O ÔNIBUS TRINOX

cobrasma trinox

Aguardo na rodoviária,
ansioso espero o ônibus chegar.
De repente, visão extraordinária.
Coloco-me de pé a admirar.

Chega um ônibus prateado,
estaciona ocupando o seu Box.
Motor traseiro, potente e trucado.
É um majestoso ônibus Trinox.

Subo a bordo deste ônibus belo,
Seu conforto é impressionante.
Pintura, desenhos verde e amarelo.
Acomodo-me na poltrona aconchegante.

O ônibus deixa a estação.
Pegando a esquerda a estrada.
Logo já ultrapassa um caminhão.
cumprindo uma longa jornada.

O Trinox parece flutuar,
sustentado pelos dez pneus.
Assim é tão gostoso viajar.
Viajo também nos pensamentos meus.

Seus faróis retangulares
iluminam a noite escura.
Até parece rodar nos ares.
Seu motor levemente murmura.

O motorista acelera,
o dinossauro aumenta a velocidade.
À distância para ele já era
roda macio com toda docilidade.

Fabricado pela Cobrasma,
carroceria feita de aço inox.
Na estrada como um fantasma.
Segue o trucado ônibus Trinox.

O ônibus sobe a montanha,
desce serras e rasga a reta.
O engate é macio, não arranha.
Na ultrapassagem liga a seta.

Eis que surge de repente,
O Flecha de Prata da Ciferal.
Trucado e motor potente.
Avança rápido com cara de mau.

O ônibus do Expresso Cometa,
chama o Trinox para o embate.
Mas com ele nem se meta.
Pois o Trinox não foge do combate.

O Trinox impõe a força do motor.
Deixando o Dinossauro para trás.
O ônibus consegue então se impor.
Mais uma ultrapassagem ele faz.

Lá fora verdadeiro temporal,
relâmpagos e raios por todo lado.
Segue cortando a chuva, belo e magistral,
o potente Trinox trucado.

Enfrentando os perigos da estrada.
Imprevisto que sempre acontece.
Leva de um caminhão uma fechada.
Freia seguro com os freios ABS.

O motor em funcionamento,
pela grade pode ser visto.
Ao acelerar o giro sofre um aumento.
Aumentando a velocidade com isto.

O dia vai amanhecendo lá fora.
Dentro do ônibus, total tranquilidade.
Desço na minha parada e vou embora.
Descansado, sigo pela cidade.

Vejo o potente Trinox se afastar,
deslizando pela estrada afora.
Em minha mente a lembrança vai ficar
do poderoso ônibus, indo embora.

Ainda vejo-o já bem distante.
O ônibus Trinox segue seu itinerário.
Atrás de uma curva some num instante.
Devora a estrada o potente rodoviário.

Trinox, dos ônibus és o rei.
Seu desenho é imponente.
Seus três eixos eu sei,
leva com conforto muita gente.

Contratado para excursão,
Levando quarenta passageiros.
O Trinox corta o estradão,
Cruza vários Estados brasileiros.

Entra em região pantaneira
Passa por cidades e vilas
Lá fora levanta a poeira.
A viagem segue tranquila.

Estrada de terra batida
Sua macia suspensão.
Dentro do ônibus, não sentida
do caminho a trepidação.

Chegando a bela pousada,
o Trinox para no estacionamento.
Cumprida esta jornada.
O ônibus silencia naquele momento.

O retorno desta viagem
Foi muito movimentada.
Apesar da bela paisagem,
Foi vítima de emboscada.

Um grupo de assaltantes
Atravessou carros na rodovia.
Assustando os viajantes.
Mas o Trinox passaria.

Debaixo de muitos disparos,
o ônibus aos carros atingiu.
Isso poderia custar caro,
mas ao impacto resistiu.

Lá atrás uma explosão
dos carros que incendiaram.
O motorista em estado de atenção.
Passageiros também se prepararam.

As chapas de aço inox
Que envolvem sua carroceria
dão leveza e resistência ao Trinox
que saiu sem nenhuma avaria.

