Portos do sul são as principais vias de exportação da soja de MS

Transporte de soja




Nos cinco primeiros meses de 2014, os portos do sul do país foram as principais vias de exportação da soja em grãos produzida em Mato Grosso do Sul. De acordo com dados do Sistema de Análise das Informações de Comércio Exterior (Aliceweb), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic), das 1,632 milhão de toneladas vendidas pelo estado para o mercado internacional no período, 1,264 milhão de toneladas, o equivalente a 77,45%, foram escoadas pelos terminais do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Conforme o Aliceweb, quase metade da soja em grãos “made in MS” que chegou ao mercado internacional nestes primeiros cinco meses de 2014, foi embarcada no porto de Paranaguá, no Paraná. Foram escoadas no local 732,391 mil toneladas, o que representa 44,86% do total.

Transporte de sojaOutro porto da região sul que embarcou um volume expressivo da oleaginosa sul-mato-grossense é o de São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Entre janeiro e maio foram escoadas 519,682 mil toneladas, 31,83% do total do estado.

Além de Paranaguá e São Francisco do Sul, as empresas do estado também utilizaram outros dois portos no sul do país para escoar a soja, os terminais de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, com 8,365 mil toneladas (0,51% do total), e o de Imbituba, em Santa Catarina, com 4 mil toneladas (0,24% do total).

Fora os quatro portos do sul que ficaram com a maior fatia dos embarques, a oleaginosa do estado também foi exportada via porto de Santos, em São Paulo. Pelos terminais paulistas foram despachadas 368,052 mil toneladas, o equivalente a 22,54% do total.

Fonte: AgroDebate




Um comentário em “Portos do sul são as principais vias de exportação da soja de MS

  • 19/06/2014 em 10:07
    Permalink

    se os portos registram altas em embarques porque os fretes nao reagem?

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!