregando o resto do dia sua carga dentro dos cetros urbanos…isso no primeiro dia. no segundo termina de descarregar e volta para carregar ….ex: 2 cargas por semana para as msm cidades…gostaria de fosse esclarecido pq a cada entrega o caminhão fica parado

  7. Leo Coe disse:

    CONCORDO PLENAMENTE COM,,,
    GELSON LINCK
    04/04/2014 at 16:57
    A Lei é boa, porém, precisa de ajustes com urgência! Mas, a grande maioria dos caminhoneiros pensa em fazer greve porque não é respeitado por ninguém, porque os custos estão cada vez mais altos e porque os fretes estão cada vez mais baixos e não por causa de alguma alteração na Lei. Ficar 11 horas parado num posto de combustível só vai fazer o motorista ganhar menos ainda no final do mês… e isso ninguém quer! Vocês acham que vão enganar quem com essa matéria?

  8. Leo Coe disse:

    LAG…. Sua postagem é a mais pura verdade..

    Mais uma vz usam o caminhoneiro para fins políticos e de grupos interessados apenas em lucros sobre trabalho escravo.

    Matéria totalmente parcial, com objetivos de empresas receberem subsidios e sindicalistas suas propinas,

  9. Ronaldo de Alencar Cavalcante disse:

    Todas as categorias tem um sindicato atuante, …ex; prostitutas, viados, estivas,menos os caminhoneiros, que a cada dia estao mais fracos, desanimados com um governo que faz de tudo para acabar com o caminhoneiro autonomo.

  10. Leo Coe disse:

    OS DITO SINDICATOS DA CATEGORIA DEVEM SER EXTINTOS.

    Estes presidentes vitalícios ( eternos) dos ditos sindicatos, não representam a categoria de maneira alguma. Mas sim a pequenos grupos de aproveitadores que, se dizem representantes da categoria e, vivem da exploração da massa de manobra que transformaram os empregados do transporte.

  11. Lag disse:

    SINDICATOS PELEGOS COM CARGOS VITALÍCIOS PASSANDO DE PAI PARA FILHOS. ESSA RAÇA ORDINÁRIA TERIA QUE SER EXTINTA NO BRASIL. A CLASSE É SIM DESUNIDA, POIS OS INTERRESES TRATADOS SÃO SEMPRE OS PARTOCULARES E NUNCA DA CATEGORIA, ASSIM COMO ESSA AMEAÇA RIDÍCULA DE GREVE. PRA RESOLVER OS VERDADEIROS PROBLEMAS (fretes baixos, pedágios, óleo diesel absurdo, impostos, locais nogentos para carga e descarga, filas nos portos e embarcadores) PRA RESOLVER ISSO NÃO APARECE NINGUÉM, APOIARIA ESTES PILANTRAS SOMENTE DEPOIS QUE ELES RESOLVENSEM AO MENOS 1 DOS PROBLEMAS CITADOS. E QUANTO AO PROCURADOR PAULO DOUGLAS, PQ ELE NÃO LARGA DO PÉ DOS CAMINHONEOROS E FICA DE PLANTÃO NOS EMBARCADORES FORÇANDO ELES A AGILIZAREMOS OS CARREGAMENTOS E FORNECEREM COMIDA E BANHEIROS LIMPOS.

    1. mauricio disse:

      falou tudo!!!

    2. ivonesio soares disse:

      E isso ai, ficar atraz de uma mesa opinando bost@ e muito facil…

  12. ronaldo disse:

    esta lei é boa unica parte q ta errada é a hora de espera q ñ é contada como jornada de trabalho.pois se ficar tres horas em espera por ex;vai ter de rodar dez oras pra poder ganhar a dita hora extra somando isso vai dar onze oras no total a disposição do empregador. isso é uma palhaçada

  13. mauricio disse:

    aqui no RS eu não estou vendo absolutamente ninguem cumprir essa lei, muito menos fiscalizaçao… assim mesmo com muitos rodando direto após as 7 da noite ta quase impossivel achar local para pernoitar… só não virou um caos ainda pq ninguem está cumprindo…é muito fácil alguem que não sabe nem dar partida num caminhao e passa o dia na frente de um computador dizer que é fácil cumprir essa lei…

