MAN contribui para projeto UR:BAN na Europa

Caminhões MAN




No âmbito do projeto de investigação UR:BAN, a MAN está pesquisando novas formas de tornar os veículos comerciais mais seguros e mais eficientes para a condução urbana. Após dois anos de trabalho no projeto UR:BAN, os investigadores irão apresentar os resultados da primeira fase do projeto, em Braunschweig, Alemanha.

Eberhard Hipp, Responsável pela Investigação na MAN Truck & Bus, está coordenando o projeto: “O tráfego rodoviário nas cidades é cada vez mais complexo. Está cada vez mais denso, o que reduz o tempo de reação dos condutores. A nossa participação neste projecto visa analisar o movimento do tráfego utilizando sistemas inovadores e novas tecnologias, e determinar estratégias de condução que otimizem o consumo de combustível, identifiquem situações de perigo e protejam os condutores contra potenciais falhas humanas”.

“Ao fazê-lo, esperamos contribuir significativamente para o aumento da eficiência e da segurança do tráfego rodoviário. Toda a nossa investigação está centrada no condutor”, sublinha Hipp.

Fatores Humanos no Tráfego Rodoviário

O subprojeto Fatores Humanos no Tráfego Rodoviário conta com a participação de investigadores da MAN que estudam a forma como os veículos podem fornecer informações o mais eficientes possível, através de sistemas de assistência ao condutor, em condições de tráfego urbano intenso e a forma como o cockpit pode ser desenhado de modo a apresentar ao condutor a informação certa, numa dada situação do trânsito.

Na condução urbana, a comunicação entre o veículo e o condutor é extremamente importante: o tráfego é denso, o que exige dos condutores elevados níveis de concentração para reagir a situações que se alteram com muito maior rapidez do que as da condução em estrada. Os automóveis e veículos comerciais já estão equipados com diversos sistemas de assistência eletrônica de apoio aos condutores. A vantagem para os condutores e outros usuários da rodovia é a de os sistemas de assistência estarem sempre alerta. Nunca se cansam, pelo que podem avisar o condutor e intervir de imediato, se necessário. Embora a oferta de sistemas tenha tendência a aumentar, importa não esquecer que os condutores não podem ficar confundidos com os visores e avisos dos sistemas de assistência. Nesta medida, um dos principais tópicos da investigação levada a cabo na MAN é a interface entre o condutor e o veículo (interface homem-máquina).

O objetivo dos investigadores na MAN é minimizar as distrações do condutor. As informações têm de ser reduzidas ao mínimo necessário, e transmitidas ao condutor de forma intuitiva.

Na primeira fase do projeto, a MAN tem estado a trabalhar com condutores profissionais utilizando um simulador de condução. Os investigadores têm determinado a informação de que os condutores necessitarão na situação invulgar em que o caminhão estabeleça automaticamente a velocidade de circulação na cidade.

Karlheinz Dörner, Responsável pelo Departamento de Investigação em Sistemas Eletrônicos e de Assistência ao Condutor explica: “Ficamos com uma perspectiva realista da informação de que os condutores de veículos pesados e de ônibus precisam e esperam ter para poderem conduzir de forma segura e compreender as informações transmitidas pelos sistemas dos veículos. Por exemplo, aprendemos a fornecer informações aos condutores a partir de um assistente Green Wave de uma forma que lhes permita tirar o melhor partido da mesma.

“Podemos, então, aplicar esse conhecimento na concepção de aspectos específicos da interface homem-máquina. Isto inclui o hardware, ou seja, os controles, visores, avisos audíveis e sensoriais e o software, por exemplo, o momento em que a informação é apresentada e o nível de detalhe da mesma. O resultado deveria proporcionar ao condutor uma experiência de condução segura, eficiente e descontraída na cidade”, conclui Dörner.

Este subprojeto está relacionado com outras áreas que a MAN está a explorar no âmbito do projeto UR:BAN: o assistente Green Wave e a visibilidade panorâmica. A interface condutor-veículo é igualmente uma parte muito importante destes projetos, à qual está ser dada especial atenção. Na segunda fase do projeto, os investigadores vão apresentar um cockpit protótipo que revela os resultados do seu trabalho.

Fonte: MAN Trucks and Bus – Portugal




Deixe sua opinião sobre o assunto!