Não ouve perseguição
Pois ficaram a pé os bandidos.
Alivio por saírem bem da situação.
Ficaram ao motorista, agradecidos.

Chegando ao destino final
O ônibus trouxe todos em segurança.
Outra jornada para o Pantanal
faria agora com mais confiança.

Transportando estudantes
até outra cidade.
Chegou lá em instantes
deixo-os na Universidade.

Nesta viagem rotineira,
O Trinox sobressai.
Com conforto desta maneira,
rodando macio ele vai.

A noite era avançada
Retornava com universitários.
De repente no meio da estrada
Acontecimento extraordinário.

Um grupo de assaltantes
esperava sua passagem.
Assustando os estudantes
Teriam interrompida a viagem.

Não parou, o motorista
muitos tiros disparados.
O ônibus, rápido pela pista,
Não tinha sido avariado.

Iniciou-se a perseguição,
Os bandidos chegaram com rapidez.
O motorista pode ver o ladrão
Mandando o ônibus parar por sua vez.

O Trinox a cento e trinta
Não conseguia distanciar.
Encostou no carro, misturou tinta,
mas não conseguiu ainda escapar.

Um dos carros, fora de ação.
havia outro grupo de marginais.
Continuava a perseguição.
Sem que o ônibus tivesse paz.

Os pneus foram alvejados
mas o Trinox não parou.
Não seriam dominados,
Mas o bando atacou.

Tudo parecia acabado
quando o motorista viu afinal
Parando ali do lado
Posto da Policia Federal.

Vendo a súbita chegada,
do Trinox ali parado.
Policiais vieram dar uma olhada
Saber o que havia se passado.

O carro dos bandidos fugia
A polícia entrou em ação.
Saiu em disparada na rodovia
fazendo violenta perseguição.

Graças ao rodoar,
Os pneus ficaram cheios.
O ônibus conseguiu chegar,
concluindo este passeio.

Ônibus Flecha de Prata
novamente um duelo.
O Trinox se destaca.
Mas que ônibus mais belo.

Dois ônibus fabulosos
deslizando pela pista.
Conforto e segurança, maravilhosos
em ônibus poucas vezes vista.

Chama o Trinox pra disputa,
Impondo sua velocidade.
Ambos lado a lado na luta,
Para chegar primeiro á cidade.

O Dinossauro é potente
acelerando seu imenso motor.
Mas é o Trinox, imponente
que manda no acelerador.

Chega à cidade á estação
Logo após o outro estaciona.
Trinox, ônibus de tradição,
Seu motor suavemente ronrona.

Á noite, o motor iluminado
Por um pequeno refletor,
Que foi estrategicamente colocado
para iluminar o potente motor.

Quem atrás do Trinox anda
vê o motor em funcionamento.
O motorista, aquele que comanda,
acelera o ônibus nesse momento,
e quando a velocidade abranda,
Muda a marcha no exato momento.

Para o transporte coletivo,
entra ano e sai ano.
O Trinox, este ônibus altivo
permanece nas estradas, soberano.

Contratado para excursão,
O Trinox parte para estrada.
Ultrapassa carro e caminhão,
parecendo uma máquina alada.

Os passageiros dormindo.
O ônibus é bem conduzido.
Experiente motorista dirigindo.
Á noite muito chão é vencido.

Despertam os passageiros.
O sol vai aos poucos raiando.
Pela janela, carros passam ligeiros.
Bela paisagem vai se desenhando.

No retorno da excursão
o Trinox domina com imponência.
Mais parece um avião.
Levando pessoas com competência.




Roberto Dias Alvares

2 comentários em “O ÔNIBUS TRINOX

  • 21/05/2014 em 22:09
    Permalink

    Mesmo tendo linhas retas e uma aparência de um ônibus que foi feito a machado, o Trinox passa até por isso uma imagem de força e robustez que nenhum outro ônibus tem. Ao mesmo tempo, sua parte frontal com o para-choque oculto dá a ele um ar futurista. será contradição de robustez com um jeito futurista é que encanta no Trinox

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!