  14. mauricio disse:

    ainda falam em garantir condiçoes dignas pra nós, sem pontos de parada… nao é eles que ficam perambulando até achaar um lugar bom pra estacionar e durmir…tendo que usar um banheiro imundo…

  15. O problema todo é o gargalo da infraestrutura que o Brasil não tem. Tem que se resolver os problemas das intermináveis filas nos descarregamentos nos armazéns, portos e etc. O prejuízo operacional é enorme e sem contar das péssimas condições das rodovias que enfrentamos, nesse contexto entra também a picaretagem que é o tal frete de retorno. Sinceramente, não vejo a curto prazo uma solução para esses problemas.

  16. FC disse:

    A foto do Volvo VM todo achatado acima mostra como a cabine semi-avançada ainda salva vidas em impactos violentos (duvido que aquele motorista tenha escapado vivo). Essa greve também deveria ter como objetivo forçar a indústria a investir mais na segurança do caminhoneiro. Até o início da década passada, caminhões como os Mercedes L-1938, L-2638, Volvo NH12, Scania séries T, Ford séries F, entre outros, tinham muitas vendas, mas devido à ganância dos frotistas e dos executivos das montadoras, ficamos com pouquíssimas opções que realmente proporcionam segurança para quem passa os dias viajando pelas estradas.
    Essa greve deveria ter acontecido muitos anos antes, e espero que os grevistas sejam realmente SÉRIOS ao aderir à paralisação.

  17. Leo Coe disse:

    Lourenço…O tal frete retorno é uma aberração imposta por empresários e, com a qual exploram os autônomos. No caso FRETE RETORNO…damos carona as cargas das transportadoras, MAS AS MESMAS NÃO SÃO COBRADAS COMO RETORNO…..Por este motivo insisto em dizer que o frete deve ser pago por km rodado, com um pequeno diferencial do valor entre trucks e os articulados.

    1. Concordo plenamente com você mas temos uma parcela de culpa quando nos submetemos a isso. Eu não carrego em hipótese alguma, mas uma andorinha não faz verão!

      1. EIXOTORTO disse:

        Lourenço , duas andorinhas, meu caminhão está parado faz alguns dias porque não rodo se não cobrir meus custos , apesar de ainda pagar a extorsão .
        Tenho me virado sabe Deus como , mas não vou acabar com meu patrimônio rodando a preço de banana e depois não ter mais nem como mantê-lo !

  18. Leo Coe disse:

    FC estas cabines são o melhor que podem fornecer para evitar a morte dos motoristas( de bicicletas) em caso de acidentes…Brincadeira..
    Quanto a paralisação espero que desta vz seja feita em casa, ninguem carrega e pronto. Inclusive os regidos pela CLT devem ficar em casa ou nos pátios das empresas. Bloquear estradas só causa antipatia da população. E vamos falar a verdade, estes bloqueios são um transtorno evitável, não fazem com que paralisação seja levada a sério e nem os itens sejam atendidos. O que faz governo atender as reinvindicações é o não transportar. O desabastecimento geral de produtos por falta de quem as entregue.. caminhoneiros.

  19. Alex Costa " XUXA" - Nova Mutum MT disse:

    Eu concordo com a lei, mais não a cumpro, pois os salários ao invés de melhorar pioraram, fiquei perplexo com uma proposta de emprego que recebi, ganhar 1800.00 na carteira e 35.00 a diária, sendo que o minimo que um motorista gasta por dia e 50.00, isso somente café, almoço, janta, ainda tem o banho que muitos postos e restaurantes estão cobrando, que custa em torno de 5.00, ou seja somando um gasto minimo de 55.00 por dia, um motorista gasta por mês 1650.00, e com a soma do salário, que e de 2850.00, ao final do mês o motorista vai levar para sua casa 1200.00;

    Eu por exemplo não vou sair de casa, para ficar de 7 a 15 dias fora de casa, para ganhar 1200.00 ao mês, sendo que motoristas municipais estão recebendo em torno de 1500.00 a 1700.00 das 7:00 as 17:00 com 1 hora e meia de almoço, hoje trabalho com bitrem, a empresa que eu trabalho apoia a lei do descanso, mais o motorista cumpre se quiser. hoje o meu salário gira em torno de 3500.00 a 4500.00 por mês.

