Blitz na SP-310 flagra motoristas de caminhão em jornadas exaustivas

eixo_caminhao




O Ministério Público do Trabalho (MPT) de Araraquara (SP) divulgou nesta segunda-feira (12) o resultado de uma blitz feita em parceria com a Polícia Rodoviária que flagrou casos de motoristas de carga trabalhando em jornadas exaustivas. A ação foi realizada na Rodovia Washington Luís (SP-310), em São Carlos, na última sexta-feira (9).

Vários condutores foram parados e autuados pelo desrespeito à Lei nº 12.619/12, que estabelece normas ao tempo de direção e descanso. Ao menos três casos chamaram a atenção do procurador Rafael de Araújo Gomes, que conduziu a operação. Em um deles, o motorista dirigia há mais de 26 horas. O MPT abriu representação contra todas as empresas envolvidas.

Irregularidades

Uma das ocorrências envolve o frigorífico JBS, maior processador de carne do mundo. O tacógrafo do caminhão parado mostrava jornada excessiva sem intervalos por três dias seguidos. No primeiro deles, o motorista rodou das 6h às 22h, com apenas um intervalo. No segundo dia, ele iniciou jornada às 8h30 e só foi parar às 2h30 da madrugada, com um intervalo para almoço e outro para jantar. No terceiro dia, recomeçou às 8h30 e continuou até as 22 horas, com apenas uma pausa para almoço.

Em nota, a JBS informou que ainda não foi notificada sobre o ocorrido, mas analisará o fato e tomará as providências necessárias para corrigir eventuais falhas no controle de jornada.
A empresa ressaltou que foi premiada na Conferência de Transportes Nacional e Internacional por ter sido uma das pioneiras na efetiva implantação do controle de jornada dos motoristas que define que a carga-horária de trabalho deve seguir 8 horas diárias, com 30 minutos de descanso a cada 4 horas de direção.

Quatro horas de descanso em 26h

No segundo caso, um motorista da empresa Araras Pantanal, prestadora de serviços do Frigorífico Boi Branco, iniciou jornada às 22h30 de quarta-feira (7) e dirigiu durante toda a quinta-feira (8), até ser parado na blitz por volta das 1h de sexta-feira (9). Durante esse período, ele fez uma pausa de 3 horas e outra de 1 hora.

Segundo o MPT, a polícia encontrou frascos na boleia, sendo que um estava vazio e o outro continham dois comprimidos. A suspeita é de sejam “rebites”, um tipo de anfetamina responsável por manter o condutor acordado durante a viagem. Ainda de acordo com o MPT, os policiais identificaram cheiro de cocaína no frasco que estava vazio. O material foi apreendido para análise.

A Araras Pantanal informou que não há pressão da empresa e que orienta os motoristas a seguirem a lei. “Tem que seguir as normas, mas um ou outro anda mais por conta própria. Isso é longe dos olhos da gente, só ficamos sabendo quando acontece. Eles [os motoristas] não têm autorização para fazer isso”, explicou o encarregado de transporte, Aparecido Ribeiro Filho. Segundo ele, os motoristas que descumprem a lei são advertidos e podem até perder o emprego em caso de persistência.

Um terceiro motorista, este empregado da transportadora Fênix Comércio, prestadora do Frigorífico Agra, também foi flagrado em jornada acima do permitido por lei. “Uma jornada de trabalho como essa é desumana, cruel, inaceitável, que cria risco iminente de morte ao motorista e às pessoas ao seu redor. No Brasil, o segmento de transporte de carga é o 6º da economia com maior número de acidentes. Em número de acidentes com óbito, supera o setor da construção civil”, lamentou o procurador.

Lei

A lei determina que em viagens de longa distância com condução compartilhada entre dois motoristas deve haver o descanso mínimo de seis horas com o veículo estacionado, em cabine leito, ou em acomodação externa fornecida pelo empregador. Além disso, a nova legislação prevê paradas de 30 minutos, pelo menos, a cada quatro horas de direção contínua, e uma hora de almoço. Dentro da definição da Lei, o motorista também tem direito a 11 horas de descanso entre duas jornadas de trabalho e a 36 horas de descanso semanal.

