Caminhoneiro Repórter – Percepção de Mercado: Novos Motoristas

motorista-de-caminhao




O setor de transportes terrestre brasileiro sofre com a falta de motoristas profissionais, estima-se que esse déficit é de aproximadamente 120 mil motoristas. Porém na contra mão desse número está a falta de oportunidades dadas aos jovens, pois as empresas exigem experiência, entretanto, como um jovem de 21 anos com a CNH e cursos no SEST SENAT recém-feitos e sem experiência consegue o primeiro emprego?
Seguindo essa linha de raciocínio voltamos ao déficit: ele existe e seu número é altíssimo, além de termos outros fatores que o faça aumentar como acidentes fatais envolvendo caminhoneiros e a aposentadoria seja ela por tempo de trabalho ou por invalidez, somada a falta de oportunidade aos jovens profissionais, conclui-se que este número ficará cada vez maior.
Pensando em tudo isso temos outro ponto a avaliar, “importação de caminhoneiro” , nada contra nossos imigrantes, mas que pai de família tira algo de sua casa para oferecer a um desconhecido? O verdadeiro pai de bom coração oferece aos seus filhos o que tem e divide com quem precisa. Logo o ideal seria as transportadoras capacitarem os jovens motoristas brasileiros, além de reforçarem seu quadro de funcionários com estrangeiros. Pois sabemos que temos vagas para todos, afinal a profissão de motorista não é valorizada nos dias de hoje e poucos são os jovens que sonham com a realidade de desbravar o país numa boleia, pois os riscos serem muitos, tais como: roubo, cansaço (devido a longas jornadas de trabalho), doenças adquiridas no exercer da profissão e entre outros.
Entrando nessas discussões chegamos a outro ponto, qual oportunidade é dada a recém-profissionais? Pois bem, eu sou um jovem em busca de oportunidade, possuo CNH D, dois cursos de formação relacionado nessa área no SEST SENAT e um grande sonho de desbravar o país numa boleia, e já fui rejeitado em várias empresas pelo simples fato de não ter experiência ou até mesmo algum padrinho (o chamado QI = quem indica) que são as principais exigências de fato no mercado atual.
Encerro meu texto fazendo uma simples sugestão : que as empresas de transportes terrestre nacionais formem seus profissionais e que valorizem os jovens que querem entrar nessa importantíssima profissão na economia do nosso país, pois caso contrário, o nosso transporte rodoviário entrará em colapso pois o déficit existe e aumentará cada vez mais se não valorizarmos os jovens, arruinando assim, nossa economia.

Desde já Grato

Foto enviada por: Pitágoras Rodrigues

Seja você também um Caminhoneiro Repórter: Envie suas fotos!

3 comentários em “Caminhoneiro Repórter – Percepção de Mercado: Novos Motoristas

  • 04/08/2014 em 13:59
    Permalink

    Boa tarde !
    Também concordo com situação , tenho categoria D sem MOPP , com experiência caminhão pequeno e registro em carteira, mas não consigo oportunidade para motorista caminhão grande, já estou fazendo mudança categoria letra E .As empresas devem pensar mais assunto .

    Resposta
  • 28/07/2014 em 17:52
    Permalink

    Tenho 22 anos e possuo CNH D, estou na mesma situação, ja procurei o SET SENAT para fazer os cursos mas por nao ter na minha cidade fica quase impossível fazer o curso e com isso acaba complicando cada vez mais… E concordo que as empresas deveriam oferecer os cursos necessários aos seus motoristas e dar oportunidade aos novos que estão no mercado!

    Resposta
  • 28/07/2014 em 14:45
    Permalink

    Concordo com o texto acima, as empresas de transporte não estão dando tanta oportunidade aos jovens que querem uma oportunidade, apesar de eu ja estar com 43 anos eu não tenho nenhuma experiencia com caminhão, mas acabei de trocar de categoria a minha CNH D para E fiz o MOPP e não estou conseguindo oportunidade no mercado de trabalho por falta de experiencia, ai eu pergunto porque que as empresas não contratam pessoas como eu e muitos companheiros que querem trabalhar como motorista, porque essas empresas não fazem treinamentos, cursos para capacitação de novos profissionais. Tem muita gente que como eu espera uma oportunidade, basta o mercado de trabalho abrir as portas para nós.

    Resposta

Deixe sua opinião sobre o assunto!