    Antes de fazerem leis melhorem a infra-estrutura e paguem salários dignos da categoria…#FicaDica

  20. Paulo Abraão disse:

    Uma vergonha que essa entidade pulblique um desparato desses , a lei e boa mais sem os devidos ajustes ela e inaplicável , prejudicando quem quer trabalhar e nao viver de arrecadação , essas entidades fajutas nao representam trabalhadores do setor e sim alguns que vivem de grana de certas entidades. Viva a lei e as novas mudanças boas que poderam vim , o estatuto da criança e o adolescente ja foi mexido mais de 30x e essa lei como varias precisam de reparos e ajustes . Ao trabalho

  21. sergio disse:

    primeiramente para a lei funcionar tem que ter um frete justo e condicoes de trabalho pois do jeito que esta ja nao tem local para pernoitar imagina na hora que a lei tiver que ser cumprida. para atravesar sao paulo por exemplo vai precisar de 48 horas pois com as restricoes na marginal nao e possivel passar cumplindo a jornada de trabalho .tem que mudar muinta coisa nesse pais para ser cumplida essa jornada mas a lei e boa e valida so tem que adptar o pais a ela.

  22. jose ribas de igrejinha rs disse:

    Jose ribas. A lei tem que ser validada urgente.as pracas de pedagios que fassan locais de paradas.

  23. BETO PAVAO disse:

    somente uma proposta deve ser levada a serio ..proibir caminhoes em todas as rodovias a partir das 22.00hs com retorno as 05.00 acaba toda esta discussao e se preserva todos de acidentes terriveis,,,

    1. Santamaria disse:

      Concordo com vc.- segundo passo tirar os farois dos caminhões, caminhão só roda de dia, a noite fica para descansar, e fim de papo.

  24. Hernandes disse:

    pra tudo nesse mundo tem horário por que que só o motorista não e outra o dono de transportadora é uma raça filho da puta quando mais tem mais querem ter é só coloca no c… do motorista sei de muitas que coloca pó na mão de motorista pra ele viajá pra eles é fácil né não são eles que estão na rodagem na transportadora que eu trabalho nem manutenção querem fazer mais só querem sabe do caminhão na rodagem e chega no final do mês vc leva nada mais nada meno que 2.000 mil reais pra casa por que eles desconta até a diária que eles dão pra você viajá agora me fala pra que trabalha que nem um filho da puta pra chega no fim do mês você leva 2.000 mil pra casa agora se alguém fala que 2.000 reais pra um caminhoneiro é salario bom manda o seu pra mim que eu mando o meu pra você no final do mês

  25. BOPE disse:

    ACHO ENGRAÇADO, O CARA SO SABE FALAR PALAVRAO, E AINDA QUER GANHAR MAIS DE 2000 POR MES, VAI ESTUDAR SR HERNANDES…

    1. luiz disse:

      Vc acha R$ 2000 por mês bom ? ter que deixar a sua família em casa por vários dias e ter que ficar a merce da sorte nas estradas e vc acha muito bom R$ 2000 por mês ? pega um caminhão e sai pra estrada seu fila da puta !!! depois vc me fala se R$ 2000 por mês é bom,vc fica com o cú colado em uma cadeira e vem falar merda seu vagabundo covarde fila da puta!!!

  26. Andrade disse:

    Tem que parar 11h mesmo, entendo a reclamação contra isso, mas o problema está no frete que tem que se ajustar a isso, ou seja, ficar mais caro, o cliente final que pague oras. Vai ficar mais caro o produto, vai, mas garanto que não é nada para o cliente final, divida o preço do frete pela quantidade de produto e verá que o preço dele é baratíssimo. Divida o preço do frete por exemplo para transportar 30000 kg de batata…não vai nem 5 centavos por kg de batata o preço do frete.

    É muito bonito achar que pode dirigir 20h por dia, quero ver no final da jornada quando chegar em casa, morto de cansado, ai ja viu né ? A escravidão acabou faz tempo.