Segundo o Anuário Estatístico das Rodovias Federais 2010, elaborado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e pela Polícia Rodoviária Federal ocorreram naquele ano apenas nas estradas federais 182.900 acidentes, sendo 7.073 fatais e 62.067 com feridos. Nesses acidentes morreram 8.616 pessoas, e 102.896 ficaram feridas.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), o Brasil encerrou o ano de 2010 com 64,8 milhões de veículos. Para a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT, a frota de veículos usados no transporte de carga é de 2.130.662. Isso significa que, muito embora os veículos utilizados no transporte rodoviário de carga correspondam a apenas 3,2% da frota de veículos terrestres do país, eles estão envolvidos em 28,6% das mortes, 18,9% dos acidentes com feridos e 25% do total de acidentes ocorridos em estradas federais.

Fonte: EPTV




14 comentários em “Blitz na SP-310 flagra motoristas de caminhão em jornadas exaustivas

  • 20/07/2014 em 15:11
    Permalink

    O culpado são os própios motoristas,porque se ele não viajar o outro vai,

    Resposta
  • 19/05/2014 em 11:17
    Permalink

    Ontem, em plena rodovia BR324, município de Santo Amaro, rodovia 100% reta, houve um tombamento de um 9 eixos com características de motorista que dormiu ao volante, pois não tinha nenhuma marca no asfalto de frenagem, confirmando o que disse acima. Portanto se estão dormindo no volante é porque não estão descansando satisfatoriamente, e estão sob uso de drogas das mais variadas. E ainda tem um bando de idiotas querendo trabalhar em regime de escravidão, unicamente para satisfazer interesses de empresas transportadoras e embarcadores que só estão interessadas em lucratividade.

    Resposta
  • 15/05/2014 em 23:43
    Permalink

    Para as transportadoras caminhao parado e so quando esta em carga ou descarga. fora isso querem que a gente ponha pra derreter. E depois dizem que a culpa e nossa. Quase todos que estao envolvido no transporte de cargas nao estao cumprindo a lei. As empresas ainda na sua grande maioria pagando comissao.

    Resposta
  • 15/05/2014 em 23:36
    Permalink

    Eu não tenho pena de motorista não.. Eles gostam de se achar heróis?? então que cumpram os horários estipulados, parem de reclamar de diesel e pedágio, pois tá sobrando dinheiro sim, é só levantar mais cedo e dormir menos.. que o dinheiro vem com força! Tem um monte de caminhão novo ai, e vcis reclamando?? Vão se ferrar!! Vocês reclamam de barriga cheia!! Tem que trabalhar!! só fica sentado o dia inteiro e ainda quer dormir?? seus vagabundos! vcis não sabem o que é trabalho!! 1600 km por dia é pra ser padrão!!! chega de preguiça!

    Resposta
  • 15/05/2014 em 23:31
    Permalink

    Não sei o que estes caras reclamam…
    Uma hora, reclamam que 8 roras é muito, do outro reclamam da lei.. e depois, reclamam da blitz..
    Motorista tipo-brazil, tem mais é que se foder mesmo! Quer ser escravo?? que tome no cu o rebite, e que se exploda!
    Tem uma lei, que não é perfeita, mas que quer disciplinar a classe, independente de infraestrutura, que no final, está sendo construída e vem um monte de motorista cagão, motorista-escravo, motorista-zumbi reclamar.. Vão tomar no Cú! Vocês tem mais é que se foder mesmo, com 90 horas por semana e continuar ganhando 2500 reais.. isso quando recebem isso!
    Já estamos de saco cheio de explicar que motorista tbm é gente, que merece descansar como toda pessoa normal, que merece uma qualidade de vida melhor.. que merece isso, que merece aquilo.. que apesar da falta de paradas, a infra está sendo feita SIM.. devagar, mas está… as empresas estão SIM, começando a fazer controle de jornada.. que isso é SIM para a própria proteção do corno do motorista… Que a PRF e o Min. trabalho está DO NOSSO LADO…
    …………………………
    MAS NÃO….. NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO Juliano!!!
    SOMOS ESCRAVOS !!!! Queremos tomar no cú sempre!!!! Queremos ser escravos explorados SEMPRE!!! Queremos é reclamar de tudo sempre!!!
    Por mim, tira logo essa lei, e volta tudo como era no passado.. por mim, volta o pó com força! volta o velho barreiro com arrebite sempre!! por mim, que se aperte ainda mais os prazos, e motorista brasileiro, tem mais é que ser explorado mesmo!! Gosta de se achar herói? Então toma no cú com capa vermelha de super-homem!! coloca foto do Tchê-Guevara na traseira, um baita FDP comunista assassino, e se arrebita e vai cumprir horário seu corno burro!! Morre acelerando, se não morre na vergonha! Vai se danar e cumpre a bosta do horário!! E tem mais!! Quero ver é empresa colocar caminhão sem gabine leito pra analfabeto idiota se achar mais herói ainda!!
    Tem que ralar bem raladinho o motorista, até o sangue.. deixar 60 dias longe de casa, pro cara ficar bem corno, pra poder reclamar mas se achar herói..

