Agrale vende 320 tratores para o Zimbábue

contratovenda1




No último dia 28 de abril, o diretor de vendas de tratores da Agrale, Flavio Crosa, assinou o contrato de venda de 320 tratores do modelo 575.4, entre o Brasil e Zimbábue, realizado pelo programa Mais Alimentos Internacional. A fabricante gaúcha se torna a primeira empresa brasileira a fechar um acordo comercial para a edição internacional do programa.

A cerimônia foi realizada durante a Agrishow 2014, em Ribeirão Preto (SP), e contou com a participação do secretário do Ministério do Desenvolvimento da Agricultura, Mecanização e Irrigação do país africano, Ringson Chitsiko; do ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, e do representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA, Gabriel Leão.

Segundo Flavio Crosa, este é um dos mais importantes contratos de exportação da empresa. “Hoje, nos tornamos a primeira empresa do segmento agrícola a fechar um acordo de fornecimento utilizando o programa Mais Alimentos Internacional. Ele tem como objetivo ampliar a produção e a produtividade dos estabelecimentos da agricultura familiar nos países em que atua e fortalecer a indústria nacional de máquinas e implementos agrícolas, incentivando a pesquisa e a inovação tecnológica. Toda a operação será suportada pelo nosso representante no país, a Zimtractors, que dará atendimento de assistência técnica e de pós-venda”, explica o executivo.

A recém-lançada Linha 500 representa uma nova geração de tratores da marca, que mantém atributos já consagrados pelos agricultores. Com motorização MWM de 65 e 75 cv, é o único da categoria que dispõe de transmissão sincronizada com inversor e super redutor de série, proporcionando menor fadiga do operador, maior produtividade nas operações que necessitem de muitas manobras e melhor rendimento no trabalho a baixa velocidade.

Programa Mais Alimentos

Lançado no Brasil em 2008, o Programa Mais Alimentos tem permitido aos agricultores familiares brasileiros acesso à tecnologia, juros baixos e longos prazos para pagar. Os resultados são percebidos no aumento da produtividade e, consequentemente, na ampliação da renda destes produtores em todo o País.

O Mais Alimentos Internacional foi criado em 2010, com o objetivo de estabelecer uma linha de cooperação técnica que destaca a produção de alimentos pela agricultura familiar como caminho para segurança alimentar e nutricional dos países participantes.

A ação prevê o financiamento de tecnologia adaptada às realidades socioambientais da agricultura familiar local, como forma de ampliar a produção e a produtividade dos estabelecimentos rurais. Atualmente, cinco países têm acordo firmado com o Brasil: Zimbábue, Moçambique, Senegal, Gana e Cuba.

Fonte: Agrale




Deixe sua opinião sobre o assunto!