  27. juliano disse:

    …e depois disso tudo, ainda vai ter motorista da Bolívia, de Cuba, da Venezuela…
    Uns dizem representar uma classe, outros falam que representam uma demanda, outros que se dizem não ter representatividade, outros falam que tudo está uma droga. Apesar dos pesares, os caminhões continuam a ser comprados, o diesel continua a ser queimado, o ser humano continua a ir no banheiro…
    uns se fodem a longo prazo, outros se fodem a curto prazo. Todos se fodem, o governo continua com nosso dinheiro, e a America Latina continua obedecendo o chefe.
    …não liguem.. estou apenas divagando… afinal de contas, não contribuo para nenhum sindicato, e o choro dos empresários já é de meu conhecimento há muito tempo.
    é aquela coisa… ninguém tá enxergando quem é o fodedor mór deste país. enquanto isso, migalhas do BNDES pra cá, migalhas e exploração pra lá.. falta motorista aqui..
    logo logo, vai ter caminhão sem motorista, ai essa “choração” acaba..
    depois vou querer ver onde a síndrome do escravo vai se recolocar… acho que nos vigias noturnos..

  28. Leo Coe disse:

    Se é para sair a tal greve; que comece já. Chega de enrolação, cobrem do governo como prioridade uma tabela nacional de fretes por km.. Chega de babaquice e jeitinhos de sindicatos.

  29. Lag disse:

    PELO QUE PERCEBO A GRANDE MAIORIA CONCORDA QUE DEVERIA HAVER UMA GREVE POR DIVERSOS MOTIVOS E NÃO POR CAUSA DOS AJUSTES DA LEI, MAIS PORQUE NINGUÉM SE INTERESSA EM NOS AJUDAR EM NOSSAS VERDADEIRAS DIFICULDADES. ESSES SINDICATOS PICARETAS NÃO TEM CRÉDITO PARA PROPOR UMA GREVE POR CAUSA DA LEI DO MOTORISTAS, SEM QUE ELES CONSIGAM ALGUMA MELHORIA EM NOSSAS VERDADEIRAS DIFICULDADES. SE HOUVER UMA GREVE SEREMOS USASOS COMO MASSA POR ELES ONDE CRITICAM APENAS A LEI E NÃO É ESSA A VERDADE, ESTAMOS CONTRA TODO O CENÁRIO DO TRANSPORTE BRASILEIRO, A LEI É O QUE MENOS IMPORTA.

    1. ivonesio soares disse:

      Apoiado…

  30. Betoferradura disse:

    Essa lei tem que ACABAR, TEM QUE SER EXTINTA, ESA É UMA LEI PRA VAGABUNDOS, PRA MALANDROS, PRA FOLGADOS, PRA GENTE PREGUIÇOSA, SAI FORA REBANHO DE VAGABUNDOS NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, NÃO VAI HAVER GREVE, OS MOTORISTAS EMPREENDEDORES AUTÔNOMOS NÃO VÃO PARAR

  31. Andrade disse:

    A lei é para vagabundos e o certo é vc que trabalha rebitado.

    1. Betoferradura disse:

      Muito pelo contrario, Sr. Andrade, eu não faço uso de substancia alguma para fazer o meu trabalho a unica coisa que faço é o PLANEJAMENTO da minha viagem, so isso, PLANEJAMENTO de viagem. Minhas viagens rendem muito bem sem a necessidade de qualquer ADITIVO pois são planejadas com antecedência, o kra tem qui ser muito burro pra sair por ai metendo os pés pelas mãos. Minha carreta é o meu NEGOCIO, se houver qualquer problema ou acidente estarei perdendo dinheiro, por isso, respeito as leis de transito e não provoco danos nem em mim nem na carreta… Sou brasileiro mas não sou tapado…

  32. marcio disse:

    os caminhoneiros nao sao reconhecidos pela sociedade,eos autonomo estao sendo engolidos pela custo altisssimo do oleo etc,isso precisa com urgencia esta dilmaaver.