    Resposta
  • 15/05/2014 em 01:16
    Permalink

    Eu vejo muitos motoristas reclamando das demoras para carga e descarga e sem saber o porque que os patrões muitas vezes não se importam em cobrar diárias ou pelo menos tentar resolver o problema,na verdade eles não se importam porque sabem que no momento que o caminhão estiver pronto carregado ou descarregado o ”MOTORA” vai dar o sangue para recuperar o tempo perdido por causa da tal comissão que se não roda passa fome e ai vem todo aquele papo de arrebite,cocaina etc… Tem muita gente que meteu os pés pelas mãos e fizeram prestação contando com a moeda do troco da padaria para completar o valor no fim do mês bem ai é outra historia,e para os autonomos eles já tem tanta abundancia de cargas assim para correr dia e noite já estão em ritmo lento outra coisa para eles os autonomos quanto mais caro for um motorista para as empresas mais condições de concorrer pelo frete vão ter, quanto ao valor dos fretes sempre foi a lei da oferta e da procura para mudar isso a categoria tem que se unir e lutar por um frete justo, eu acredito mais em Papai Noel do que nessa hipótese mas tomara que no futuro isso aconteça.

    Resposta
  • 14/05/2014 em 08:24
    Permalink

    COLEGAS, REALMENTE TEMOS QUE TER TEMPO PARA DESCANSO NO NOSSO TRABALHO. APESAR DE ACHAR QUE ESTE TEMPO DEVERIA SER DE LIVRE ESCOLHA DE CADA UM, O DESCANSO É NECESSÁRIO. MAS, SE TABELAR HORARIO, SOU A FAVOR DOS INTERVALOS DE PARADA, ASSIM COMO DE 8 HORAS DE DESCANSO PÁRA DORMIR E NÃO 12 HORAS COMO QUEREM. FICAR NUM POSTO DE COMBUSTIVEL 12 HORAS É DOSE PRA LEÃO. VOU TER DE TOMAR REMEDIO PRA DORMIR.
    AGORA, BAIXAR O PREÇO DO DIESEL E PEDAGIOS, NINGUEM FALA……
    MELHORAR O VALOR DO FRETE PARA O PATRÃO OU PRA NÓS, AUTONOMOS, NINGUEM FALA……
    ACABAR COM ESTAS “TRANSPORTADORAS DE FACHADA”, QUE GERALMENTE FICAM NOS POSTOS, QUE QUASE SEMPRE NÃO TEM UM ÚNICO CAMINHÃO, MAS TEM “1000” FRETES PRA TE OFERECER COM VALOR MISERAVEL, NINGUEM FALA……
    CONSTRUIR PONTOS DE PARADA COM SEGURANÇA E CONFORTO PRA NÓS, AO INVES DE POSTSO DE COMBUSTIVEIS COM PATIOS SUJOS, LOTADOS, COMIDA RUIM, BANHEIRO SUJO, LADROES E PROSTITUTAS BATENDO NA JANELA DO CAMINHÃO, NINGUEM FALA…..
    APOSENTADORIA ESPECIAL DE 25 ANOS PRA MOTORISTA PROFISSIONAIS, QUE ANTES TINHAMOS ESTE DIREITO E NOS FOI TIRADA, NINGUEM FALA…

    SÓ VEJO AUTORIDADES FALAR E ALGUNS COLEGAS HIPÓCRITAS APLAUDIR ESTA LEI ABSURDA QUE ESTA AI, SEM SABER AS CONSEQUENCIAS DELA PRA NÓS MOTORISTA.

    VEM UMA CRISE E ARROCHO POR AI, NO 2º SEMESTRE E ANO QUE VEM. QUERO VER COLEGUINHAS QUE HOJE FICAM FALANDO BOBAGENS, QUE ESTA LEI TEM DE SER CUMPRIDA INTEGRALMENTE ( 12 HORAS DESCANSO NO PATIO DO POSTO OU NA BEIRA DE UMA ESTRADA), QUE TÁ SE GABANDO QUE “FALTANDO” MOTORISTA PRA TRABALHAR NOS CAMINHOES, COMEÇAREM A CHIAR QUANDO TIVER QUE FICAR COM O CAMINHÃO AUTONOMO PARADO ESPERANDO FRETE RUIM APARECER, OU BATER NA PORTA DA TRANSPORTADORA PEDINDO EMPREGO E RECEBER UM “NÃO” NA CARA.