  33. volnei disse:

    Quem faz as leis não faz ideia do que um motorista passa, somos tratado pior que cachorro,não existe pontos de parada, postos lotados com banheiros imundos e caros vao tudo a merda temos que parar pra falta tudo em todos os lugares…

  34. elias disse:

    A lei é de extrema importancia para todos mas tambem temos que ser remunerados e tratados como profissionais, não como um qualquer cachorro que tem a obrigação de carregar e descarregar em prazos curtos como eles querem por ai, ainda por cima vem uns propios colega que divulgam o salario por ai dizendo que esta ganhando 3.500 a 4.ooo por mes. enquanto na verdade sabemos que isso não é verdade muitos por ai soma o dinheiro da diaria ao salario pra contar essa vantangens, mesmo sabendo que o que ganhamos de diaria é nossa despesa e as vezes não é o suficiente pois esta tudo muito caro nas estradas. o salario de motorista carreteiro hoje no brasil na verdade e no geral não passa de 1.250 a 1.600 isso é uma grande vergonha brasileira para profissionais que mora em um caminhão e passea em casa. Ouvimos uma conversa ai que a presidenta falou que um motorista iria ganhar de 5 a 8 salarios minimos, mas essa conversa foi pouca fizerão questão de esquecer pois se tratava de melhorias para motorista,o que é pouco significantes para eles. Acredito eu que nada muda por que nós mesmos somos desarticulados, da pra ver por pensamentos de alguns colegas de profissão por ai que é contra lei e querem continuar com salarios baixos e rodando a noite toda acabando com sua saude e aumentando o risco de vidas.

  35. Fabiano disse:

    Não vão aceitar mudanças na lei! Mas até agora nada foi investido na estrada com pontos d descanços! Enquanto tem posto q não deixa vc pernoitar e outra q para entrar no banheiro tem q usar um barquinho.enteresante q milhoes foi investido no esporte(estádio de fultebol)!quem sabe uma grave vai melhorar alguma coisa!?

    1. jairzinho disse:

      pra mim o problema é o baixo valor do frete! quando eu carrego com valor bom o q já faz tempo q não acontece eu faço a viagem mais tranquilo, e outra já estou de greve à uma semana porque além de estar fraco de carga o que tem é pra trabalhar de graça aí é melhor ficar em casa o cara que carrega eu não entendo ou tá cheio da grana ou já tá no desespero aí ele vai se enterrar mais, e vai ferrar quem briga pelo valor do frete.

  36. EIXOTORTO disse:

    Concordo em se regulamentar a lei , porém dentro de realidades possíveis , um autônomo por exemplo que geralmente paga quase todos os custos do transporte fica com um lucro minimo rodando em média 14Hrs por dia enquanto as transportadoras que gastam quase nada com a operação recebe o frete integral pago pelo embarcador (inclusive pedágios que geralmente as transportadoras não repassam). Imagina esse mesmo autônomo que já está quase falido rodando dentro dessa nova lei ? Certamente será o fim da atividade autônoma e mais um grande monopólio será criado ditando preços até para os combustíveis.
    Eu penso que nós que fazemos o transporte acontecer passamos da hora de ou fazer algo pelo transporte como parte interessada ou abandona-lo e ir para outra atividade ! um bom dia , se é que é possível !

  37. EIXOTORTO disse:

    Quanto a Possibilidade de greve quero apenas dizer que independente de outros eu sempre paro quando não é bom para todas as partes , principalmente se for a da categoria,porém não vou para beira de estrada nenhuma fazer arruaça , não precisa disso para que percebam o valor do nosso trabalho . Basta ficar em casa !

  38. Excluido disse:

    Só sei que os autônomos já não aguentam mais, fretes baixissimos estão acabando com nós e com nosso patrimonio , precisamos mudar essa realidade, somos ser humano tbm,temos familia, sustentamos casa etc, acaba mês,começa mês e é a mesma coisa . Vamos fazer greve sim, mas é para melhorias nossas, baixar preço do diesel, peças ,pneus, enfim, precisa melhorar , não estamos conseguindo quitar nossas dividas. O motorista autônomo hoje é uma bomba relógio Governo tem que acordar e perceber que o caminhoneiro é que carrega o Brasil nas costas, precisa nos valorizar mais e não ficar inventando impostos e mais impostos, leis e mais leis. E por falar em impostos, sobre o ANTT, essa contribuição sindical anual serve pra que afinal, pra sustentar vagabundo, pq até hj não me ajudou em nada. Vamos parar sim, mas cada um em sua casa, a nossa classe parece até desenho animado, parecendo brincadeira , vamos brincar de greve e tal, não é assim, vamos parar 10 dias, eu falei 10 dias mesmo pra ver se não melhora, vamos ser firme, ninguem é obrigado a sair de casa, ninguem pode lhe obrigar a isso, estou falando dos autônomos, vamos dar a volta por cima e parar de ser tratados como cachorros(João ninguem), vamos virar gente!!!!!!!!!