    VAMOS SER MAIS SENSATOS COLEGAS E AUTORIDADES RESPONSAVEIS.

    Resposta
  • 13/05/2014 em 21:37
    Permalink

    os motoristas trabalham em “jornadas excessivas”, porque o próprio governo não da condições de os transportadores se manterem sem o caminhão ter um rendimento a altura, agora chega de sensacionalismo conosco, enquanto não se punir os embarcadores e destinos onde os caminhões descarregam isso sera normal, porque os políticos não deixam de LUCRAR um pouco para sobrar mais para a população, e ainda tem as pessoas que não entedem de transporte, dizerem que “nossa isso é um absurdo, tem que controlar o horário, caminhoneiro só trabalha por causa da droga”, chega disso, só não enxerga quem não quer, hora se a pessoa trabalha mais é porque ela ganha mais com isso e em nosso caso, as paradas e pernoites dependem de lugar seguro e com infraestrutura e além disso tem as tais “gerenciadoras de risco” que dizem onde se deve ou não se deve parar, isso ninguém vê, não falam ai nas noticias que as gerenciadoras de riscos exigem de nos parar somente em lugares que eles acham seguro, agora eu tenho um exemplo, eu não posso parar o caminhão para ficar em minha casa porque diz a tal atendente da gerenciadora Open Tech, que eu estava em casa e a Open Tech não autoriza caminhão na casa de motorista mas quando eu fico dias para carregar ela não me liga para dizer porque eu estou parado gastando e não ganhando, então finalizando sou a favor do controle de jornada, mas sou mais a favor de que primeiro sejam punidos aqueles que contratam caminhão para ser deposito, quando alguém mexer com os grandes ai sim o pais terá uma logística que realmente funcionara, e enquanto isso nós sofreremos as consequências dos bacanas que marginalizam os MOTORA mas que dependem de nós até para ir no banheiro, só mais uma coisinha, esse ano terá eleição e se algum candidato vier te apertar a mao e te dar tapinhas nas costas pense se ele merece o seu aperto de mao e aproveite questione a opinião do mesmo sobre a nossa profissão.

    Resposta
  • 13/05/2014 em 19:06
    Permalink

    É de admirar uma empresa de transporte dizer que não tem controle e não sabe o que motorista rodam além dos horários estipulados, e o rastreamento?

    Resposta
  • 13/05/2014 em 18:02
    Permalink

    Esse tipo de blitz tinha que ser com mais frequencia e em vários estados com a divulgação dos nomes das empresas só assim vamos ficar sabendo quem é realmente contra a lei.Não adianta dizer que o motorista é que não cumpre a lei porque esses caminhões de empresas normalmente são rastreados.

    Resposta
    • 13/05/2014 em 21:40
      Permalink

      É para rir ou para chorar, cai na real meu jovem!!!!!!

      Resposta
  • 13/05/2014 em 17:52
    Permalink

    É no mínimo ridículo essas armações sobre os motoristas , Isso que está descrito aí na matéria sempre houve e sempre foi feito de forma escancarada e só não sabe disso quem faz vistas grossas , agora resolvem do dia para a noite impor uma lei toda mal feita e baseada apenas naquilo que eles acham ser a realidade e ainda por cima caem de pau em cima da categoria , notem que os transportadores tiraram o deles da reta e ainda tiveram a cara de pau de afirmar que não sabíam da pratica .
    Senhores donos deste País , sabemos que vocês são os detentores de toda a sabedoria do universo (principalmente para burlar) tomem vergonha em seus focinhos e no mínimo assumam as merdas que fazem , só mesmo idiotas acreditam naquilo que vocês falam , e notem que não só a categoria , mas o povo como um todo já não acredita mais em nada daquilo que vocês falam e prometem e estão se revoltando.
    Serão vocês tão sábios assim para se livrar de suas responsabilidades quando a merda feder!

    Resposta
  • 13/05/2014 em 13:01
    Permalink

    O motorista descansou 10.30 na 1noite 6 horas na segunda e não esta bom.o brasil esta muito longe de ter infraestrutura pra poder implantar uma lei deste porte.com o frete que não consegue c manter num preço razoável pagam o que querem e o óleo diesel um absurdo de aumento que teve…. Onde vamos chegar?

    Resposta
  • 13/05/2014 em 12:29
    Permalink

    É só a Polícia Rodoviária trabalhar que os absurdos aparecem!!!!!

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!