  39. Excluido disse:

    Vejam no Rio, os próprios motoristas entraram em greve sem apoio de nenhum sindicato, temos que fazer assim, pois toda vez que entramos em greve, os nossos representantes de sindicatos só pensam em interesse deles e acabam sendo comprados,sem que nossas reivindicações sejam atendidas, ai a greve acaba, nada é resolvido a nosso favor e os sindicalistas sempre se dando bem em cima de nós e ficamos como sempre chupando dedo, vamos mudar essa realidade.
    PRECISAMOS DE UMA VIDA MAIS DIGNA PRA NÓS E PARA NOSSA FAMILA

  40. Leo Coe disse:

    Excluido. O interessante é que ficar parado muitas vzs mais de 20 dias em postos, patios de agencias, esperando cargas melhores, muitos ficam. Mas ficar 10-15 dias em casa, para melhorias , ai é impossível, ficam alegando prestações, etc.. Não entendo a maioria dos colegas nestas horas.

  41. lilian randi disse:

    Agora sim estamos vendo coisas interessantes!! Falei tanto para os colegas tomarem cuidado com os mal intencionados!! Gente deixe a lei acontecer e depois vamos negociar melhores condições. Fiquei apavorada quando vi quem eram os interessados na mudança da lei e o que os mesmos queriam mudar. Nada a favor do motorista.Tudo a favor deles.É a hora do elefante de circo( motorista) mostrar que não tem apenas força mas sim pensamento percepção, mostrar que sabe o que quer. Realmente essa mudança na lei é uma REGUAMENTAÇÃO DA ESCRAVIDÃO DO MOTORISTA PROFISSIONAL RESPONSÁVEL POR MAIS 60% DO QUE É TRANSPORTADO NESTE PAIS.

  42. ivonesio soares disse:

    Certissimo o sr. GELSON LINCK… E as contas ? Quem vai pagar c/ essa lei.

  43. Luis Fanti disse:

    UMA CLASSE QUE PASSA POR CIMA DO COMPANHEIRO, QUE NÃO É UNIDA, QUE VENDE A MÃE PARA COMER O PAI, VOCES QUEREM O QUE, ESTAMOS SOFRENDO MUITO POUCO AINDA, TEMOS MUITA GORDURA PARA QUEIMAR, MUITO SOFRIMENTO AINDA POR VIR, QUEM SABE UM DIA DAQUI A MIL ANOS SEREMOS UM POUCO MAIS DECENTES CONOSCO MESMOS, REFLITAM, CADA UM COLHE O QUE PLANTA, TAMBÉM SOU CAMINHONEIRO, E TENHO VERGONHA DE DIZER QUE SOU……….

  44. Leo Coe disse:

    Luis Fanti..Em parte vc tem muita razão. Mas se houver conscientização de parte de todos, poderemos mudar este fato. Ao meu entender, temos muito o que mudar, para chegar a um profissionalismo de qualidade. Mas como autônomo, creio que deveria ser iniciada uma paralisação de nossa parte. Parando cerca de 1 milhão de autônomos, já abalaríamos a logística deste país. Pois empresas com novas regras, não dariam conta sozinhos. Podemos exigir uma revisão no modo de pagamento e preços de fretamento, possibilitando melhores ganhos para categoria. Mas para isto temos que exigir a mudança de pauta dos ditos representantes ( ao meu ver vendidos) do sindicato. Fazer eles entenderem que representam, não decidem sozinhos ou, com meia duzia de cupinchas e laranjas, colocados por eles nas decisões.Acredito que deveria ser feita uma cédula distribuída em postos de abastecimento, para assim o verdadeiro caminhoneiro, deixar claro ao sindicato o que deve ser posto em votação. Gostaria que programas como o Pé na Estrada, Siga bem, etc; contribuíssem para a realização de tal empreitada. Mas acho que somos apenas números de ibope para a maioria.